Vagas abertas para Mestrado de Educação em Ciências e Saúde

15 outubro 2018 |



A Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) abriu edital nº 815 referente ao processo seletivo para ingresso no curso de Mestrado em Educação em Ciências e Saúde. As inscrições estão abertas até as 23h59 do dia 15 de novembro e só podem ser feitas pelo email selecao.ppgecs@nutes.ufrj.br, com cópia para selecao.ppgecs@gmail.com, contendo os documentos obrigatórios anexos, conforte descritos no edital, e com o título da mensagem em letras maiúsculas “SELEÇÃO MESTRADO 2019”. São oferecidas dez vagas para o município de Macaé.
As vagas estarão distribuídas da seguinte forma: seis para ampla concorrência, duas reservadas para cotas, uma para candidatos estrangeiros e uma vaga para servidores do quadro ativo permanente da UFRJ nas carreiras de docentes ou técnico-administrativos em Educação, conforme o Programa de Qualificação Institucional (PQI), da universidade.
O certame é organizado pela Coordenação do Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e Saúde (PPGECS) do Núcleo de Tecnologia Educacional para Saúde (Nutes), da UFRJ. Os candidatos inscritos terão de passar ainda por prova escrita, apresentação do pré-projeto de pesquisa e certificado de proficiência em inglês obtido nos últimos 24 meses. O resultado final será divulgado em 13 de fevereiro de 2019.
O curso de Mestrado tem por objetivos, segundo o Nutes, a iniciação à pesquisa e o aprofundamento de estudos no campo da Educação em Ciências e Saúde. Além do desenvolvimento de um projeto de investigação, sua proposta se volta para a construção das bases de uma avaliação crítica da pesquisa neste campo e das suas incorporações a práticas educativas.
Mais informações podem ser obtidas no site www.nutes.ufrj.br/mestrado. Em Macaé, a UFRJ funciona na Cidade Universitária, à Rua Aloísio da Silva Gomes, 50, bairro Granja dos Cavaleiros.
Foto: João Barreto

Escola Darcy Ribeiro, em Búzios, terá árvore de Natal feita pelos estudantes

|



O burburinho já indica a presença deles. A energia dá para sentir no ar. Acomodados numa das salas do Espaço Cultural Zanine, em Búzios (RJ), estudantes da Escola Municipal Professor Darcy Ribeiro, montam um protótipo para a árvore de Natal que enfeitará o pátio da escola.

Auxiliados pelo artista plástico Jakó, que utiliza materiais recicláveis em sua arte, alunos da professora de Ciências Carmem Lúcia, aprendem sobre a transformação da matéria. Descobrem novas funções para o que descartamos como lixo e refletem sobre a saúde do planeta.

- A idéia da árvore de Natal com material reciclável surgiu como projeto da turma 605 para a Feira de Ciências que acontece em novembro. Os alunos juntaram material reciclável separando em sua própria casa, o que antes ia direto para o lixo. E pedimos ajuda ao Jakó, que está orientando a turma – explica a professora.

O trabalho dos 32 alunos da turma sensibilizou toda a escola, e agora estudantes de todas as classes juntam material reciclável para juntos erguerem a árvore de Natal da Darcy Ribeiro. 

Foto: Divulgação

Domingo de fortes emoções no futebol de praia

|


Com muitos gols nos três jogos, campeonato municipal promovido pela LICEP vai chegando às semifinais



O Campeonato Municipal de Futebol de Praia de Cabo Frio (RJ), promovido pela Liga Cabofriense de Esportes Praianos (LICEP), está perto da definição. No domingo (14), três jogos emocionantes modificaram a classificação da competição.

O jogo mais esperado do domingo foi o primeiro: Celebridade x C.U.V. A partida foi disputada palmo a palmo, mas comandado por Gugu, o Celebridade venceu por 3 a 2, com gols de Welton, Renato e Naor. Kojack, artilheiro do campeonato, fez os dois gols do C.U.V.

