Tucuns terá shows todas as noites durante o carnaval, em Búzios

23 fevereiro 2017 |

O carnaval de Búzios, este ano, não terá apenas os blocos para animar os foliões. Durante quatro dias a folia será total em Tucuns, sempre a partir das 21h. O evento tem o apoio da prefeitura da cidade, que, nesta quinta-feira, definiu a programação dos quatro dias:

Sábado - 25/02 - João e Fabrício
Domingo - 26/02 - Lance Maneiro e Mineirinhos
Segunda-feira - 27/02 - Corda Solta
Terça-feira - 28/02 - Banda Rabuja

Também no domingo, dia 26, a partir das 17h, haverá matinê na Praça Santos Dumont, no centro da cidade.  

Veja a programação:



 

Bolero Freak na Casa Matahari Mariposa, em SP

22 fevereiro 2017 |


Banda se apresenta pela primeira vez na casa e recheia o repertório até com músicas carnavalescas
A Casa Matahari Mariposa, no bairro do Ipiranga, em São Paulo, recebe a Banda Bolero Freak pela primeira vez e o show será neste sábado de Carnaval, 25. Composta por Daniel Lotoy (voz e teclado), Renato Leite (baixo), Evandro Ferreira (violão e guitarra) e Abner Paul (bateria e percussão), a banda leva ao público um show dançante, alternando entre vários estilos que combinam, entre outras surpresas, Caetano Veloso, Gilberto Gil, Carlinhos Brown e Djavan.

Inspirado no tropicalismo, que também tinha o propósito de combinar diversos estilos musicais, alheio a preconceitos, o show da Bolero Freak é bastante eclético e voltado para quem gosta – ou não – de carnaval. Com o intuito de não deixar ninguém parado, a banda usa e abusa das misturas entre a música brasileira e o funk americano, por exemplo, reinventando ritmos e misturando canções que, musicalmente, conversam entre si.

O projeto, que nasceu no final do ano passado, já é bem aceito pelo público, principalmente por contar com um quê de nostalgia em suas excêntricas combinações. “Xibom Bombom” (As Meninas) e “Knockin’ on Heaven’s Door” (Bob Dylan), “Billie Jean” (Michael Jackson) e “Odara” (Caetano Veloso), são exemplos de alguns hits que podem ser ouvidos em uma nova versão na playlist do projeto. Para este show, o repertório especial ainda está recheado com muito samba, groove, forró, axé e baião.

Os ingressos para curtir a banda neste sábado custam R$10,00 e podem ser adquiridos no próprio local; a Bolero Freak sobe ao palco a partir da meia-noite.

Sobre a banda

Velhos conhecidos em torno da música, Daniel Lotoy, Renato Leite, Evandro Ferreira e Abner Paul uniram-se no fim de 2016 para lançar a banda ‘Bolero Freak’, que estreou em dezembro com apresentações no Espaço Parlapatões e na Praça da República, em São Paulo. Paralelamente, cada um mantém uma agitada carreira individual.

Nascido em Campinas, Daniel Lotoy começou a cantar aos 12 anos, mesmo período em que ingressou nas aulas de canto. Três anos depois, já fazia shows pelo interior. Mudou-se para São Paulo aos 17 anos e o deslumbramento com a cidade deu vida às suas composições – a maioria autobiográfica. Graduado em música pela FASM, é habilitado em Canto Popular e, recentemente, lançou seu primeiro trabalho autoral, o EP ‘Entreatos’. Além de cantor e compositor, Lotoy é professor de canto e mantém um canal no Youtube onde, além de exibir seus clipes e músicas, publica vídeos didáticos e explicativos com dicas de canto aos iniciantes na área.

