Sarau Poético Musical homenageia Vinícius de Moraes

13 agosto 2018 |


Baseado na vida e obra de Vinícius de Moraes encontro  convida os presentes a conhecer a obra do poeta e músico que  ousou viver sob o signo da paixão. 


Poemas, crônicas  e canções do mestre Vinícius de Moraes fazem parte do sarau interativo organizado pela cantora Dani Mattos. 

A cantora, pesquisadora e regente Dani Mattos  acompanhada do violonista Tito Longo realiza no próximo dia 17 de agosto, das 16h às 18h , o sarau poético musical  “Vinícius, o poeta amador”,  na Augôsto Augusta Cultural, em São Paulo. O espetáculo interativo reúne música, poesia, literatura e tem vagas limitadas.

“De maneira coloquial e próxima, o intuito do espetáculo é dar profundidade à figura desse poeta que foi muito atuante no cenário artístico brasileiro e fazer um apanhado de sua extensa produção, seja como poeta, crítico de cinema, compositor, letrista, cronista”, salienta a pesquisadora, cantora e regente, Dani Mattos. 

Falas de Drummond, Manoel Bandeira, Rubem Braga e também de seus inúmeros parceiros musicais enriquecem o sarau com informações relevantes e bem humoradas à respeito do artista, considerado um dos maiores poetas e compositores da música brasileira.  Algumas canções de Vinícius também serão apresentadas durante o encontro. Entre elas: Pra que chorar, A Felicidade, A vida tem sempre razão, O Poeta Aprendiz e Amei Tanto.

Augôsto Augusta: há 50 anos a experiência cultural 
mais charmosa da Rua Augusta

O evento acontece no espaço Augôsto Augusta Cultural que este ano completa cinquenta anos. Tradição de modernidade em plena rua Augusta, a Augôsto Augusta mantém viva a proposta de ser um espaço aberto para quem ama e se interessa por arte. No espaço funciona livraria, galeria e diversos cursos de arte, música, teatro, cinema, literatura, filosofia e desenhos conduzidos pelos maiores especialistas no assunto.

Sarau poético-musical "Vinícius, o poeta amador", com Dani Mattos e violonista Tito Longo
Data: 17 de agosto, sexta-feira
Horário : das 16h às 18h
Investimento: R$100,00
Livre
30 vagas
Local: Augôsto Augusta Cultural
Endereço:  Rua Augusta, 2161, SP – Fone: (11) 3082 1830 - augosto@uol.com.br
Dani Mattos : http://danimattos.com.br
Augôsto Augusta Culturalhttp://www.augosto.com.br/sobre/

Foto: Jaiel Prado

‘Marcia Peltier Entrevista’ Roberto Madruga na Rádio JB FM

|



O Programa Marcia Peltier Entrevista na rádio JB FM  traz  na semana  entre  13 e 19 de agosto  a conversa com o consultor,professor e escritor Roberto Madruga,que  acaba de lançar seu sétimo livro, “Treinamento e Desenvolvimento com Foco em Educação Corporativa’’.

Ele é consultor e diretor executivo da ConQuist Consultoria e Educação Corporativa.Atua ainda como coach, palestrante e  professor de MBA (FGV-RJ, PUC-RJ e UFRJ).

Roberto Madruga tem Mestrado em Gestão Empresarial, com Pós-graduação nas áreas de Marketing, Educação, Gestão de Recursos Humanos, Gestão Estratégica e Qualidade, Master em Programação Neurolinguística (PNL), Coach Executivo e Coach de Carreira certificado pela International Association of Coaching Institute (ICI).  


 Durante a conversa com Marcia Peltier, ele explica a proposta do livro,a importância da Educação Corporativa,como ela pode modificar as organizações e ajudar as empresas a enfrentarem períodos de crise e até evitar demissões.
  
 Você não pode perder  Roberto Madruga no Marcia Peltier Entrevista na rádio JB FM  (99.9),em duas edições :de segunda à sexta,pela manhã  às 7h50 e  à noite,às 18h15,dentro do Painel JB.E aos sábados e domingos às 10h e18h.

E a partir de 20/08 você vai poder ouvir a entrevista também no site da JB FM (www.jb.fm). 

Foto: Eliel Rocha


Mais de 450 jovens participam da aula inaugural do Vestibular Solidário

|


Projeto é uma Iniciativa do Coletivo Direito Popular, fundado por estudantes da UFF
O Coletivo Direito Popular realizou, neste fim de semana, a aula inaugural do pré-vestibular Dr. Luiz Gama, 100% gratuito, na Faculdade de Direito da UFF, no Ingá, em Niterói (RJ). 
Fundado por estudantes da Faculdade de Direito da Universidade Federal Fluminense (UFF), participaram da iniciativa mais de 450 jovens. No total, serão oito turmas e as aulas vão até o mês de novembro.
“Uma ótima iniciativa. Por isso, temos que dar mais atenção ao coletivo e trabalhar mais em comunidade para um mundo melhor”, disse a estudante Ana Beatriz, 20. “Uma ideia muito boa porque muitas pessoas não têm condição de frequentar um pré-vestibular”, comentou Tiago Aguiar, 18. “Realmente uma proposta maravilhosa. Pretendo aprender muito para poder usar no dia a dia”, afirmou o aluno Jonatas Santos, 21.
De acordo com Paulo Henrique, um dos fundadores do vestibular solidário, o objetivo é contribuir com a educação de jovens de periferia provenientes da rede pública, por meio de aulas interdisciplinares, que além de preparar os estudantes para a realização da prova do Enem, desenvolvem sua capacidade crítica e de cidadania.
Para o voluntário, professor e advogado, Carlos Alberto Lima de Almeida, é muito bom fazer parte dessa iniciativa. “Me sinto realizado por participar da preparação dos jovens para a universidade”. E, acrescentou “é um momento de falarmos sobre a importância da educação para a transformação da vida das pessoas, e mostrar a construção de uma sociedade solidária em que todos tenham oportunidade de acesso pleno à Educação”.
A previsão do Coletivo Direito Popular é abrir inscrições, no início de 2019, para as próximas turmas. Para saber mais sobre o projeto acesse o link https://www.facebook.com/ColetivoDireitoPopular/.


