The Soundtrackers dias 31 de março e 1 de abril no Bourbon Street

23 março 2017 |


Volta para o Futuro e Grease, de Elvis a Prince, todos na trilha sonora para dançar

As paixões por cinema e música fizeram com que nascesse em 2008 um espetáculo com o melhor da música pop do cinema hollywoodiano dos anos 50 até os dias atuais. Depois de uma parada estratégica de 6 meses, os Soundtrackers estão de volta com novos integrantes e surpresas no repertório. A data do retorno foi marcada: dia 4 de julho. No repertório, trilhas que vão dos anos 50 até os dias atuais, de Elvis a Guns N’ Roses, passando por Beatles, ABBA, Bee Gees, Simple Minds e Prince, pra citar só alguns.

“Como é comum no meio da música, depois de longos períodos na estrada todos queriam um tempo para descansar e cuidar dos projetos pessoais”, explica Rodrigo Rodrigues, idealizador da banda. “Mas já recrutamos novos integrantes e demos uma atualizada geral, vai ser muito bacana começar a nova fase no Bourbon, onde a galera se sente em casa”, finaliza o guitarrista.

A caracterização de personagens marcantes do cinema continua: Rodrigo Rodrigues, fã de “De Volta para o Futuro”, encarna Marty McFly versão 2015; a vocalista Claudia Gomes veste o tradicional figurino da Sandy, do Grease; Fábio Nogueira, também no vocal, é o clássico Blues Brother; Pedro Rangel, na bateria, curte a vida adoidado no melhor estilo Ferris Bueller e, nos teclados, Michel Membrive é o Tom Cruise em Top Gun. As novidades ficam por conta de Amauri Souza, o Tony Manero da Guitarra e Raffa Machado, que sobe ao palco trajado de Paul McCartney, direto de A Hard Day’s Night.

O CD com 14 faixas, lançado em 2010, continua disponível na iTunes Store e vende no mundo inteiro: EUA, Alemanha, Austrália, Itália, Japão, Inglaterra, Argentina, França, Espanha, Holanda, Grécia já compraram as versões da banda para os clássicos do cinema.

Local: Bourbon Street | Rua Dos Chanés, 127 – Moema – SP
Bilheteria Bourbon Street: Rua dos Chanés 194 – de 2ªf.a 6ª.f das 9h às 20h, sábado e feriado das 14h às 20h
Fone para reserva: (11) 5095-6100 (Seg. a sexta) das 10h às 18h
Data : 31 /03 e 01/4/2017 – sexta-feira e sábado
Horário: 00h00
Abertura da casa: 21h
Duração: 80 min. aproximadamente
Couvert Artistico: R$ 65,00 sexta-feira e R$ 75,00 sábado
Venda também pela Ingresso rápido - 11 4003 1212 - www.ingressorapido.com.br
Classificação indicativa : 18 anos e 16 anos acompanhado de responsável
Capacidade: 585 pessoas
Estacionamento/ Valet: R$ 25,00
Aceita todos os cartões de débito e crédito.
Acessibilidade motora
Ar condicionado.
Wi-Fi – solicitar senha na casa


Foto: Francis Farago

Projeto Black Beatles dia 22 de março no Bourbon Street

20 março 2017 |


A proposta do projeto Black Beatles tem como foco trazer o repertório do quarteto fantástico de Liverpool para o balanço “sambajazzfunky” da Banda Black Rio, com arranjos originais cunhados dentro de uma simbiose rara e única surgida durante os anos 1970 nos primeiros trabalhos desenvolvidos por este grupo.

A Banda Black Rio, já na sua origem, criou um estilo particular que mistura ritmos brasileiros com o jazz, o soul e o funky norte-americanos e que definiram um gênero musical perseguido por toda uma geração de bandas e artistas, até os dias de hoje, no Brasil e no mundo.

Com a mesma filosofia antropofágica da natureza estilística da Black Rio, nasce a ideia singular de William Magalhães, líder e mantenedor do legado da banda, de criar releituras para clássicos dos Beatles a partir da concepção arrojada das estruturas blackrianas.

O resultado foi estupendo. A obra dos Beatles reunida ao suingue brasileiro em elaborados naipes de metais e arranjos de cordas se encontraram com adequação ímpar e, ao mesmo tempo, numa forma musical muito sofisticada, palatável e de fácil assimilação aos mais diferentes ouvidos.