Músico graduado Bacharel pela Faculdade Santa Marcelina e tecnólogo pela Faculdade Internacional Souza Lima & Berklee, Abner Paul é integrante e idealizador do Trio Corá, projeto autoral de música instrumental brasileira, e Monã, projeto autoral de canções. Além de professor, atuou como baterista, violonista e/ou arranjador com diversos artistas, e integrou a orquestra de vários espetáculos, como Urinal – O Musical, Chaplin – O Musical, We Will Rock You – O Musical, Antes Tarde do que Nunca – O Musical, Crazy For You – O Musical, entre outros.

Evandro Ferreira é professor de violão popular e guitarra, em São Paulo, com formação em violão popular pela Faculdade de Artes Alcântara Machado (FAAM). Iniciou seus estudos musicais no canto aos nove anos e no violão, aos 11. Ex-integrante da banda Wally Gator, atualmente trabalha como freelancer (acompanhando diversos artistas de diversos estilos musicais).

Motivado pelo baixista Steve Harris, do Iron Maiden, Renato Leite começou sua história na música aos 15 anos, tocando as linhas de baixo nas quatro cordas mais graves do violão. Um ano depois, já com um baixo em mãos, passou por bandas que tocavam de pop rock a heavy metal. Formado em música popular pela Faculdade Santa Marcelina e pós-graduado, também em música popular, pela FACCAMP, Renato já dividiu o palco com grandes nomes do cenário musical, nos mais diversos estilos musicais.

Bolero Freak na Casa Matahari Mariposa
Data e Hora: Sábado, 25 de fevereiro, às 0h
Local: Rua Silva Bueno 729, Ipiranga – São Paulo
Entrada: R$10,00
Mais Informações: (11) 98480-0692 ou pelo Facebook (@CasaMatahariSoul)


Foto: Divulgação

Como conquistar um grande amor

|


Por Flávio Melo Ribeiro

Lição 3 - Iniciativa

Nos artigos dessa série - COMO CONQUISTAR UM GRANDE AMOR - já vimos a importância do comprometimento e da ética. Hoje será abordada a importância da iniciativa. No caso de um relacionamento amoroso é fundamental que haja muita conversa, que se conheça a outra pessoa, para que as iniciativas sejam benéficas e bem aceitas. A iniciativa pode estar presente na organização de um lazer, de uma tarefa da casa, enfrentamento de um problema, busca pela sexualidade, de afeto e de cuidar de si próprio, desde que reflita positivamente nos dois.

É bastante agradável estar convivendo com alguém que toma a iniciativa, que não fique na dependência do que você programa. Claro que é possível estar sem ideias, ou mesmo cansado e querer que o outro tome a iniciativa. Porém não se esqueça que isso não lhe dá o direito de ficar na expectativa que o outro sempre vá organizar a vida de vocês dois, pois isto será cobrado mais adiante. Ter iniciativa é se mostrar vivo, disposto. E essa energia, quando bem trabalhada, empolga quem está ao lado. Atrai!

A iniciativa é a base para conquistar qualquer coisa. Nesse sentido é primário pensar no que deve ser feito para alcançar o que se deseja. Pois esta é a melhor forma de se prever o futuro, que é construindo-o. No entanto, a iniciativa, com o passar do tempo, é negligenciada e, posteriormente, vem as reclamações de que a pessoa com quem se relaciona está distante, fria, que dá mais importância às outras pessoas etc. Porém quando questionado se há um cuidado em dar um beijo de bom dia, fazer um agrado, falar o quanto gosta, elogiar, agradar; a resposta vem negativa. O segredo de conseguir algo do outro é oferecendo o que se quer. Quer atenção, apresente a iniciativa de ser você atencioso ao outro. Quer carinho, seja carinhoso. Gosta de passear, organize passeios e convide. Gosta de sexo e quer ter uma vida sexualmente ativa, cuide do seu corpo, da sua postura, roupa, em resumo, seja atraente ao outro; dê segurança demonstrando o quanto gosta de fazer amor com quem você se relaciona. Seja a pessoa que o outro sonha e você sempre será desejado. Isso tudo é essencial e fácil de fazer. Difícil é conviver sem afeto, sem atenção, sem carinho, com escassez de sexo e percebendo que é desprezado. Conquistar um grande amor é diário e contínuo. Comprometimento, ética e iniciativa são suficientes para conquistar um grande amor? Não, semana que vem abordarei a “criatividade”.

