Nuno Mindelis no Festival de Inverno Granja Vianna

27 julho 2016 |


O cantor, compositor e guitarrista Nuno Mindélis, um dos grandes nomes do blues no Brasil, é o destaque deste fim de semana. Quem tiver crianças poderá leva-las para, no mesmo ambiente, curtir um parquinho seguro e recém-inaugurado. E tudo grátis!

Um festival com ótimos artistas de soul, blues, classic rock e jazz em um local arborizado, com impecável estrutura para receber o público, exclusivo espaço com atrações infantis e localizado a apenas 15 minutos da Marginal Pinheiros está à disposição dos paulistanos até o dia 21 agosto, sempre de sexta a domingo.

O Festival de Inverno Granja Vianna, realizado no The Square Open Mall desde 2012, vem se consolidando como evento dos mais atrativos para quem deseja curtir boa música fora da capital, mas próximo dela, no quilômetro 22 da rodovia Raposo Tavares. Existem linhas de ônibus que saem da estação Butantã do metrô e que param em frente ao local.

Para crianças

Foi inaugurado um atraente e moderno parque infantil, onde a criançada poderá se divertir em um local seguro e lúdico.

O parquinho está tão bem localizado e próximo ao palco que os papais poderão estar com os filhos e assistir aos shows.

Na sexta-feira (29/7), a programação nos oferece rock, blues e jazz da melhor qualidade. Ás 21hs, no palco Mercadão, teremos Sel Lins, uma belíssima loira de cabelos longos com uma voz potente e repertório se revezando entre blues, jazz e rock com desenvoltura.

No mesmo dia e hora, só que no palco Praça das Árvores, irá se apresentar o experiente bluesman Ivan Márcio. Seguindo os passos dos pioneiros do blues, este talentoso cantor e gaitista gravou dois CDs em Chicago, uma das cidades mais importantes para a história do blues, o que o ajudou a consolidar sua fama no Brasil e exterior.

O sábado (30/7) terá como atração às 20h uma homenagem ao Kiss, banda americana há mais de 40 anos na ativa e que marcou época com seu visual irreverente, shows teatrais e rocks contagiantes e pesados. Os responsáveis serão os integrantes do grupo cover Destroyer Kiss, que dará uma geral em seus principais hits, entre os quais “I Love It Loud”, “I Was Made For Loving You” e “Rock And Roll All Nite”.

O domingo (31/7) trará duas atrações distintas. A contagiante Mississipi Street Band vai agitar com seu jazz tradicional, que será apresentado nas alamedas e na praça do local.

No palco Praça das Árvores, às 15h, o público terá um encontro que certamente será inesquecível. O protagonista escalado éNuno Mindelis, cantor, compositor e guitarrista angolano nascido em 7 de agosto de 1957 e radicado no Brasil há 40 anos. Sua carreira musical teve impulso a partir de 1990, com o lançamento do LP “Blues & Derivados”.

Rapidamente, a fama de Mindelis como grande guitarrista de blues se espalhou não só pelo Brasil, onde se tornou figura frequente em todos os festivais dedicados ao gênero, sempre com destaque, como também no exterior. A revista americana Guitar Player o destacou em 1994, comparando-o a Jimmy Page. Em 1998, os leitores desta badalada publicação o elegeram o melhor guitarrista de blues.

Além de tocar no exterior em eventos como o histórico festival de jazz de Montreux, na Suíça, Nuno gravou dois álbuns, os elogiados “Texas Bound” (1995) e “Blues On The Outside”, com o Double Trouble (formado por Tomy Shannon e Chris Layton). Esse duo era nada menos do que a banda de apoio de um dos mitos do blues, o saudoso guitarrista americano Stevie Ray Vaughan (1954-1990).
Seu mais recente CD, “Angels & Clowns”, conta com a produção e participação do guitarrista americano Duke Robillard, importante nome do blues que escolhe a dedo seus parceiros. Mais: Mindelis fez parceria recente com Jimmie Vaughan, ex-integrante da célebre banda Fabulous Thunderbirds e irmão de Stevie Ray Vaughan, com quem gravou um disco e fez vários shows em dupla. Nuno Mindelis não é fraco não...

Nas próximas semanas, a programação não deixará a peteca cair ao chão. Fazem parte do elenco o grupo vocal Divazz Trio, a banda Rock Memory e a cantora americana Whitney Shay. Esta última é uma intérprete de soul music, blues e jazz conhecida por suas parcerias com o guitarrista brasileiro Igor Prado, primeiro brasileiro a ter seu trabalho indicado ao prêmio deMelhor Cd de Blues, em  2015, nos EUA.

Com apoio oficial da Secretaria de Cultura do município de Cotia (SP), a 5ª edição do festival teve início no dia 24 de junho (sexta-feira). Serão nove finais de semana (sempre de sexta a domingo), com encerramento no dia 21 de agosto. O Open Mall The Square segue um moderno conceito de shopping ao ar livre, com direito a alamedas e praças arborizadas, lojas de produtos diversos e renomados, boas opções gastronômicas e cinco salas Cineflix de última geração, além de uma da impressionante tecnologia IMAX.