Finalmente, o intuito do projeto é uma união musical e cultural na qual fãs dos Beatles e da Banda Black Rio passem a conhecer e respeitar o trabalho de ambas as bandas em uma fusão única. Os sucessos imortais da principal banda pop de todos os tempos com o máximo da força da musica negra. Ou seja, puro vigor e espontaneidade na reunião de duas gemas musicais.

Com um extenso currículo e 5 discos de carreira lançados, sem contar as inúmeras compilações, a Banda Black Rio lançou o seu mais novo trabalho, Supernovasambafunk, com participações de grandes estrelas brasileiras tais como, Gilberto Gil, Caetano Veloso, Elsa Soares, Seu Jorge, entre outros parceiros da banda desde as suas origens.

O disco lançado na Europa rendeu uma turnê pelos principais centros culturais do velho mundo, Paris, Londres, Amsterdan, Lisboa, Antuérpia, e foi recebido de forma magnânima pelo publico e pela crítica especializada no mundo inteiro.

A idéia de realizar o projeto Black Beatles tem a mesma intenção do alcance internacional que a banda vem galgando, representando a cultura brasileira mundialmente, na sua mais alta qualidade e da melhor maneira que lhe convém.

O projeto Black Beatles conta com uma série de shows que pretendem chegar as principais cidades e capitais, onde a obra da Banda Black Rio já é reconhecida, visando fazer com que o máximo de pessoas tenham acesso a este trabalho que une duas culturas nobremente: a brasileira e a inglesa.

Local: Bourbon Street | Rua Dos Chanés, 127 – Moema – SP
Bilheteria Bourbon Street: Rua dos Chanés 194 – de 2ªf.a 6ª.f das 9h às 20h, sábado e feriado das 14h às 20h
Fone para reserva: (11) 5095-6100 (Seg. a sexta) das 10h às 18h
Data : 22/03/2017- quarta-feira
Horário: 21h30
Abertura da casa: 20h00
Duração: 70 min. aproximadamente
Couvert Artístico: R$ 50,00
Venda também pela Ingresso Rápido - 11 4003 1212 - www.ingressorapido.com.br
Classificação indicativa : 18 anos e 16 anos acompanhado de responsável
Capacidade: 585 pessoas
Estacionamento/ Valet: R$ 25,00
Aceita todos os cartões de débito e crédito.
Acessibilidade motora
Ar condicionado.
Wi-fi( solicitar senha na casa)


Foto: Divulgação


Com o tema “Novas Competências Docentes para o Século XXI” o Programa de Treinamento para Coordenadores Pedagógicos e Professores da Rede Salesiana Brasil de Escolas (RSB-Escolas), iniciado no Instituto Nossa Senhora da Glória - INSG/Castelo encerrou-se na última sexta-feira, dia 17.

Em parceria com duas Universidades da Finlândia: Tampere University of Applied Sciences (TAMK) e Häme University of Applied Sciences (HAMK), a formação foi marcada pela motivação como ferramenta para a construção de conhecimento e aprimoramento das competências docentes de forma colaborativa, envolvendo o uso de tecnologias.

Com início na segunda-feira, dia 13, o curso foi ministrado por dois educadores finlandeses Juha Lahtinen (da Tampere University of Applied Sciences - TAMK) e Irma Kunnari (da Häme University of Applied Sciences - HAMK) e ainda contou com a presença da diretora da RSB-Escolas, Ir. Adair Sberga. “A realização deste curso é um esforço conjunto de toda equipe da Rede Salesiana de Brasília. Agradecemos muito aos educadores finlandeses pelas pessoas que são, pois fizeram a diferença com acessibilidade e abertura para acolher a nossa realidade, que é diferente. Também quero agradecer a todos os professores e coordenadores pela participação, dedicação, empenho, seriedade e compromisso. Como apenas três escolas da rede vão sediaram o curso, agora contamos com todos os já formados aqui no INSG/Castelo para ampliar isso para as demais escolas”, explanou  Ir. Adair.

Por sua vez a diretora do INSG/Castelo, Ir. Carmelita Agrizzi, relembrou os ensinamentos de Dom Bosco. “O corpo docente é nossa continuação. Foi uma grande oportunidade de partilharmos conhecimento e essa prática deve ser contínua. Desde já nosso modo de ser enquanto educadores se torna diferente, com os olhos e ouvidos abertos para sempre aprimorarmos nosso conhecimento e nosso processo educacional”, pontuou Ir. Carmelita ao agradecer a participação de todos.