Psicólogo Flávio Melo Ribeiro
CRP12/00449


A Viver – Atividades em Psicologia desenvolveu programas psicoterapêuticos que possibilitam ser trabalhados em grupos e individual.
flavioviver@gmail.com (48) 9921-8811 (48) 3223-4386
Página no Facebook: Viver – Atividades em Psicologia

Canal no Youtube: Flávio Melo Ribeiro

Cruz Vermelha realizará ações na Praia dos Cavaleiros, em Macaé

|

Durante todos os dias de Carnaval, a Cruz Vermelha Macaé irá apoiar o Corpo de Bombeiros com diversas ações no orla da Praia dos Cavaleiros. A iniciativa acontecerá das 8h às 17h, entre os postos um e dois. Serão oferecidos auxílio aos primeiros socorros, distribuição de protetor solar, identificação de crianças com pulseira, aferição de pressão, além de conscientização sobre o combate ao Aedes aegypti.

O objetivo é proporcionar maior segurança e informação aos banhistas e frequentadores das praias neste período de folia.

A Cruz Vermelha Brasileira é uma das 190 Sociedades Nacionais que compõem o Movimento Internacional de Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho, fundada em 5 de dezembro de 1908. É uma associação civil, sem fins lucrativos, de natureza filantrópica, independente, declarada pelo governo brasileiro de utilidade pública internacional, de socorro voluntário, auxiliar dos poderes públicos e, em particular, dos serviços militares de saúde. 


Marcelo Marrom apresenta 'Juro que é Verdade' aos sábados, no Teatro Folha

21 fevereiro 2017 |


Vida do ator contada com muito humor, além de apresentar o quadro “Música por Encomenda”

O humorista Marcelo Marrom prorroga temporada do espetáculo “Juro que é Verdade” no Teatro Folha, em sessões que acontecerão aos sábados, meia-noite, durante os meses de março e abril.
Marcelo Marrom conta um pouco da sua história pessoal, dividida em quatro décadas, transformando em piada sua trajetória desde a infância até hoje. Apelidos de infância, traumas, alegrias, relacionamentos, conquistas, sucessos e fracassos são alguns dos temas abordados.
O espetáculo apresenta o quadro “Música Por Encomenda”, que ficou conhecido em apresentações no programa global Altas Horas. Neste quadro, Marrom improvisa sobre temas sugeridos pela plateia e tudo pode acontecer. Ele faz estas performances tocando violão e ukulele.

Sobre Marcelo Marrom

Um dos principais nomes da comédia brasileira com seu humor leve e despretensioso. Sua carreira começou há pouco mais de nove anos quando passou a integrar a Cia de Humor Deznecessários, mas ficou conhecido do grande público quando entrou para o elenco do programa Altas Horas, na Rede Globo, fazendo o quadro "Música Por Encomenda”.
Depois de três anos na TV Globo, Marrom partiu para uma empreitada maior ainda, dessa vez no Multishow apresentando o programa “Queimando a Roda”, uma sátira bem humorada do programa “Roda Viva”. Atualmente está no Multishow como jurado do "Prêmio Multishow de Humor" e acaba de fazer a primeira temporada do programa "Tá Rindo do Quê?", ao lado de Rafinha Bastos.  
Sucesso também no teatro, Marcelo Marrom atuou recentemente nos espetáculos “Comédia em Preto & Branco”, “0300 Pra Salvar Seu Casamento”, “Preto Combina Com Tudo” e “Confissões de Um Quarentão”, todos com textos de sua autoria.