Programação do Festival de Inverno Granja Vianna-29 a 31/7

29/7 (sexta-feira) 21h- Ivan Marcio- Palco Praça das Árvores
21h- Sel Lins- palco Mercadão
30/7 (sábado)- 20h- Homenagem ao Kiss c/ banda Destroyer Kiss
31/7 (domingo) 14h30- Mississipi Street Band- Alamedas e Praça
15h- Nuno Mindelis- Palco Praça das Árvores

Local: The Square Open Mall – km 22 de Raposo Tavares
Fone para informação: (11) 2898 9595
Site : Facebook.com/openmallthesquare
Data:  até 21 de agosto, sempre de sexta a domingo
Horário: a partir das 21h- sexta-feira / 20h - sábado / 15h-domingo
Censura: Livre
Estacionamento/ Valet: R$ 8,50 por hora nas vagas da alameda / R$7,50 por 4 horas nas vagas de subsolo
Entrada gratuita
Acessibilidade motora
Wi-fi  Gratuito


Foto: Divulgação

Thiago Buriche: a real sinfonia das palavras

|


Quando a coisa tem que ser, não tem explicação... Ainda mais quando se trata de inspiração. Um exemplo dessa afirmativa é o Professor Thiago Buriche, 29 anos, residente no município de Itaboraí, no Rio de Janeiro. Desde pequeno seu desejo era tocar instrumentos musicais. Como a família tinha poucos recursos, não teve condições de realizar o sonho do menino. Logo que chegou à juventude e se deparou com o mundo das escolhas, pensou em trabalhar com música, de alguma forma. Daí, a partir de alguns rascunhos, a vida lhe apresentou um novo caminho. “Comecei a escrever com o intento de ser letrista de músicas e a relação com a poesia acabou se tornando cada vez mais profunda”, relata.

Não teve jeito, o rapaz se tornou escritor. “Tive a felicidade de inspirar-me na poesia tecnicamente perfeita, com sílabas contadas e rimas bem dispostas. E eu ouvia muitas músicas, porém o pop internacional da época; passei, então, a ouvir os grandes compositores nacionais que a coleção de CD's dos meus pais dispunha e a ler os grandes escritores ditos universais”, explicou.

Com habilidade incrível com as palavras, Thiago, depois de galgar sua estrada e adquirir algumas experiências, atua como Professor da Oficina de Poesia da Casa do Artista de Itaboraí e como Terapeuta Holístico. É, o menino sonhador cresceu e, dono de um talento impressionante, vive do que sempre sonhou fazer na verdade: ter intimidade com letras que, juntas, se transformam em textos reflexivos, ou seja, o real serviço que a boa música nos presta. Coisas da vida.

Acompanhe o bate papo do jovem escritor com o CULTURA VIVA:

CULTURA VIVA: A que mais alega sua inspiração, além do talento? Tem mais alguém assim na família?
THIAGO BURICHE:   Meus pais são muito talentosos em trabalhos manuais, muito inteligentes e criativos, apesar de pouco terem trabalhado no campo artístico, além de escreverem muito bem, desenharem muito bem e lerem bastante.   

C.V.: Ao escrever um poema, estipula critérios? Segue uma linha específica?
T.B.:   Geralmente, escrevo poemas de acordo com o que sinto intimamente, mas já percebo hoje em dia a necessidade de, nos textos, experimentar personagens, ambientes, contextos diferentes dos meus.  

C.V.: Tem livros publicados ou pretende publicar?
T.B.: Tenho um livro registrado, mas ainda não sinto o momento dele ser publicado. Sinto-me inclinado neste período a participar de concursos literários e oficinas de poesia. 

C.V.: Assim como você, na Região Metropolitana do Rio de Janeiro existem muitos jovens talentosos para arte e cultura. Em sua opinião há incentivo?
T.B.: Há editais, há concursos, há até o respeito pela profissão escritor, mas o maior apoio a um escritor é o leitor, e nosso país ainda lê pouco, não se interessando ou desconhecendo a cultura e bem-estar proporcionados por um livro, seja impresso, seja digital.       

C.V.: Na escola quais eram suas disciplinas favoritas?
T.B.: Por mais irônico que seja, Português e Matemática. Português porque adorava conjugar verbos; Matemática por gostar de cálculos, resolver problemas, a dinâmica exata, etc.


C.V.: O que mentaliza para seu futuro em termos literários? Quais principais vôos pretende alçar?
T.B.: Tenho esboços de livros, conjuntos poéticos e a música ainda me toca fortemente, inclusive como compositor. Como escrevo há cerca de doze anos, tenho muito material a ser organizado.   

C.V.:  Qual a frase que marca toda sua trajetória de vida?
T.B.: "A mais premente necessidade do ser humano era tornar-se um ser humano", de Clarice Lispector no livro Uma Aprendizagem ou O Livro dos Prazeres. Mostra toda a necessidade do ser humano descobrir-se a si mesmo, desvendar o que possui intimamente.