O Coral aproveitou a derrota do C.U.V. para assumir a liderança, depois de vencer o Gonçalão por 4 a 2. William (2), Arthur e Hargeu fizeram os gols do tricolor. Breno e Thiago descontaram para o Gonçalão.

No último jogo do domingo, o Barra melhorou a situação ao vencer o Nautillus por 3 a 2. Davizinho, Luan e Henrique Pádua marcaram para o atual campeão, descontando Fabrizio e Carlos Henrique.
Restando apenas duas rodadas para a definição dos semifinalistas, os seis clubes ainda têm chances de classificação. No próximo domingo (21), a penúltima rodada marca Celebridade x Barra (9h45), Nautillus x Gonçalão (11h) e Coral x C.U.V. (12h).

A classificação da segunda fase é a seguinte:

1º) Coral, 7 pontos
2º) Celebridade, 5
3º) C.U.V., 4 (saldo +2)
4º) Barra, 4 (saldo 0)
5º) Nautillus, 2
6º) Gonçalão, 1

Foto: Divulgação



O Sonho Não Morreu

|



O sonho não morreu
É só uma túnica rasgada, isso não comprova nada
A fera não matou José, isso é história inventada
Contada pela boca da amargura que não digeriu
Os sonhos que nascem de Deus

O sonho não morreu
Apenas foi levado como ramos que rompem limites
Quanto mais tentam cortá-los, mais fortificam suas raízes
Nessa história, os pontos cegos estão agindo a favor de Deus

Jacó, enxugue as lágrimas
A realidade é dura, maior é a promessa
O seu José está guardado, sei que existe a hora certa
Que o Céu explica o que a terra nunca compreendeu

O sol, estrela e a lua
Diante dEle, não era alucinação era verdade
Nem você acreditou, isso é normal, se prepare
Para ouvir o outro lado da história que alguém escondeu

O luto acabou, o sonho não morreu
Na Terra da aflição, Ele só cresceu
A túnica no céu, ninguém rasgou, ninguém manchou
A fera não matou, José virou governador

O luto acabou, o sonho não morreu
Prepare-se, Israel, sua casa irá colher
O amor que não plantou, perdão sem merecer
Escreva agora aí, os muros não podem conter
Os sonhos do Senhor, sementes de Deus em você
O sonho não morreu

O luto acabou, o sonho não morreu
Na Terra da aflição, Ele só cresceu
A túnica no céu, ninguém rasgou, ninguém manchou
A fera não matou, José virou governador

O luto acabou, o sonho não morreu
Prepare-se, Israel, sua casa irá colher
O amor que não plantou, perdão sem merecer
Escreva agora aí, os muros não podem conter
Os sonhos do Senhor, sementes de Deus em você

O sonho não morreu, não morreu
O luto acabou

*Artista: Flordelis
*Foto: Internet

Comediante Dadá Coelho e o visagista Beto Carramanhos estreiam 'Corta!' no Teatro Folha

09 outubro 2018 |



Carramanhos, além de atuar na comédia, corta ao vivo o cabelo de uma espectadora da plateia a cada apresentação 

A atriz e comediante Dadá Coelho divide o palco com o ator e visagista Beto Carramanhos, apresentador do quadro “Tapa no Visual”, no programa “Mais Você” (Rede Globo) na comédia “Corta!”, que estreia dia 20 de outubro no Teatro Folha. O espetáculo de Vinícius Soares e Marcio Azevedoque também assina a direção da peça, é ambientado em um salão de beleza no tradicional bairro de Higienópolis. A cantora Elza Soares também participa do espetáculo ao interpretar a mãe e conselheira da personagem de Carramanhos, com sua inconfundível voz em off costurando a trama da peça. As sessões serão aos sábados e domingos, às 20h, até 16 de dezembro.