FICHA TÉCNICA

Ator, autor e diretor – Marcelo Marrom
Produção - Marcelo Serdeira
Empresários - Alexandre Paiva e Fabiana Rebizzi

“Juro que é Verdade”
Local: Teatro Folha
Reestreia: 04 de março de 2017
Temporada: até 29 de abril de 2017
Apresentações: sábado, meia-noite
Ingresso: R$40,00 (setor 2) e R$50,00 (setor 1)
Duração: 55 minutos
Classificação indicativa: 16 anos 
*Valores referentes a ingressos inteiros. Meia-entrada disponível em todas as sessões e setores de acordo com a legislação.

TEATRO FOLHA 

Shopping Pátio Higienópolis - Av. Higienópolis, 618 / Terraço / tel.: (11) 3823-2323 - Televendas: (11) / 3823 2423 / 3823 2737 / 3823 2323 Site: www.teatrofolha.com.br 
Vendas por telefone e internet/ Capacidade: 305 lugares / Não aceita cheques / Aceita os cartões de crédito: todos da Mastercard, Redecard, Visa, Visa Electron e Amex / Estudantes e pessoas com 60 anos ou mais têm os descontos legais / Clube Folha 50% desconto / 50% de desconto para funcionários e clientes do Cartão Renner. Horário de funcionamento da bilheteria: de terça a quinta, das 15h às 21h; sexta, das 15h às 00h; sábado, das 12h às 00h; e domingo, das 12h às 19h / Acesso para cadeirantes / Ar-condicionado / Estacionamento do Shopping: R$ 14,00 (primeiras duas horas) / Venda de espetáculos para grupos e escolas: (11) 3113-3215 / 97628-4993 / Patrocínio do Teatro Folha: Folha de S.Paulo, CSN, LG, Privalia, Nova Chevrolet, Wickbold, Owens, Teleperformance e Grupo Pro Security. 

SOBRE A CONTEÚDO TEATRAL 

O grupo empresarial paulista Conteúdo Teatral atua há mais de quinze anos em duas vertentes: gestão de salas de espaços e produção de espetáculos. Como gestora é responsável pela operação do Teatro Folha, no Shopping Pátio Higienópolis, com direção artística de Isser Korik e direção comercial de Léo Steinbruch, programando espetáculos para temporada em regime de coprodução. No período de atuação a empresa soma mais de 2 milhões de espectadores. 

Como produtora de espetáculos, viabilizou dezenas de peças, como “Gata Borralheira”, “O Grande Inimigo”, “Os Saltimbancos”, A Pequena Sereia”, Grandes Pequeninos”,  “Branca de Neve e os Sete Anões”, “A Cigarra e a Formiga”, “Cinderela” e “Chapeuzinho Vermelho” para as crianças. Para os adultos foram realizadas, entre outras montagens, “A Minha Primeira Vez”, “Os Sete Gatinhos”, “O Estrangeiro”, Senhoras e Senhores”, “O Dia que Raptaram o Papa”, “E o Vento Não Levou”, “Equus” a trilogia “Enquanto Isso...”, além de projetos de humor – como “Nunca Se Sábado...” e “IMPROVISORAMA” – Festival Nacional de Improvisação Teatral. Em parceria com Moeller e Botelho produziu os Musicais “Um Violinista no Telhado”, “Todos os Musicais de Chico Buarque em 90 Minutos”, “Nine – Um Musical Felliniano” e “Beatles num Céu de Diamantes”.

Foto: Divulgação


Camila Silva participa de ensaio de rua da 'Mocidade', no RJ

|


Camila Silva participou, ontem, do ensaio de rua da Mocidade Independente de Padre Miguel, no Rio de Janeiro. A atriz emagreceu 3 kg com a rotina do carnaval se dividindo entre Rio e São Paulo. A morena é, realmente, uma Rainha!



Fotos: Daniel Pinheiro/AgNews



Marcia Peltier Entrevista Edson de Godoy Bueno

|


O programa Marcia Peltier Entrevista dessa terça-feira,21 de fevereiro, presta uma última homenagem a um dos maiores visionários e empreendedores brasileiros:Edson de Godoy Bueno,fundador do grupo Amil,que faleceu na semana passada,vítima de um infarto.