C.V.: Que recado você deixa para jovens talentosos como você que, infelizmente, não conseguiram ainda uma oportunidade para expor seus trabalhos?
T.B.:    Que continuem a produzir, criar, que pesquisem e consumam obras artísticas de qualidade, inspirem-se nos grandes autores - e as oportunidades são dos assuntos mais subjetivos do mundo. Prefiro crer que as coisas acontecem na hora correta do que simplesmente no acaso como obra de tudo: façamos a nossa parte, inclusive lutando pelos nossos direitos e possibilidades, pois os temos mais hoje do que antigamente. 

C.V.: Quais seus contatos para quem desejar te contratar para eventos ligados à poesia e obras literárias?
T.B.: Podem me contactar pelo e-mail thiagoburiche@hotmail.com.


Fotos: Arquivo pessoal de Thiago Buriche

Comédia' Um certo machão' está de volta no Teatro Brigadeiro, em SP

|


A comédia Um certo machão reestreia dia 04 de agosto, 20h30, no Teatro Brigadeiro.
Com texto de Wilson Coca e direção de Sebastião Apolônio, Um certo Machão,diverte o público com a história de Gilmar Pinto Severo, Gil para os íntimos (Rick Carvalho, repórter do programa Mulheres, TV Gazeta), um jovem empresário rico, sedutor e autoritário que corre atrás da herança deixada pelo tio a qualquer custo. Gil mantem um relacionamento esporádico com a fogosa empregada mas, a partir da chegada da advogada trambiqueira do “titio”, instala-se a confusão e situações que provocarão gargalhadas no público.
Um certo machão foi encenada pela primeira vez em 2006 e ficou em cartaz até 2015.
Elenco: Rick Carvalho, Amanda Vetororazzo e Amanda Blanco. 

Teatro Brigadeiro
Avenida Brigadeiro Luiz Antônio, 884, Tel.: (11) 3107-5774 / 3115-2637
Todas as quintas-feiras às 20h30
Capacidade: 676 lugares
Tempo: 90 minutos
Valor: R$60,00
Aceita dinheiro e cartão débito
Idade indicativa: 14 anos
Temporada: de 04 de agosto a 16 de setembro.
acesso para portadores de necessidades especiais.
Sites de compra: ingresso.com; peixe urbano; chequeteatro;sampaonline.com.br

Foto: Divulgação

 

Lu Andrade, ex- Rouge, será apresentadora

26 julho 2016 |


A Cantora Lu Andrade, conhecida nacionalmente, por sua participação no grupo Rouge entre 2002 e 200, estreia nesta terça-feira (26/07) como apresentadora do programa “Estúdio Acesso Cultural”.
Com formato diferenciado, a atração irá exibir shows de cantores de diversos estilos, misturando suas canções em maravilhosos duetos. Isso tudo em meio a um agradável bate-papo musical, com a interação direta dos fãs realizando perguntas em tempo real aos convidados.
“Estou realizando um desejo antigo, ser apresentadora foi o primeiro sonho da minha vida e quero dar meu melhor. O fato de ser musical torna tudo ainda mais fácil, por ser uma arte que eu amo e me dedico há 21 anos” explica Lu Andrade que comandará a atração. 
O primeiro programa contará com a participação de dois cantores da nova geração: Leandro Buenno e Nikki, ex- participantes do reality show The Voice Brasil da Globo.

Além da exibição ao vivo via Facebook Live na página do Acesso Cultural, o programa fará parte da grade de atrações do ClapMe, serviço de streaming focado em apresentações musicais virtuais, que podem ser assistidas tanto em tempo real quanto on demand.
Foto: Studio Marques


Programação da Passagem da Tocha Olímpica pela cidade de Búzios

25 julho 2016 |


Horários informados pela Confederação Olímpica Brasileira - COB (margem de atraso de 30 minutos)

Dia: 01 de agosto

Previsto: 9h10

Local: Praça do INEFI

Foto Oficial com Dona Eva, a Quilombola que tem mais idade no Brasil, e alunos das escolas da Rasa.

9h20 - saída da Praça do INEFI, na Rasa, sentido pórtico.

9h50 - Início da condução da Tocha pelo percurso (Av. José Bento 
Ribeiro Dantas, passando pela estrada da Usina Velha, Orla Bardot, até Ferradura. 

13h - Previsão de chegada na Praça Dona Dita na Ferradura.
Celebração da Chama Olímpica:

Hino Nacional Com o Coral Encanta Búzios.
Apresentação do Musical  composto pelo Coral Municipal Encanta Búzios, a Orquestras da Escola de Música Vila Lobos,  encenada pelo Projeto municipal de Dança nas escolas,  Academia de Dança Adriano Labis e Circolo de Criação.

Exposição de Maquetes feitas pelos alunos da rede municipal de ensino, sobre os Jogos Olímpicos.