Celeste é a personagem de Dadá Coelho. Ela vive uma mulher leve e inocente, que mora em Itaquera e carrega em si todos os questionamentos e mazelas diante dos conflitos no convívio intenso com seu patrão. A personagem de Beto Carramanhos é um cabelereiro, dono de um salão de beleza, um bon vivant do Morumbi que não conhece a dura realidade vivida por Dadá.

O cabeleireiro passa a vida inteira até decidir abrir o seu próprio salão. Logo depois sua mãe falece e, por um descuido, não percebe que está endividado e com uma carta de despejo. Celeste, apesar de sua boa vontade, vê a correspondência, mas entende que se trata de uma “carta de desejo”. Assim está armada a situação em que o cabeleireiro terá que encontrar soluções para não perder o salão de beleza. No meio da trama, são revelados vários detalhes da longa relação de trabalho e amizade entre Beto e Celeste. “É um espetáculo que faz o público rir o tempo inteiro, mas também emociona. Rir e emocionar são uma característica do meu trabalho”, diz o autor e diretor Marcio Azevedo, que neste ano recebeu o Prêmio Funarte de Dramaturgia pelo texto “Eu Sempre Soube”.

Beto Carramanhos, além de atuar nas cenas, corta ao vivo o cabelo de uma espectadora da plateia, que se candidata a ter o visual renovado por um dos mais prestigiados visagistas do País. As participantes interagem durante a peça e passam a fazer parte daquele momento mágico vivido pelas personagens.
A montagem da peça com essa sinopse foi ideia do próprio Beto Carramanhos, que decidiu levar ao palco suas divertidas experiências vividas no salão de beleza. “É um projeto ousado, no qual eu reuni a diversão das clientes quando estavam no salão e transmiti isso tudo para a dramaturgia”, conta Beto.

FICHA TÉCNICA

Dramaturgia: Marcio Azevedo e Vinícius Soares
Direção: Marcio Azevedo
Elenco: Beto Carramanhos e Dadá Coelho
Participação especial (voz em off): Elza Soares
Produção e direção geral: Companhia Animart Produções e Terence Entretenimento

“ CORTA!”
Temporada: 20 de outubro a 16 de dezembro de 2018
Apresentações: sábados e domingos, às 20h
Ingresso:  R$70

*Valor referente ao ingresso inteiro na plateia e mezanino. Meia-entrada disponível em todas as sessões de acordo com a legislação.

Duração: 90 minutos
Classificação etária: 12 anos

TEATRO FOLHA

Shopping Pátio Higienópolis - Av. Higienópolis, 618 / Terraço / tel.: (11) 3823-2323 - Televendas: (11) / 3823 2423 / 3823 2737 / 3823 2323 Site: www.teatrofolha.com.br

Vendas por telefone e internet/ Capacidade: 305 lugares / Não aceita cheques / Aceita os cartões de crédito: todos da Mastercard, Redecard, Visa, Visa Electron e Amex / Estudantes e pessoas com 60 anos ou mais têm os descontos legais / Clube Folha 50% desconto. Horário de funcionamento da bilheteria: quarta e quinta, das 15h às 21h; sexta, das 15h às 21h30; sábado, das 12h às 23h59; e domingo, das 12h às 20h / Acesso para cadeirantes / Ar-condicionado / Estacionamento do Shopping: R$ 14,00 (primeiras duas horas) / Venda de espetáculos para grupos e escolas: (11) 3661-5896, (11) 97628-4993 / Patrocínio do Teatro Folha: Folha de S.Paulo, Owens-llinois,  EMS, Bain & Company, Grupo Pro Security, Previsul, Brasforma, NR Acampamentos, Nova Chevrolet e Andritz.


SOBRE A CONTEÚDO TEATRAL

O grupo empresarial paulista Conteúdo Teatral atua há mais de dezessete anos em duas vertentes: gestão de salas de espaços e produção de espetáculos. Como gestora é responsável pela operação do Teatro Folha, no Shopping Pátio Higienópolis, com direção artística de Isser Korik, programando espetáculos para temporadas em regime de coprodução. No período de atuação a empresa soma mais de 2,5 milhões de espectadores.