Nessa entrevista,gravada em 2009,Edson comentava como era comandar  o maior grupo de medicina privada do país. Falou dos desafios que encarou  no início da vida:foi engraxate, trabalhou carregando tijolos e chegou a repetir de ano várias vezes na escola. Mas, a paciência e a persistência fizeram com que ele encarasse e vencesse os obstáculos.


Conseguiu se formar em Medicina, comprou uma clínica, foi estudar em Harvard sem entender nada de inglês e se tornou um dos mais bem sucedidos empresários brasileiros.

Você não pode perder a reprise de Edson de Godoy Bueno no Marcia Peltier Entrevista,nessa terça às 23h na CNT.

Fotos: Divulgação


Aula inaugural da Guarda Mirim, em Búzios

|


A Guarda Mirim Municipal de Armação dos Búzios (RJ) já é uma realidade. As aulas estão sendo realizadas no Instituto de Educação e Formação Integral Judith Gonçalves (Inefi), na Rasa, em dois turnos, as segundas e quartas-feiras, das 8h40 às 10h20 e, à tarde, das 14h40 às 16h20. A aula inaugural foi na última segunda-feira. O curso terá duração de um ano. Ética e Cidadania, Prevenção Primária ao Uso de Drogas, Educação e Segurança para o Trânsito, Ordem Unida, Natação, Educação Física e Primeiros Socorros são a disciplinas.


Foto: Divulgação

A comédia 'As Mona Lisas' dá descontão no domingo de carnaval!

|


Com novo elenco, a comédia que está em cartaz há 14 anos, reestreou dia 15 de Janeiro no teatro Ruth Escobar, sala Dina Sfat, para temporada até dia 26 de Março.
A comédia é também de utilidade pública e avisa que, nesse verão, é preciso ter cuidado com a dengue e demais pragas, através do hilário agente de saúde Jefferson que ensina como matar os “bichinhos”!
Com texto de Wilson Coca e direção de Sebastião Apolônio, o público vai se divertir com a história de três “gays divertidos”, Kaká (Cássio Valero) um cabeleireiro, Mark (Alexandre Luz) um bancário, e Haroldo (Raul Mesquita) um figurinista de TV que dividem um apartamento onde tudo, mas tudo mesmo pode acontecer.... Tem, ainda, a Luiza (Viviane Esteves), que se apaixona por Klaus (Kleber Lopes, ator da A Praça é nossa, SBT), um rapaz que é mimado pelos três gays.
O tumulto se instala quando dona Ravena, mãe de Kaká, que desconhece a homossexualidade do filho, vai visitá-lo.

Ficha Técnica:
Texto: Wilson Coca; Direção: Sebastião Apolônio.
Músicas e letras: Wilson Coca; Cenário: Paulo Rollo; Som e luz: Sally Crow.

AS MONA LISAS
Todos os domingos, 19h30
Temporada: 15 de Janeiro a 26 de Março.
Teatro Ruth Escobar – Sala Dina Sfat, 390 lugares.
Rua dos Ingleses, 209 – Bela Vista
Tempo: 90 min.
Bilheteria de quinta a domingo após 14h.
Tel. 3289-2358
Preço: R$60,00
No dia 26/2, domingo de carnaval, preço único: R$25,00
Serviço de Valet
Ar condicionado
Acesso para portadores de deficiência
Recomendado para maiores de 14 anos

Foto: Divulgação


Produtora Conteúdo Teatral apresenta versão brasileira de “El Crédito”, do espanhol Jordi Galceran

A comédia “O Empréstimo”, de Jordi Galceran, estreia dia 03 de março no Teatro Folha e tem no elenco os atores André Mattos e Leonardo Miggiorin, sob a direção de Isser Korik.
A peça traz situações hilárias que beiram o absurdo. Tudo acontece na sala do gerente de um banco, quando atende um homem desesperado em obter um empréstimo absolutamente necessário para seguir com a sua vida. O possível cliente não tem garantias nem propriedades. Oferece apenas a sua palavra de honra para o banco, o que coloca o gerente em uma situação delicada. O resultado deste conflito é um dinâmico e engraçado diálogo, que leva as personagens a um caminho inesperado, contagiando o espectador do início ao final do espetáculo.