A partir o das 23h do dia 31 de Julho até às 12h do dia 01 de agosto está sendo proibido parar e estacionar em Toda a via do trajeto da Tocha Olímpica.


Deus do secreto

|


Minha trajetória
É marcada por conquistas
Minha arma foi a fé
Minha esperança
É regada por lembranças
Que o tempo não levou

Mas parece que um furacão
Me alcançou...
Deus!
Eu não podia imaginar
Perdi meu chão
Olha como chora o meu coração

Dessa vez não consigo Te tocar
Não tenho forças pra clamar
Confesso, já tentei
Dessa vez eu entrei no quarto
E tranquei a porta
Só Tu podes me encontrar

Pois Tu és o Deus que me vê no oculto
Tu és o Deus que me vê no secreto
Tu és o Deus que me vê
Quando o homem não me vê
Eu não estou só, eu não estou só

*Artista: Ministério de Louvor Sarando a Terra Ferida
*Foto: Internet

Teatro Folha recebe a 3ª edição do Festival Nacional de Improvisação Teatral

|


 O festival também promoverá oficinas de improvisação teatral gratuitas 
para o público

A 3ª edição do Festival Nacional de Improvisação Teatral - “Improvisorama” – apresenta diversificada programação no Teatro Folha, as segundas e terças-feiras, período de 01 a 30 de agosto.

O curador do Festival Improvisorama, Ian Soffredini, diz que a intenção do festival é reunir as mais variadas linguagens utilizadas no teatro de improviso, resultando numa programação que interessa a um público amplo nas cidades contempladas pelo projeto: Paulínia, Campinas, Valinhos e São Paulo. “O Improvisorama ainda oferece oficinas ministradas por alguns dos principais profissionais do improviso de todo o Brasil e Colômbia, em atividades gratuitas para o público, numa ação de democratização”, diz Ian.

Oficinas gratuitas 

O Improvisorama oferece oficinas de Improvisação gratuitas ao público, ministradas por Daniel Nascimento, Andrei Moscheto, Rhena de Faria e Edson Duavy. Atores experientes e iniciantes poderão participar. As inscrições devem ser feitas mediante preenchimento de formulário no site do festival.

Programação completa 

O festival patrocinado pela empresa 3M já realizou apresentações em Paulínia e, em agosto, ainda inclui espetáculos e oficinas de improvisação teatral gratuitas nas cidades de São Paulo, Valinhos e Campinas. A programação completa está disponível no site www.improvisorama.com.br.

OS ESPETÁCULOS:

“Super Impro”
Espetáculo divertido, dinâmico e interativo em que as histórias improvisadas são criadas diante dos olhos e gargalhadas da plateia. Todas as situações e desafios de improviso são propostos pela plateia. Montagem da E Agora? – Cia de Improviso.

Ficha técnica

Elenco: Daniel Obregon, Edson Duavy, Cintia Portella e Félix Saab
Produção: Ana Paula Martins.
Improvisadores Convidados: Ian Soffredini e Mindu Dias.
Músico: Mateus Ferrari.
Direção: Edson Duavy
Duração: 70 minutos
Classificação indicativa: 16 anos

Serviço

Dia: 1º de agosto
Horário: 21h
Valor do ingresso: Vendas antecipadas a R$ 15, valor único promocional até dia 31 de julho no site www.ingresso.com e na bilheteria do teatro. A partir de 01 de agosto, R$30 (setor 2) e R$40 (setor 1)


“Variável”
Um dos grandes prazeres para um ator é o desafio de encarar diversas mudanças para a criação das personagens. Para o improvisador o desafio é não saber o quão variável de si ele será no palco. Isto norteia a realização do espetáculo em que os atores buscam esta variabilidade em sua expressão cênica. Este espetáculo da E Agora? – Cia de Improviso éuma experimentação de improviso long-form, ou seja, todo espetáculo é desenvolvido em torno do mesmo tema.

Ficha técnica

Elenco: Daniel Obregon, Edson Duavy e Félix Saab
Produção: Ana Paula Martins
Improvisadores convidados: Cíntia Portella e Mindu Dias
Músico: Mateus Ferrari
Iluminador: Tainá Palitot
Direção: Edson Duavy
Duração: 70 minutos
Classificação indicativa: 16 anos

Serviço

Dia: 02 de agosto
Horário: 21h
Valor do ingresso: Vendas antecipadas a R$ 15, valor único promocional até dia 31 de julho no site www.ingresso.com e na bilheteria do teatro. A partir de 01 de agosto, R$30 (setor 2) e R$40 (setor 1)

“Finalmente Tudo”
O espetáculo com Bruno Motta, Lucas Salles e humoristas convidados reúne vários gêneros de humor apresentados em quadros de improviso.
Ficha Técnica

Elenco rotativo: Bruno Motta, Lucas Salles e Osmar Campbell
Convidados: Cris Dramasi, Ian Soffredini
Direção: Bruno Motta
Duração: 70 minutos
Classificação indicativa: 16 anos