Já a gestora pedagógica, Cintia Manhães, ressaltou que “às vezes todo profissional precisa de algo que o motive novamente e esse momento no Colégio Castelo foi importante para fazer com que todos os educadores refletissem e resgatassem dentro de si sentimentos fundamentais para aprimorar a cada dia o seu trabalho”.

“Antes do início do curso estávamos cheios de expectativas e ansiedade. Durante a semana nós refletimos, pensamos, ouvimos muito e falamos. E a partir de agora nosso desejo é manter essas práticas de colaboração entre nós professores e equipe do Colégio Castelo, com foco na melhoria do ensino para os nossos alunos”, disse a professora Tatiana.

Ao final da formação os participantes cantaram a música “Oh Happy Day” em um grande coro, como uma mensagem final sobre o quanto é fundamental trabalhar em parceria e acreditar que com dedicação os desafios da construção do aprendizado de crianças e jovens podem ser ultrapassamos, tornando-os excelentes futuros profissionais.  
                       
Texto: Moira Paula
Foto: Paolla Itagiba




Show apresenta canções, causos, modinhas, adivinhas, simpatias e trava línguas em uma apresentação repleta de humor e poesia. Entrada franca.



Voltado para crianças, show evoca a memória afetiva dos adultos

No próximo dia 25 de março, sábado, às 16h30, o conjunto Caipirinhas e Caipirinhosapresenta o espetáculo infantil  Meu Pequeno Coração Caipira na Fundação Ema Klabin. O show celebra a cultura tradicional regional.

O repertório traz canções divertidas como “Mr. Eco” (Alvarenga e Ranchinho), “Tatu Na Toca’ (Pirapó e Cambará), “Romance Das Caveiras” (Jararaca e Ratinho), “O Casamento do Barnabé” (Barnabé), “Rosa” (domínio público) e composições próprias.
As canções são intercaladas por histórias, causos, contos de humor e assombração que prometem envolver as crianças como “O Causo da Mula”, “Os Porcos do Compadre” , “A Galinha Que Criava Um Ratinho” ,  “A Caveira e a Canjica” e a  “Velhinha do Cemitério”. A maior parte dessas narrativas foram tiradas do livro “Contos Populares de Piracicaba” e  de pesquisas realizadas pelo contador de histórias Giba Pedroza e pelo folclorista Cornélio Pires.
O grupo é formado pela  cantora e atriz Susana Salles, a instrumentista e cantora Simone Julian e o  arranjador André Bedurêe, com  participação especial do violeiro e contador de histórias Paulo Freire.  A direção do espetáculo é do pesquisador da cultura popular Giba Pedroza em parceria com Paulo Bira, responsável pelo premiado Cd infantil “Brasileirinhos” (indicado ao Grammy latino).
Apresentação especial: Caipirinhas e Caipirinhos - “Meu Pequeno Coração Caipira”
Horário: 16h30
Livre
Entrada Gratuita
180 lugares
Local: Fundação Ema Klabin  - Endereço:  Rua Portugal, 43, Jardim Europa, São Paulo  (11) 3897-3232
Não há estacionamento no local
Foto Marina Casagrande




Dia Internacional da Síndrome de Down

|


'Marcia Peltier Entrevista' Vanda Klabin na Rádio JB FM

17 março 2017 |



O Programa Marcia Peltier Entrevista na rádio JB FM traz  entre os dias 20 a 26 de março a reprise da  conversa  com uma das maiores especialistas no mercado de artes plásticas do país: a historiadora e curadora de arte Vanda Klabin.


Durante o bate papo  com Marcia Peltier,ela fala sobre o mercado de arte no país,o que define a arte de qualidade,anuncia as mostras que está organizando com obras dos artistas Daniel Feingold e Lucia Vilaseca,comenta o livro que organiza sobre o artista plástico Antonio Bokel e  explica  a sala de jantar que montou na Casa Cor Rio com o tema ‘’Erotismo’’.


Você não pode perder Vanda Klabin  no Marcia Peltier Entrevista na  rádio JB FM  (99.9) ,em duas edições diárias: de segunda à sexta , pela manhã às 7h50 e à noite às 18h15,dentro do Painel JB.