O homem desconhecido usará todas suas possíveis cartadas para conseguir o empréstimo, cujas intenções nada ortodoxas levam o gerente ao desespero.

O texto “El Crédito” (O Empréstimo) é de Jordi Galceran, o mesmo autor de “O Método Grönholm”, já encenado no Brasil com o ator Lázaro Ramos. O diretor Isser Korik diz que o texto “O Empréstimo” lhe chamou a atenção pela atualidade da história. A crise econômica no Brasil como em todo o mundo tornou comum a necessidade de, em algum momento, as pessoas solicitarem empréstimos a uma instituição financeira. Mas o que na peça surpreende é o argumento que o cliente encontra para convencer o gerente a conceder os recursos.

“El Crédito” faz sucesso por onde passa e já pode ser considerada uma das peças de Galceran com maior número de montagens. O texto já foi encenado na Espanha (Madri, Barcelona, Galícia, País Basco, Valença), Hungria, Itália, Áustria, Alemanha, Grécia, Turquia, Bulgária, Estônia, Suíça, Polônia, Romênia, Finlândia, Peru, Chile, Costa Rica, Venezuela, Colômbia, Porto Rico, Argentina, Uruguai, México e Estados Unidos. O texto foi publicado pela Ediciones Antígona

Isser Korik conta que a encenação dá total foco aos atores e ao texto. “Temos um texto muito bem escrito e excelentes atores. Não há necessidade de muitos recursos de cenário ou qualquer efeito visual. O mais importante é desenvolver o jogo na atuação de André Mattos e Leonardo Miggiorin. Eles são atores de gerações diferentes e cada um carrega influências diversas. Cada um tem seu estilo e por isso decidi trabalhar com este contraste, inclusive energético”, explica.

O ator André Mattos conta que se interessou pelo projeto imediatamente após a leitura do texto. “Gosto porque é comédia bastante contemporânea. O texto mostra o conflito entre o indivíduo e a instituição financeira. Antigamente a palavra era valorizada. Hoje a palavra não vale nada. Minha personagem não é o banqueiro, é um homem que tem o poder de tomar decisões. Mas ele está amarrado a uma série de regulamentos que determinam e limitam o seu poder”, comenta o ator que atualmente mora em Los Angeles e voltou ao Brasil especialmente para fazer “O Empréstimo”; gravar “Belaventura”, próxima novela da TV Record; e divulgar quatro longas-metragens: “O Nome da Morte”, de Henrique Goldman; “Divórcio 190”, de Pedro Amorim; “Aconteceu na Quarta-feira”, de Domingos Oliveira; e “Ninguém Entra, Ninguém Sai”, de Hsu Chien.

Leonardo Miggiorin, que vive o cliente do banco, diz que encontra no texto todos os ingredientes para fazer uma comédia ágil e muito inteligente. “O início do texto apresenta uma situação engraçada. Depois a peça vai mostrando aspectos das personagens, como, as diferenças sociais e o sentimento de impotência do indivíduo diante da força institucional. Todas as informações vão entrando na peça para valorizar ainda mais o efeito cômico”, diz.

SOBRE O ELENCO

ANDRÉ MATTOS - ator contratado da Rede Record de Televisão desde 2005, depois de uma passagem de 12 anos pela Rede Globo. Atua profissionalmente em teatro, televisão e cinema desde 1984. Recentemente participou da série “Narcos”, da Netflix, com direção de José Padilha.

Em 2011 recebeu o Grande Prêmio do Cinema Brasileiro como ator em papel coadjuvante pelo filme “Tropa de Elite 2”, de José Padilha. 