Como produtora de espetáculos, viabilizou dezenas de peças, como “Gata Borralheira”, “O Grande Inimigo”, “Os Saltimbancos”, A Pequena Sereia”, Grandes Pequeninos”,  “Branca de Neve e os Sete Anões”, “A Cigarra e a Formiga”, “Cinderela” “Chapeuzinho Vermelho” e “Mogli” para as crianças. Para os adultos foram realizadas, entre outras montagens, “A Minha Primeira Vez”, “Os Sete Gatinhos”, “O Estrangeiro”, “O Dia que Raptaram o Papa”, “Equus” a trilogia “Enquanto Isso...”, “Dez Encontros”, “Jogo Aberto”, “O Empréstimo” e “Que Tal Nós Dois?”, além de projetos de humor – como “Nunca Se Sábado...” e “IMPROVISORAMA” – Festival Nacional de Improvisação Teatral. Em parceria com Moeller e Botelho produziu os Musicais “Um Violinista no Telhado”, “Todos os Musicais de Chico Buarque em 90 Minutos”, “Nine – Um Musical Felliniano” e “Beatles num Céu de Diamantes”.

Foto: Inacio Moraes

Meiry Kamia amanhã na Rede Vida

|



Amanhã, quarta-feira, dia 10 de outubro, a partir das 12h30, a Palestrante Motivacional Meiry Kamia vai participar do programa “Vida Melhor”, apresentado por Cláudia Tenório, na Rede Vida. 

Meiry Kamia é também é Psicóloga, Mestre em Administração de Empresas e Ilusionista. Autora dos livros "Motivação sem truques" e "Pílulas Mágicas para o sucesso". 

Assista ao vivo: http://redevida.com.br/ao-vivo/


Foto: Divulgação

Projeto Social ganha sede da Região dos Lagos

|



O projeto Cana Viva, Plantando amor, colhendo vidas, que atende famílias carentes de Araruama e Cabo Frio, na Região dos Lagos, passa a contar agora com sede própria. Um espaço c om sete salas, que começa a oferecer atividades esportivas como judô, jiu-jitsu, muay thai; Além de aulas de reforço escolar e informática; cultura, com aulas de violino, saxofone, flauta, violão, bateria, teclado e canto e atendimentos em saúde com oftalmologia, odontologia e psicologia. Todas as atividades beneficiam famílias que vivem nas comunidades Canavieiras e Quilombolas em risco social, localizadas no entorno de São Vicente de Paula, no terceiro distrito de Araruama (RJ).

Mas, apesar de só agora contar com uma sede, o projeto Cana Viva, Plantando amor, colhendo vidas existe desde 2017 e já tem milhares de histórias para compartilhar. Desde que foi fundado por Jorge Peixoto, presidente da instituição, uma grande mobilização foi feita para ajudar os moradores das comunidades da Agrisa, em Cabo Frio, e Sobradinho e Sobara, em Araruama. As comunidades contam com aproximadamente 5.500 moradores, ficam situadas em área agrícola com predominância canavieira e de baixa assistência pública. 

Os problemas relacionados à falta de água, esgoto, energia elétrica, transporte, lazer, educação e saúde, geralmente, fazem parte do dia a dia de moradores de regiões como estas. Onde as crianças, quase sempre, crescem em ambiente de escassez e passam a encarar essa realidade como a verdade de suas vidas.

Jorge Peixoto começou a observar essas dificuldades por trabalhar na usina de etanol da região. A falta de recursos e a falta de perspectivas das comunidades fizeram com que ele se movesse em prol destas famílias. “Tem uma frase que as pessoas falam muito. Que não devemos fazer aos outros o que não queremos que façam conosco. Mas, isso é muito fácil. Penso que o importante é fazermos aos outros aquilo que gostaríamos que fizessem por nós. Então, resolvi começar”.