Serviço

Dia: 08 e 09 de agosto
Horário: 21h
Valor do ingresso: Vendas antecipadas a R$ 15, valor único promocional até dia 31 de julho no site www.ingresso.com e na bilheteria do teatro. A partir de 01 de agosto, R$30 (setor 2) e R$40 (setor 1)


“Resta 1”

O grupo Antropofocus apresenta espetáculo baseado num formato internacional de improvisação, em que mais de 10 improvisadores dividem o palco com dois diretores. “Resta 1” ganha uma nova roupagem com sua chegada ao Brasil. Os diretores sorteiam números que representam cada improvisador. Com a ajuda da plateia eles propõem algumas cenas para os atores e em alguns casos dirigem enquanto a história está sendo construída. Ao final de cada improvisação a plateia vota. Os atores com menor pontuação vão sendo eliminados até sobrar apenas um improvisador ganhador.

Ficha técnica

Elenco e direção: Grupo Antropofocus
Duração: 70 minutos
Classificação indicativa: 16 anos

Serviço

Dia: 15 de agosto
Horário: 21h
Valor do ingresso: Vendas antecipadas a R$ 15, valor único promocional até dia 31 de julho no site www.ingresso.com e na bilheteria do teatro. A partir de 01 de agosto, R$30 (setor 2) e R$40 (setor 1)

“Gorila”

Quatro diretores criam e dirigem cenas na hora, na frente dos olhos críticos e atentos da plateia, que dará notas ao final de cada esquete. O diretor com melhores notas no final da noite recebe o grande prêmio: um simpático Gorila que está solto pelo teatro. Para os perdedores o destino será cruel: O vencedor da noite terá que propor que eles paguem um mico inesquecível na frente de todo mundo.
Baseado no formato canadense de Keith Johnstone (Gorilla Theater), o espetáculo é uma prova de fogo aos diretores-improvisadores, que ficam expostos e na berlinda durante toda a peça, buscando inovar, improvisar e agradar. O público decide quem é o vencedor.
 Andrei Moscheto, do grupo Antropofocus, de Curitiba, e Daniel Nascimento, da Cia Os Barbixas de Humor estão no elenco fixo do espetáculo que também recebe improvisadores-diretores convidados. 

Ficha técnica

Elenco e direção: Daniel Nascimento e Andrei Moscheto
Duração: 70 minutos
Classificação indicativa: 16 anos

Serviço

Dia: 16 de agosto
Horário: 21h
Valor do ingresso: Vendas antecipadas a R$ 15, valor único promocional até dia 31 de julho no site www.ingresso.com e na bilheteria do teatro. A partir de 01 de agosto, R$30 (setor 2) e R$40 (setor 1)

“Rompante!”

Criado especialmente para o Improvisorama, o espetáculo recebe um convidado famoso diferente a cada semana. Os convidados contam um pouco de suas experiências pessoais e isto serve como fonte de inspiração para as improvisações. A plateia também participa sugerindo temas aos improvisadores e propondo perguntas ao convidado. O espetáculo é um exercício de improvisação teatral que discute as múltiplas formas de lidarmos com nossas escolhas e os diferentes caminhos a que uma mesma decisão pode nos levar.

Ficha técnica

Elenco: Weslley Amorim, Leandro Costa e Ian Soffredini
Direção: Rhena de Faria
Duração: 70 minutos
Classificação indicativa: 16 anos

Serviço

Dia: 22, 23, 29 e 30 de agosto
Horário: 21h
Valor do ingresso: Vendas antecipadas a R$ 15, valor único promocional até dia 31 de julho no site www.ingresso.com e na bilheteria do teatro. A partir de 01 de agosto, R$30 (setor 2) e R$40 (setor 1)


Teatro Folha

Shopping Pátio Higienópolis - Av. Higienópolis, 618 / Terraço / tel.: (11) 3823-2323 - Televendas: (11) / 3823 2423 / 3823 2737 / 3823 2323. Site: www.teatrofolha.com.br 
Vendas por telefone e internet/ Capacidade: 305 lugares / Não aceita cheques / Aceita os cartões de crédito: todos da Mastercard, Redecard, Visa, Visa Electron e Amex / Estudantes e pessoas com 60 anos ou mais têm os descontos legais / Clube Folha 50% desconto / Horário de funcionamento da bilheteria durante o Festival Improvisorama: segunda-feira, 14h às 16h; Terça a quinta-feira, 14h às 21h; Sexta-feira, 14h às 23h; Sábado, 12h às 22h; Domingo, 12h às 20h / Acesso para cadeirantes / Ar-condicionado / Estacionamento do Shopping: R$ 14,00 (primeiras duas horas) / Venda de espetáculos para grupos e escolas: (11) 3104-4885 / 3113-3215 / 97628-4993 / Patrocínio do Teatro Folha: Folha de S.Paulo, CSN, Nova Chevrolet, Wickbold, Owens, Teleperformance, Privalia e Grupo Pro Security. Patrocinador do Improvisorama: 3M.