E aos sábados e domingos pela manhã às 10h e à noite às 18h


Foto : Claudia Garcia  Gavazza



A Fundação Ema Klabin realiza no próximo dia 25 de março, sábado,  das 11h às 13h, a palestra Imagens de satélite e mapas socioambientais no (re) conhecimento do ambiente, que será ministrada pela socióloga Vânia Maria Nunes dos Santos.
Neste encontro serão apresentados conceitos e recursos cartográficos e serão mostrados como o uso integrado de mapas, fotografias aéreas e imagens de satélite contribuem para a sustentabilidade. 
Será proposta uma ação aos participantes de levantamento de informações e (re) conhecimento do lugar/ambiente, com a utilização de mapas de uma região metropolitana de São Paulo.
Vânia Maria Nunes dos Santos é socióloga com pós-doutorado em Educação e em Ciência Ambiental pela USP, doutora em Geociências pela Unicamp. Professora do Programa de Pós-Graduação em Ensino e História de Ciências da Terra do Instituto de Geociências da Unicamp. Pesquisadora do LAPPES e GovAmb-IEE-USP.
Palestra: Imagens de satélite e mapas socioambientais no (re) conhecimento do ambiente – com Vânia Maria Nunes dos Santos
Data: 25 de março (sábado)
Horário: 11h às 13h
Gratuita
30 vagas
Informações e/ou inscrições pelo site: http://emaklabin.org.br/imagens-de-satelite-e-mapas-socioambientais/ ou pelo tel: (11) 3897-3232
Local: Fundação Ema Klabin  - Endereço:  Rua Portugal, 43, Jardim Europa, São Paulo 
Não há estacionamento no local


Foto: Divulgação

‘Marcia Peltier Entrevista’ Carlinhos Vergueiro, em reprise

|


O programa Marcia Peltier Entrevista da próxima terça-feira, 21 de março,reprisa a  conversa com um dos grandes nomes da música brasileira:o cantor, compositor e produtor  musical Carlinhos Vergueiro.

Ele tem mais de 40 anos de carreira. Já foi parceiro de pesos pesados da MPB como Chico Buarque,Vinícius de Moraes e Paulinho da Viola.E começou cedo na música.

Carlinhos,com que idade você começou a tocar?

‘’Com 14 anos eu já me apresentava na noite. Meu pai também era boêmio,então
facilitou’’,brinca.

É verdade que você chegou a trabalhar no mercado financeiro?

‘’Sim,comecei a atuar na Bola de Valores de São Paulo.Mas não tinha nada a ver...logo larguei aquilo e fui me dedicar à música’’,conta.

Você é um admirador da obra de Nelson Gonçalves?

‘’Isso..tenho feito shows em homenagem a esse grande cantor’’,comenta.

E você tem uma filha,a Dora Vergueiro,que também é cantora não é?

‘’Exato.Já fizemos até apresentações juntos.Eu gostaria de sambar como ela sabe sambar’’,diz(rindo).

No programa,Carlinhos fala ainda do que faz para manter a forma e também revela a história deliciosa da parceria com Adoniran Barbosa na música ‘’Torresmo à Milanesa’’.


 Você não pode perder Carlinhos Vergueiro  no Marcia Peltier Entrevista,direto do Belmond Copacabana Palace na próxima terça,às 23h na CNT.


Foto: Divulgação

Exposição Caio Graffiti acontece em Búzios

|



Como finalização do Projeto Arte Além dos Muros Escolares, a Prefeitura de Búzios, através do Colégio Municipal Paulo Freire e a Coordenação de Arte e Cultura e com o Rotary Club, oferece à população a exposição Caio Graffiti.

A exposição inicia nesta sexta-feira, dia 17 de março e vai até o dia 11 de abril. Os horários são: de terça a quinta-feira, das 8h às 17h, as sextas e sábados, das 17h às 21h e aos domingos, das 16h às 20h.

O Projeto Arte Além dos Muros Escolares teve como objetivo contribuir para o desenvolvimento de competências e habilidades dos jovens no exercício da cidadania, discutido sobre as pinturas, as pichações nos muros das escolas e seu entorno.  Neste foi apresentado às técnicas da manifestação do grafite e a arte urbana da atualidade. Foi estudada a oportunidade de construir valores estéticos que podem despoluir visualmente nossa cidade e oportunizar as intervenções do artista local no patrimônio público cultural.