E já foram muitas as realizações. O projeto Plantando Amor, colhendo vidas, já reformou e equipou uma casa que não oferecia condições mínimas de habitação para uma família de extrema necessidade, ampliou a horta do Colégio Municipal da Agrisa, para as crianças cuidarem. Deu cestas básicas para as famílias, kit escolar, kit vestuário e conseguiu instalar um parquinho para as crianças brincarem na comunidade. Ao longo dos anos, várias crianças e adultos receberam serviços médicos e odontológicos por meio dos esforços de colaboradores que também se juntaram ao projeto e deram o seu melhor por outras vidas. 

Na sede de São Vicente, além das aulas de esporte, cultura e lazer, serão oferecidas também oficinas de capacitação em artesanato, corte e costura, culinária, secretaria e corte de cabelo. Assim, o projeto contribui para a autonomia financeira destas famílias, que na maioria das vezes, não contam com orientações profissionais. Todas as ações são patrocinadas por doações e ações voluntárias e contam com o sistema de apadrinhamento de 68 crianças, no valor mensal de R$ 30.

O projeto Cana Viva fica localizado na Rua Projetada, s/n. Bairro Solar, Araruama. 

Foto: Divulgação


O projeto mistura artistas já consagrados com novos nomes da Música Brasileira apresentando diversidade de estilos musicais

O projeto “Quinta Justa”, que iniciou em setembro no Teatro Folha, confirma mais shows na programação que acontecerá até final de novembro: “Funk Como Le Gusta - 20 Anos” (18/10), “Cachorro Grande – Clássicos” (25/10), “Kiko Zambianchi - Bem Bacana Demais”  (01/11), “Edi Rock –Rap com Guitarra”  (08/11), Ná Ozetti e Luiz Tatit (15/11) e, para encerrar, a cantora Negra Li  (22/11).

A ideia do projeto é misturar artistas já consagrados com novos nomes da Música Brasileira. Os shows são realizados em ambiente intimista, em que os artistas podem também contar curiosidades sobre suas canções e trajetória profissional.
Branco Mello conta que ao escolher os artistas para a programação musical levou em consideração a admiração que tem pelo trabalho artístico e pensou em reunir diferentes gerações  que de alguma maneira fazem parte da sua história. “Todos os artistas convidados,  dos mais novos  aos mais experientes,  trazem   trabalhos  especiais  e  relevantes  para o projeto Quinta Justa”, diz Branco Mello.

PROGRAMAÇÃO

FUNK COMO LE GUSTA – 20 anos
DIA 18 DE OUTUBRO



Foto: Laura Pirlo

O Funk Como Le Gusta, um dos principais expoentes da black music nacional, apresenta sucessos de sua trajetória artística, em show comemorativo aos seus 20 anos de carreira. No repertório, canções importantes que marcaram essa trajetória e que fazem parte do 4
discos lançados: “Roda de Funk” (1999), “FCLG” (2004), “A Cura pelo Som” (2011) e “A Nave-Mãe Segue Viagem” (2015). Entre as músicas selecionadas para o show estão algumas compostas pela banda, como, “Pappa Girl”, “Funk de Bamba”; e canções de outros compositores, como, “16 Toneladas” (Noriel Vilela), “High Stakers” (Airto Fogo) e “Mandamento Black” (Gerson King Combo).

Criada em 1998 por músicos e produtores de São Paulo, a Funk Como Le Gusta apresenta em seus trabalhos a mistura de funk, samba, soul, jazz, eletrônico e música latina. O grupo se notabilizou, a partir dos anos 2000, por promover jam sessions utilizando a formação de big band e por tocar funks clássicos de trilhas de filmes.

Os “mensageiros do balanço”, forma carinhosa como os integrantes da banda são conhecidos, são Kuki Stolarski (bateria), Sérgio Bartolo (baixo), Reginaldo 16 (trompete e vocal), Décio 7 (percussão), Eron Guarnieri (teclado e vocal), Emerson Villani (guitarra e vocal), Kito Siqueira (saxofone barítono e alto), Tiquinho (trombone), Hugo Hori (saxofone tenor, soprano, flauta e voz) e Claudio Cambé (trompete).