O ator participou de 18 filmes, 53 espetáculos teatrais e mais de 17 novelas e séries. Cursou em North Yorkshire, na Inglaterra, a ARTTS International - Advanced Residential Theatre  and  Television  Skilcentre, nas áreas de televisão, cinema, teatro e vídeo.

Já recebeu o Troféu Super Cap de Ouro, concedido aos que mais se destacaram em diversos setores e atividades. Recebeu vários prêmios, entre eles, o de melhor ator em papel coadjuvante no II Festival Brasil de Cinema Internacional em 2004, vencedor do Prêmio Cinema Qualidade Brasil de 2003 na categoria melhor ator coadjuvante. Também ganhou o Prêmio Qualidade Brasil de 2001 na Categoria Revelação de Humor em Televisão.

LEONARDO MIGGIORIN - além de ator de TV, teatro e cinema, é cantor e psicólogo. Atualmente está no elenco da novela “A Terra Prometida”, da TV Record.
Seu rosto ficou conhecido do público ao atuar na minissérie “Presença de Anita”, em 2001, como Zezinho, um adolescente tímido e apaixonado pela protagonista. A partir daí, viveu diversos papeis nos palcos, em filmes, novelas e séries.
Na TV Globo fez também “Mulheres Apaixonadas”, “Senhora do Destino”, “Essas Mulheres”, “Cobras & Lagartos”, “Viver a Vida”, “Malhação”, entre outras obras.
Atuou em diversos espetáculos, entre eles, “O Tartufo”, “Romeu e Julieta”, “Toda Nudez Será Castigada”, “Peter Pan, Todos Podemos Voar”, “Equus”, “Lampião e Lancelot”.

SOBRE O AUTOR JORDI GALCERAN

É dramaturgo, roteirista e tradutor. Vive em Barcelona, onde estudou Filosofia. Escreve em catalão como em espanhol peças de teatro, roteiros para  séries de TV e longas-metragens para o cinema.

Autor do famoso “O Método Grönholm”, já montado no  Brasil com o ator Lázaro Ramos, é ganhador de importantes prêmios de teatro como o X  Prêmio Born de Teatro, e o Prêmio Ignasi  Iglésias, do Institut del Teatre de la Diputación de  Barcelona.

Suas peças mais conhecidas sãoSurf (1994), Paraules Encadenades (1995), Dakota (1995), Paradís (2000), Gaudí (2002), El Mètode Grönholm (2004), Carnaval (2005), Cancún (2007), Burundanga (2010) e El Credito (2013).

SOBRE O DIRETOR ISSER KORIK

Diretor, ator, produtor, tradutor e dramaturgo, Isser Korik coleciona trabalhos marcantes como comediante em mais de 30 anos de carreira, como  “Vacalhau & Binho”, de Zé Fidélis, que permaneceu oito anos em cartaz; “O Dia que Raptaram o Papa”, de João Bethencourt; e, recentemente, “E  o Vento não Levou”, de Ron Hutchinson, e “Toda Donzela Tem um Pai que é uma Fera”, de Gláucio Gill.

Como diretor se destaca na comédia. Concebeu “Nunca se Sábado...”, apresentado por quatro temporadas sob sua direção-geral, que marcou a cena paulistana.


Dirigiu recentemente o sucesso “Jogo Aberto”, de Jeff Gould; ”Nove em Ponto, de Rui Vilhena, “A Minha Primeira Vez”, de Ken Davenport; a trilogia cômica de Alan Ayckbourn “Enquanto Isso...”; “O Mala”, de Larry Shue; o projeto “Te Amo, São Paulo”, que reuniu grandes nomes da dramaturgia paulista; além dos infantis “A Pequena Sereia”, de Fábio Brandi Torres; “Grandes Pequeninos”, de Jair Oliveira; “Cinderela”, “O Grande Inimigo” e “Ele é Fogo!”, de sua autoria, tendo recebido por esse último o Prêmio APCA. É diretor artístico da produtora Conteúdo Teatral e do Teatro Folha. 