Nascido na década de 1970, na periferia de Nova York, o Grafite fazia parte do Hip Hop, de movimentos culturais que envolviam música e a dança. Essa forma de expressão se espalhou pelo mundo nas ruas dos centros urbanos, decorando e transformando os espaços urbanos.

O grafite era considerado sinônimo de pichação e não ganhava espaço nas discussões sobre arte, porém há pouco tempo ganhou outro olhar.

A qualidade estética de artistas que começaram sua carreira grafitando, como o americano Jean-Michel Basquiat, chamou a atenção de historiadores e curadores de museus, que passaram a inserir obras deles em algumas exposições. É possível perceber semelhanças entre pichação e grafite, que além de ambos usarem tinta látex ou spray para pintar, têm como suporte os muros ou paredes, e temas mais comuns do cotidiano.

No grafite as técnicas são mais apuradas e exploram efeitos e cores que a pichação não permite. Além dos grafiteiros Os gêmeos, dois irmãos que fazem sucesso no mundo todo, outros nomes também fazem partedo cenário atual brasileiro, sendo referências dessa arte, como Carlos Dias, Daniel Melim, Kobra, TitiFreak e Zezão. 

O projeto iniciou com os alunos do Colégio Municipal Paulo Freire de Armação dos Búzios, estendendo-se ao Ensino Fundamental II. O projeto que propõe grafitar além dos muros escolares trouxe para a juventude a possibilidade de desenvolver a autonomia através da Arte Urbana Contemporânea.


Foto: Divulgação

Carmen Monarcha lança CD 'Amore' no Teatro Eva Hertz, em SP

16 março 2017 |


Amore, novo projeto da soprano brasileira Carmen Monarcha, traz uma assinatura especial de arranjos orquestrais e releituras de clássicos do repertório erudito e popular de diferentes nacionalidades.

Lançamento do CD, estreia da artista assinando a produção musical de um projeto e que tem o maestro Renato Misiuk à frente da Orquestra Allegro, será dia 1 de abrilàs 14h, com pocket show e sessão de autógrafos, no Tetro Eva Herz da Livraria Cultura, no Conjunto Nacional, em São Paulo. 

No disco Amore o estilo Cross Over (junção de dois ou mais gêneros) está estampado em interpretações da premiada soprano brasileira, que dá a cada música o traço forte  de sua personalidade artística. Em meio a árias de ópera conhecidas de seu repertório internacional, Carmen imprime nova vida a clássicos do repertório nacional, como “Monte Castelo”, de Renato Russo, e “Carinhoso”, hino de Pixinguinha em arranjos orquestrais inéditos.

O drama e a sensualidade latina estão exaltados nas interpretações da artista de “El Dia Que Me Quieras”, “Hymne A L’amour” e “Caruso”. Há, ainda, mensagens de conforto em meio a tantas agruras do cotidiano nas releituras de versões como “You’ll Never Walk Alone” e “You Raise Me Up”. Na clássica ária “Habanera”, de G. Bizet, Carmen dá roupagem particular à alma cigana com a participação especial do Trio Titanium.

Amore traz as participações especiais da soprano australiana Mirusia e do tenor brasileiro, radicado em Mônaco, Thiago Arancam, comprovando que não há barreiras que a música não possa transpor, unindo seu público nacional e internacional em um só sentimento.

O projeto atual de Carmen Monarcha inicia parceria com o maestro Renato Misiuk, à frente da Orquestra Allegro, com arranjos orquestrais do jovem compositor brasileiro Daniel Bondaczuk, hoje ligado diretamente a Nashville, nos Estados Unidos. Há, ainda parcerias antigas com o violonista Dino Barione. Ao piano e assinando os arranjos de “Caruso” e “Make Someone Happy” está o premiado pianista Miguel Briamonte. E as participações musicais de Mirusia e Thiago Arancam. 