SOBRE A CONTEÚDO TEATRAL

O grupo empresarial paulista Conteúdo Teatral atua há mais de dez anos em duas vertentes: gestão de salas de espaços e produção de espetáculos. Como gestora é responsável pela operação do Teatro Folha, no Shopping Pátio Higienópolis, com direção artística de Isser Korik e direção comercial de Léo Steinbruch, programando espetáculos para temporada em regime de coprodução. No período de atuação a empresa soma mais de 2 milhões de espectadores.
Como produtora de espetáculos, viabilizou dezenas de peças, como “Gata Borralheira”, “O Grande Inimigo”, “Os Saltimbancos”, A Pequena Sereia”, Grandes Pequeninos”, “Branca de Neve e os Sete Anões”, “A Cigarra e a Formiga”, “Cinderela” e “Chapeuzinho Vermelho” para as crianças. Para os adultos foram realizadas, entre outras montagens, “A Minha Primeira Vez”, “Os Sete Gatinhos”, “O Estrangeiro”,“Senhoras e Senhores”, “O Dia que Raptaram o Papa”, “E o Vento Não Levou”, “Equus” a trilogia “Enquanto Isso...”, além de projetos de humor – como “Nunca Se Sábado...” e “IMPROVISORAMA” – Festival Nacional de Improvisação Teatral. Em parceria com Moeller e Botelho produziu os Musicais “Um Violinista no Telhado”, “Todos os Musicais de Chico Buarque em 90 Minutos”, “Nine – Um Musical Felliniano” e “Beatles num Céu de Diamantes”.


Foto: Divulgação

Vai, Filho Meu

|


Vai, filho meu, você é capaz!
Deserto, gigante
Não podem com você
Vai, filho meu, eu sou contigo!
Sou teu fogo, tua nuvem, tua salvação

Eu não voltei atrás, não me arrependi
Tudo que eu falei é irrevogável
Eu não voltei atrás, não me arrependi
Filho meu, filho meu

Vai, porque eu não sou homem pra mentir
Quando falo, sou fiel para cumprir
Sou teu Deus, te chamei pra possuir
Vai, desde o ventre te formei um campeão
O teu nome está gravado em minhas mãos
Sou teu Deus, filho meu

Minha destra te sustenta
Sou teu braço forte
Que venceu a morte
Aguenta firme, coração
Sou tua fonte sou teu pão
Sou teu Deus, sou teu Deus

*Artista: Ministério de Louvor Sarando a Terra Ferida

*Foto: Internet

'Afinal, o que querem as mulheres?' reestreia no Teatro Folha

23 julho 2016 |


A comédia do homem que faz de tudo para entender as mulheres e viver um relacionamento duradouro

A comédia “Afinal, o que querem as mulheres?”, com o ator Fábio de Moraes, volta ao Teatro Folha para mais uma temporada que acontecerá de 05 de agosto a 30 de setembro, com sessões às sextas-feiras, meia-noite.

Na peça o personagem Eurico é um quarentão separado da esposa Carminha que faz o maior esforço para compreender a cabeça das mulheres. Seu objetivo: um relacionamento feliz e duradouro.

Eurico procura sua nova namorada em diversos lugares, desde teatros de ópera até baladas. Ele conhece as mulheres, mas tem dificuldade em lidar com o jeito independente que elas mostram. O personagem revela detalhes destes encontros, que resultam em alguns momentos felizes e outros frustrantes.

A peça também entra em detalhes sobre os hábitos femininos, muitos deles incompreensíveis ou injustificáveis para os homens: a obsessão por sapatos, a necessidade de não repetir roupas, entre outras manias. Fábio, que já apresentou esta comédia em quase todas as capitais brasileiras, observa que o público ri de si mesmo. “Todas as pessoas se identificam com as histórias que conto na peça. São risadas do próprio cotidiano, de situações vividas pelo público ou por alguém conhecido. Percebo que quanto mais o público se identifica, mais dá risada”, conta.

A comédia tem a participação especial com voz em off do comediante Ricardo Pipo, que faz o papel central do espetáculo “Hermanoteu na Terra de Godah”, da Cia de ComédiaOs Melhores do Mundo.

FICHA TÉCNICA
Texto: Fábio Moraes
Direção: Flavio Sanches
Participação especial em voz off: Ricardo Pipo (Melhores do Mundo)
Duração: 70 minutos
Classificação indicativa: 16 anos

”Afinal, o que querem as mulheres?”
Local: Teatro Folha
Estreia: 5 de agosto
Temporada: 30 de setembro
Apresentações: sexta-feira, meia-noite
Ingresso: R$ 30,00 (setor 2) e R$ 40,00 (setor 1)
*Valores referentes a ingressos inteiros. Meia-entrada disponível em todas as sessões e setores de acordo com a legislação. 