FICHA TÉCNICA
Texto - Jordi Galceran
Tradução e direção- Isser Korik

Elenco - André Mattos e Leonardo Miggiorin

Cenografia e figurinos - Paula de Paoli

Cenotécnico - Wagner José de Almeida

Serralheria - Kalango

Trilha sonora composta - Jair Oliveira    
Criação gráfica - Lab 212
Fotografia - João Caldas
Equipe técnica - Jardim Cabine
Coordenação de produção  - Isabel Gomez

Assistente de produção - Pedro Pó                                                                

Administração - Isabel Gomez  e Pedro Pó                

Assistentes de direção - Ian Soffredini e Mariana São João

Iluminação -  Isser Korik

Realização - Conteúdo Teatral


“O EMPRÉSTIMO”
Local: Teatro Folha
Estreia: 03 de março de 2017
Temporada até: 28 de maio de 2017
Apresentações: sexta-feira, às 21h30; sábado, às 20h e 22h; domingo, às 20h.
Ingresso: R$40,00 (setor 2) e R$60,00 (setor 1)

Duração: 80 minutos
Classificação etária: 14 anos  

TEATRO FOLHA

Shopping Pátio Higienópolis - Av. Higienópolis, 618 / Terraço / tel.: (11) 3823-2323 - Televendas: (11) / 3823 2423 / 3823 2737 / 3823 2323 Site: www.teatrofolha.com.br
Vendas por telefone e internet/ Capacidade: 305 lugares / Não aceita cheques / Aceita os cartões de crédito: todos da Mastercard, Redecard, Visa, Visa Electron e Amex / Estudantes e pessoas com 60 anos ou mais têm os descontos legais / Clube Folha 50% desconto / 50% de desconto para funcionários e clientes do Cartão Renner. Horário de funcionamento da bilheteria: de terça a quinta, das 15h às 21h; sexta, das 15h às 00h; sábado, das 12h às 00h; e domingo, das 12h às 19h / Acesso para cadeirantes / Ar-condicionado / Estacionamento do Shopping: R$ 14,00 (primeiras duas horas) / Venda de espetáculos para grupos e escolas: (11) 3113-3215 / 97628-4993 / Patrocínio do Teatro Folha: Folha de S.Paulo, CSN, LG, Privalia, Nova Chevrolet, Wickbold, Owens, Teleperformance e  Grupo Pro Security.

SOBRE A CONTEÚDO TEATRAL

O grupo empresarial paulista Conteúdo Teatral atua há mais de quinze anos em duas vertentes: gestão de salas de espaços e produção de espetáculos. Como gestora é responsável pela operação do Teatro Folha, no Shopping Pátio Higienópolis, com direção artística de Isser Korik e direção comercial de Léo Steinbruch, programando espetáculos para temporada em regime de coprodução. No período de atuação a empresa soma mais de 2 milhões de espectadores.

Como produtora de espetáculos, viabilizou dezenas de peças, como “Gata Borralheira”, “O Grande Inimigo”, “Os Saltimbancos”, A Pequena Sereia”, Grandes Pequeninos”,  “Branca de Neve e os Sete Anões”, “A Cigarra e a Formiga”, “Cinderela” e “Chapeuzinho Vermelho” para as crianças. Para os adultos foram realizadas, entre outras montagens, “A Minha Primeira Vez”, “Os Sete Gatinhos”, “O Estrangeiro”, Senhoras e Senhores”, “O Dia que Raptaram o Papa”, “E o Vento Não Levou”, “Equus” a trilogia “Enquanto Isso...”, além de projetos de humor – como “Nunca Se Sábado...” e “IMPROVISORAMA” – Festival Nacional de Improvisação Teatral. Em parceria com Moeller e Botelho produziu os Musicais “Um Violinista no Telhado”, “Todos os Musicais de Chico Buarque em 90 Minutos”, “Nine – Um Musical Felliniano” e “Beatles num Céu de Diamantes”.
 Foto: João Caldas