Sobre CARMEN MONARCHA

Soprano brasileira de personalidade artística marcante, ganhou fama internacional como solista de André Rieu & Johann Strauss Orquestra. Formou-se em Solo Singing Performance no Conservatorium van Hogeschool Maastricht, na Holanda por meio de bolsa de estudo do Instituto Vitae, e aperfeiçoou-se posteriormente na Alemanha e Áustria. Durante sua carreira ganhou vários prêmios, como o Concurso Internacional de Canto Bidu Sayão e Jovens Solistas da Petrobras. Tem participação ativa nas temporadas e festivais de ópera no Brasil e América do Sul, especialmente Colômbia, Rio de Janeiro, Belém, Belo Horizonte, Manaus e São Paulo. Dividir o palco com André Rieu lhe proporcionou o reconhecimento de público e da mídia internacional, ao mesmo tempo que a presenteou com a chance de tocar o coração do público com sua voz e carisma, fazendo turnês por toda a Europa, América do Norte, México, Japão, Coreia, Austrália, Nova Zelândia e África do Sul, apresentou-se em célebres halls como o Walbüne/ Berlim, Semper Oper em Dresden, International Forum Hall/Tokyo, Stade de France/Paris, Fox Theater em Saint Louis e Detroit e O2 Arena em Londres. Em 2004 o DVD "Romantic Paradise", com sua primeira participação ao lado do maestro Rieu, foi indicado ao prêmio "Rose d'Or" em Montreal/Canada; em 2008 teve papel de destaque em sua turnê  "World Stadium Tour", que quebrou todos os recordes como maior palco, elenco e ficha técnica na história da indústria da música, apresentando-se para quase 300 mil pessoas na Austrália. Neste mesmo ano, trabalhou sob a direção de Roger Waters na primeira produção da versão integral de sua Pop Ópera "Ça Ira". Em 2012, celebrou o grande sucesso de 30 apresentações juntamente com a Orquestra de André Rieu em seu próprio País, onde foi aclamada por mais de 234 mil pessoas no Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo. Em 2014, lançou pela sua pprópria empresa Monarcha Produções o DVD "Carmen Monarcha", trabalhando sob a direção musical e produção dopianista Miguel Briamonte; e formou o duo com o pianista Daniel Gonçalves, no intuito de divulgar a música de câmara nacional e internacional em seus recitais pelo Brasil. Em 2015 levou seu show: Essas Mulheres para o palco do Teatro Guggenheim em Nova York. No entanto, é no cenário do Show Biz que Carmen encontra o espaço ideal para explorar toda a sua versatilidade, divulgando a música clássica e grandes clássicos da música brasileira, através de suas interpretações marcantes.


Repertório CD

            •          Monte Castelo (Renato Russo)

            •          O Mio Babbino Caro (Giacomo Puccini)

            •          Hymne a L’amour (Edith Piaf & Marguerite Monnot)

            •          El Dia Que Me Quieras (Carlos Gardel & Alfredo Le Pera)

            •          Mi Mancherai (Luis Enrique Bacalov, trilha do filme Il postinho, featuring Thiago Arancam)

            •          Habanera (G.Bizet, featuring Trio Titanium)

            •          Song To The Moon (A. Dvorak)

            •          You Raise Me Up (Rolf Loveland e Brendan Graham)

            •          You´ll Never Walk Alone (Richard Rodgers)

            •          Caruso (Lucio Dalla)

            •          Make Someone Háppy (Jule Styne)

            •          Carinhoso (Pixinguinha)


   
Ficha técnica CD

Direção artistica: Carmen Monarcha

Direção musical: maestro Renato Misiuk

Produção musical: Carmen Monarcha

Produção executiva: Monarcha Produções

Arranjos: Daniel Bondaczuk, Dino Barione e Miguel Briamonte

Orquestra Allegro

Violão: Dino Barione

Acordeon: Gabriel Levy

Violino solo: Simplício Soares

Piano: Miguel Briamonte e Daniel Bondaczuk

Baixo acústico jazz: Renato Loyola

Bateria jazz: Edson Ghilardi

Estúdio: Bocaina 72 Som & Imagem

Mixagem e Masterização: Cia do Gato

Edição: Gustavo do Vale e José Luiz Costa

Projeto gráfico: Lumidea Design

Foto capa : Leandro Ramos

Distribuição : Tratore

Disponível nas plataformas digitais :







Preço na Livraria Cultura: R$ 29,90


Veja e siga

Canal do youtube – Carmen Monarcha: https://www.youtube.com/channel/UCsCggxqpu9vVBGYKRlAU95wFacebook: Carmen Monarcha Oficial


Lançamento Teatro Eva Herz- Livraria Cultura

Data: 01/04/2017 - sábado

Local: AV. Paulista, 2073 – 10. Andar- Fone 31704059

Horário: 14h

Capacidade:168 lugares

Duração: 40 min. aproximadamente

Classificação indicativa : Livre


Foto: Leandro Ramos