TEATRO FOLHA

Shopping Pátio Higienópolis - Av. Higienópolis, 618 / Terraço / tel.: (11) 3823-2323 - Televendas: (11) / 3823 2423 / 3823 2737 / 3823 2323 Site: www.teatrofolha.com.br
 Vendas por telefone e internet/ Capacidade: 305 lugares / Não aceita cheques / Aceita os cartões de crédito: todos da Mastercard, Redecard, Visa, Visa Electron e Amex / Estudantes e pessoas com 60 anos ou mais têm os descontos legais / Clube Folha 50% desconto / Horário de funcionamento da bilheteria: de terça a quinta, das 15h às 21h; sexta, das 15h às 00h; sábado, das 12h às 00h; e domingo, das 12h às 19h / Acesso para cadeirantes / Ar-condicionado / Estacionamento do Shopping: R$ 14,00 (primeiras duas horas) / Venda de espetáculos para grupos e escolas: (11) 3104-4885 / 3113-3215 / 97628-4993 / Patrocínio do Teatro Folha: Folha de S.Paulo, CSN, Nova Chevrolet, Wickbold, Owens, Teleperformance, Privalia e Grupo Pro Security 

SOBRE A CONTEÚDO TEATRAL

O grupo empresarial paulista Conteúdo Teatral atua há mais de dez anos em duas vertentes: gestão de salas de espaços e produção de espetáculos. Como gestora é responsável pela operação do Teatro Folha, no Shopping Pátio Higienópolis, com direção artística de Isser Korik e direção comercial de Léo Steinbruch, programando espetáculos para temporada em regime de coprodução. No período de atuação a empresa soma mais de 2 milhões de espectadores.

Como produtora de espetáculos, viabilizou dezenas de peças, como “Gata Borralheira”, “O Grande Inimigo”, “Os Saltimbancos”, A Pequena Sereia”, Grandes Pequeninos”,  “Branca de Neve e os Sete Anões”, “A Cigarra e a Formiga”, “Cinderela” e “Chapeuzinho Vermelho” para as crianças. Para os adultos foram realizadas, entre outras montagens, “A Minha Primeira Vez”, “Os Sete Gatinhos”, “O Estrangeiro”, Senhoras e Senhores”, “O Dia que Raptaram o Papa”, “E o Vento Não Levou”, “Equus” a trilogia “Enquanto Isso...”, além de projetos de humor – como “Nunca Se Sábado...” e “IMPROVISORAMA” – Festival Nacional de Improvisação Teatral. Em parceria com Moeller e Botelho produziu os Musicais “Um Violinista no Telhado”, “Todos os Musicais de Chico Buarque em 90 Minutos”, “Nine – Um Musical Felliniano” e “Beatles num Céu de Diamantes”.

Foto: Divulgação



Deus que sara

22 julho 2016 |


Quem iria imaginar isso tudo acontecer?
Saí com sonhos pra sonhar e agora vi tudo morrer
Pior que não ter nada, é ter tido e ver perder
Preciso tanto, tanto de um sentido pra viver

Prostro-me aos pés da cruz, derramo toda minha dor
Cristo sabe muito bem o gosto que o amargo tem
Me trata com doçura, tira toda minha dor
Me levanta, me encoraja
Me diz: Quem disse que acabou?

Deus que sara, infinito em amor
Levou minha dor, se entregou
Deus que sara, enviou o redentor
Me amou, me amou, me amou

Nada se compara ao teu amor

*Artista: Ariane

*Foto: Internet

O premiado 'Circo de Pulgas' inicia temporada no Teatro Folha

21 julho 2016 |


Sucesso de crítica e público, a montagem da Cia. Circo de Bonecos é diversão garantida para as crianças

O espetáculo infantil “Circo de Pulgas” é inspirado nos tradicionais circos de pulgas de origem francesa do século XVIII. A reconstituição do pequeno picadeiro e o estudo minucioso das técnicas de manipulação serviu de base para o jogo clownesco, proposto pela Cia Circo de Bonecos. A temporada acontecerá no Teatro Folha, de 06 de agosto a 18 de dezembro.

Na divertida montagem, dois clowns combinam de apresentar um show acrobático com pulgas.  Mas nada dá certo, os truques não funcionam e as coisas não saem como planejado. A solução é treinar uma pulga de verdade.

A Cia. Circo de Bonecos propõe resgatar o encantamento e a delicadeza do antigo Circo de Pulgas, ao mesmo tempo em que recria um espaço para a fantasia e a imaginação das crianças. A pulga não existe, mas todos conseguem “enxergá-la” pulando do trampolim, andando na corda bamba ou tomando banho, graças aos detalhes nos movimentos precisos dos atores. “Neste espetáculo a plateia é coautora porque é convidada a criar a personagem principal, num exercício de imaginação constante”, diz Claudio Saltini.

Os atores Claudio Saltini, Sandro Gattone e Josy Nascimento fazem um engraçado e dinâmico espetáculo que vai além do tradicional picadeiro francês, colocando uma “pulguinha” em um novo universo lúdico. A peça é resultado de estudos do grupo nos últimos anos da utilização da linguagem do teatro de bonecos, a mímica e o clown.