CACHORRO GRANDE - Clássicos
DIA 25 DE OUTUBRO



Foto: Rui Mendes

A banda Cachorro Grande inicia turnê de “Clássicos” com single e guitarrista novos, apresentando no palco os principais sucessos de seus oito anos de trabalho em estúdio. A turnê começa com o lançamento do segundo single do álbum, “Você Não Sabe o que Perdeu” (https://youtu.be/f6UYub-KWro). É a música que abre os shows.

Além disso, o quinteto tem guitarrista novo na estrada: Gustavo X, que substitui Marcelo Gross. “Tudo isso trouxe um sopro de novidade, de ar puro que buscávamos há anos”, diz o vocalista Beto Bruno.

A banda é formada por Beto Bruno (vocal e guitarra), Rodolfo Krieger baixo e vocais), Pedro Pelotas (teclados e vocais), Gabriel Azambuja (bateria e vocal) e Gustavo X (guitarra).

KIKO ZAMBIANCHI – Bem Bacana Demais
DIA 01 DE NOVEMBRO


Foto: Priscila Prade

Com mais de 30 anos de carreira, o cantor e compositor Kiko Zambianchi apresenta o show "Bem Bacana Demais". Neste show, o público poderá apreciar novas canções como também revisitar a obra do cantor com os clássicos “Primeiros Erros”, “Eu te Amo Você”, “Hey Jude”, entre outras.

Além de Kiko Zambianchi (voz, guitarra e violão), o show conta  com Paulo Zambianchi (guitarra e vocais), Ney Haddad (baixo e vocais), André Yossef (teclados) e Eduardo Escalier (bateria).

EDI ROCK – Rap com Guitarra
DIA 08 DE NOVEMBRO


Foto: divulgação/ROC7

Tendo uma bagagem impressionante no rap nacional, Edi Rock apresenta seu trabalho solo. Em plena maturidade, desbrava horizontes musicais até então guardados em sua imaginação. Na prática, o cantor explora suas afinidades e influências sonoras adquiridas ao longo de sua caminhada, empunhando o microfone pelos palcos do Brasil e mundo a fora. 

Em formato intimista, apresenta os sucessos de seu trabalho solo “Contra Nós Ninguém Será”, como, “That's My Way” e músicas inéditas de seu disco que sairá em breve, além de cantar sucessos dos Racionais MC's, como, “Nego Drama” e “Preto Zika”.

Neste show, Edi Rock é acompanhado por Eduardo Plik (guitarras), Jadiel (voz), Kalfani (DJ) e Don Pixote (MC convidado).

NÁ OZETTI e LUIZ TATIT
DIA 15 DE NOVEMBRO
  


Foto: Gal Oppido 
Ná Ozzetti e Luiz Tatit se reencontram no projeto Quinta Justa, num show com violão e vozes. Os artistas apresentarão canções de seus álbuns, como, “Estopim”, “Atração Fatal”, “Crápula”, “Capitu”, “Musa da Música” e “Sem Destino”, além de retomar músicas que marcaram o início de suas carreiras no Grupo Rumo e na chamada “vanguarda paulistana”. Estão no repertório músicas, como, “Ah!”, “Delírio, Meu!”, “Ladeira da Memória”, “Release” e “Dia Útil”.
O trabalho da dupla apresenta interpretações audaciosas com letras ao mesmo tempo intensas e bem humoradas.
NEGRA LI
DIA 22 DE NOVEMBRO



Foto: JR Duran  

Negra Li iniciou sua carreira musical com o grupo de rap RZO. Em seguida fez parceria com o rapper Helião, e atualmente a cantora está em carreira solo, lançando o CD “Negra Livre”. Neste show, ela mostra grandes sucessos de carreira e músicas do novo trabalho.
Ao longo dos seus 20 anos de carreira já se apresentou em diversos países como Japão, Angola, Alemanha, Austrália, Nova Zelândia, México, além dos principais estados brasileiros, marcando presença em grandes festivais como Rock in Rio, Lollaplooza, Brahma Valley, Black na Cena, entre outros.

“QUINTA JUSTA”
Shows

Dia 18 de outubro – Funk Como Le Gusta – 20 anos
Dia 25 de outubro – Cachorro Grande - Clássicos
Dia 01 de novembro – Kiko Zambianchi – Bem Bacana Demais
Dia 08 de novembro – Edi Rock – Rap com Guitarras
Dia 15 de novembro – Ná Ozetti e Luiz Tatit
Dia 22 de novembro – Negra Li
Apresentações: quintas-feiras, 21h
Ingresso:  R$80,00 (setor 1); R$50,00 (setor 2)*
                                                                             
Duração: 75 minutos
Classificação indicativa: 12 anos

*Valores referentes aos ingressos inteiros na plateia e mezanino. Meia-entrada disponível em todas as sessões de acordo com a legislação.


TEATRO FOLHA

Shopping Pátio Higienópolis - Av. Higienópolis, 618 / Terraço / tel.: (11) 3823-2323 - Televendas: (11) / 3823 2423 / 3823 2737 / 3823 2323 Site: www.teatrofolha.com.br

Vendas por telefone e internet/ Capacidade: 305 lugares / Não aceita cheques / Aceita os cartões de crédito: todos da Mastercard, Redecard, Visa, Visa Electron e Amex / Estudantes e pessoas com 60 anos ou mais têm os descontos legais / Clube Folha 50% desconto. Horário de funcionamento da bilheteria: quarta e quinta, das 15h às 21h; sexta, das 15h às 21h30; sábado, das 12h às 23h59; e domingo, das 12h às 20h / Acesso para cadeirantes / Ar-condicionado / Estacionamento do Shopping: R$ 14,00 (primeiras duas horas) / Venda de espetáculos para grupos e escolas: (11) 3661-5896, (11) 97628-4993 / Patrocínio do Teatro Folha: Folha de S.Paulo, Owens-llinois,  EMS, Bain & Company, Grupo Pro Security, Previsul, Brasforma, NR Acampamentos, Nova Chevrolet e Andritz.

SOBRE A CONTEÚDO TEATRAL

O grupo empresarial paulista Conteúdo Teatral atua há mais de dezessete anos em duas vertentes: gestão de salas de espaços e produção de espetáculos. Como gestora é responsável pela operação do Teatro Folha, no Shopping Pátio Higienópolis, com direção artística de Isser Korik, programando espetáculos para temporadas em regime de coprodução. No período de atuação a empresa soma mais de 2,5 milhões de espectadores.

Como produtora de espetáculos, viabilizou dezenas de peças, como “Gata Borralheira”, “O Grande Inimigo”, “Os Saltimbancos”, A Pequena Sereia”, Grandes Pequeninos”,  “Branca de Neve e os Sete Anões”, “A Cigarra e a Formiga”, “Cinderela” “Chapeuzinho Vermelho” e “Mogli” para as crianças. Para os adultos foram realizadas, entre outras montagens, “A Minha Primeira Vez”, “Os Sete Gatinhos”, “O Estrangeiro”, “O Dia que Raptaram o Papa”, “Equus” a trilogia “Enquanto Isso...”, “Dez Encontros”, “Jogo Aberto”, “O Empréstimo” e “Que Tal Nós Dois?”, além de projetos de humor – como “Nunca Se Sábado...” e “IMPROVISORAMA” – Festival Nacional de Improvisação Teatral. Em parceria com Moeller e Botelho produziu os Musicais “Um Violinista no Telhado”, “Todos os Musicais de Chico Buarque em 90 Minutos”, “Nine – Um Musical Felliniano” e “Beatles num Céu de Diamantes”.