A montagem recebeu o Prêmio APCA de Melhor Espetáculo Infantil e Prêmio FEMSA de Melhor Espetáculo Infantil, Melhor Ator e Melhor Trilha Sonora.

Sobre a Cia. Circo de Bonecos: O grupo foi formado no ano 2000, iniciando suas pesquisas com teatro de bonecos, misturando a técnica com mágica e manipulação de objetos, além da atuação dos atores. A companhia considera o teatro como um encontro, uma experiência única entre os atores, os bonecos e a plateia.

Os trabalhos da companhia se caracterizam pela interação dos espetáculos com o público, de igual para igual, valorizando a inteligência das crianças. Os espetáculos têm a proposta de provocar a plateia e permitir que os atores também sejam provocados, num exercício de invenções que segue despretensioso como uma grande brincadeira.

A Cia. Circo de Bonecos viajou pelo Brasil apresentando seus espetáculos em teatros, festivais, escolas, praças, utilizando qualquer lugar que possa se transformar num palco. Foram, até agora, mais de 3.600 apresentações assistidas por cerca de 1.800.000 pessoas.

Além dos espetáculos, a companhia vem formando novos artistas, oferecendo oficinas e estágios nos seus espetáculos.


FICHA TÉCNICA

Roteiro: Claudio Saltini
Direção: Teka Queiroz
Elenco: ClaudiSaltini, Sandro Gattone e Josy Nascimento
Figurinos, cenário e bonecos: ClaudiSaltini e Sandro Gattone
Duração: 50 minutos
Classificação indicativa: a partir de 3 anos

SERVIÇO – ”Circo de Pulgas”
Local: Teatro Folha
Estreia: 06 de agosto
Temporada: até 18 de dezembro
Apresentações: sábados e domingos, às 17h40
Ingresso: R$ 25,00 (setor único)
Duração: 50 minutos
Classificação indicativa: a partir de 3 anos

*Valores referentes a ingressos inteiros. Meia-entrada disponível em todas as sessões e setores de acordo com a legislação.

TEATRO FOLHA

Shopping Pátio Higienópolis - Av. Higienópolis, 618 / Terraço / tel.: (11) 3823-2323 - Televendas: (11) / 3823 2423 / 3823 2737 / 3823 2323 Site: www.teatrofolha.com.br

Vendas por telefone e internet/ Capacidade: 305 lugares / Não aceita cheques / Aceita os cartões de crédito: todos da Mastercard, Redecard, Visa, Visa Electron e Amex / Estudantes e pessoas com 60 anos ou mais têm os descontos legais / Clube Folha 50% desconto / 50% de desconto para funcionários e clientes do Cartão Renner. Horário de funcionamento da bilheteria: de terça a quinta, das 15h às 21h; sexta, das 15h às 00h; sábado, das 12h às 00h; e domingo, das 12h às 19h / Acesso para cadeirantes / Ar-condicionado / Estacionamento do Shopping: R$ 14,00 (primeiras duas horas) / Venda de espetáculos para grupos e escolas: (11) 3104-4885 / 3113-3215 / 97628-4993 / Patrocínio do Teatro Folha: Folha de S.Paulo, CSN, Nova Chevrolet, Wickbold, Owens, Teleperformance, Privalia e Grupo Pro Security.

SOBRE A CONTEÚDO TEATRAL

O grupo empresarial paulista Conteúdo Teatral atua há mais de dez anos em duas vertentes: gestão de salas de espaços e produção de espetáculos. Como gestora é responsável pela operação do Teatro Folha, no Shopping Pátio Higienópolis, com direção artística de Isser Korik e direção comercial de Léo Steinbruch, programando espetáculos para temporada em regime de coprodução. No período de atuação a empresa soma mais de 2 milhões de espectadores.

Como produtora de espetáculos, viabilizou dezenas de peças, como “Gata Borralheira”, “O Grande Inimigo”, “Os Saltimbancos”, A Pequena Sereia”, Grandes Pequeninos”,  “Branca de Neve e os Sete Anões”, “A Cigarra e a Formiga”, “Cinderela” e “Chapeuzinho Vermelho” para as crianças. Para os adultos foram realizadas, entre outras montagens, “A Minha Primeira Vez”, “Os Sete Gatinhos”, “O Estrangeiro”, Senhoras e Senhores”, “O Dia que Raptaram o Papa”, “E o Vento Não Levou”, “Equus” a trilogia “Enquanto Isso...”, além de projetos de humor – como “Nunca Se Sábado...” e “IMPROVISORAMA” – Festival Nacional de Improvisação Teatral. Em parceria com Moeller e Botelho produziu os Musicais “Um Violinista no Telhado”, “Todos os Musicais de Chico Buarque em 90 Minutos”, “Nine – Um Musical Felliniano” e “Beatles num Céu de Diamantes”.


Foto: Teka Queiroz