Parque Atalaia sedia pesquisas da UFRJ

|



Estão em andamento nas dependências do Parque Atalaia, em Macaé, duas pesquisas feitas por dois mestrandos de biologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Eles são assessorados por estudantes de biologia do Núcleo em Ecologia e Desenvolvimento Socioambiental de Macaé (Nupem/UFRJ). Numa área preestabelecida, um total de 380 exemplares de espécies de plantas foram coletados. A partir desta segunda-feira (13) o material está sendo levado para laboratório para discernimento científico e catalogação.

Uma das pesquisas, conduzida pela mestranda e bióloga Nathálya Vasconcelos, tem o objetivo de identificar e analisar a composição e a dinâmica da flora. "Queremos fazer uma listagem para conhecermos a flora do Parque Atalaia, uma vez que em Macaé existe carência de trabalhos assim", pontua Nathálya.

Dentre os questionamentos que esse trabalho pretende responder estão: saber quais espécies estão ameaçadas de extinção e quais são endêmicas, ocorrendo apenas na Mata Atlântica. "Estes estudos darão subsídios ao Parque Atalaia para sua melhor conservação",  garante a futura mestre.

Um levantamento inédito
A outra pesquisa, também desenvolvida nessa área ecológica, distante 27 quilômetros do centro de Macaé, trata dos estudos de campo do biólogo e mestrando Willian Marinho. Ele quer identificar a fauna de simulídeos (família simuliidae), uma espécie de mosquitos presente no Parque Atalaia que tem importância médica e veterinária.

- Identificamos quatro espécies. Buscamos avaliar a riqueza, a abundância e a distribuição desses organismos no parque. Em laboratório tentaremos estudar a biologia do desenvolvimento. Queremos ajudar o parque com a catalogação das espécies. Esse levantamento é inédito - assegura Willian.
https://ssl.gstatic.com/ui/v1/icons/mail/images/cleardot.gif
Fotos: M.Porão



O premiado ator e cineasta Vicentini Gomez estará presente no lançamento do livro “As Gêmeas”, da prestigiada escritora Clotilde Chaparro, no dia 21 de agosto que acontecerá no salão social da Paróquia Nossa Senhora, na QI 3 do Lago Norte (DF).

Clotilde Chaparro é, também, a autora do livro Duzinda  (lançado em 2016) que Vicentini Gomez esta roteirizando com livre adaptação e capitaneando a produção para um filme longa metragem. Duzinda é um drama que aborda o cotidiano da mulher na  sociedade brasileira dos anos 30 do século XX, no interior do Brasil. A história, vivida pelos olhos, corpo e espírito de Duzinda, relata a saga de uma jovem mulher que sonhava com  o  príncipe encantado, chegando no cavalo alado, tal qual  via nas telas do cinema da pequena cidade onde morava no interior de São Paulo. Mas o destino lhe reservara apenas uma vida de submissão, abusos, desprezo, abandono, infortúnios, exploração, humilhação e violência. Certa ocasião, Duzinda dada como morta e sepultada moralmente pela família, renasce tal qual Fênix  para viver uma vida de conquistas e prestígio, transformando-se em uma influente líder do movimento sufragista, alicerçando as conquistas da  mulher independente que vive hoje no século XXI.


O elenco será formado por renomados atores da televisão e do cinema, dando vida, emoção e dinamismo ao filme.

QUEM É VICENTINI GOMEZ

Vem realizando uma obra significativa no cinema Brasileiro que lhe rendeu diversos prêmios. Seus filmes foram classificados em mais de 50 festivais de cinema e vídeo no Brasil e Exterior.

Atuou em mais de 20 telenovelas, alguns destes personagens foram marcantes, como o Serjão, aquele sequestrador atrapalhado em Avenida Brasil, maior sucesso da TV Globo na última década.  O Delegado Cavalcante em Joia Rara, prêmio Emmy de melhor telenovela mundial em 2014 e  o Italiano Giuseppe Cavichioli,  na novela Cúmplices de um Resgate, entre outros.

Com a empresa Palha – Casa de Criação,  realizou 42 produtos entre filmes e séries de TV, como ConsCiência na Cultura, Plaquita, O Baú da História, Juqueriquerê , Porto das Monções, História & Estórias . Séries e filmes que veicularam nas TVs:  Cultura, TV E, TV Escola, TV RATIMBUM, entre outras.

Tem avant-premiére do filme documentário longa metragem “Justiça! Uma história” agendado para 8 de dezembro de 2018 – dia da justiça - no Cine Olido em São Paulo. O filme que conta a história do poder judiciário no Brasil desde a chegada de Pedro Alvares Cabral até a atualidade está inscrito em inúmeros festivais de cinema no Brasil e exterior e tem lançamento nos cinemas em março de 2018.

Fotos: Divulgação

Abertura de Exposições no MAC Niterói

08 agosto 2018 |


No próximo sábado, dia 11 de agosto, o MAC Niterói abre duas novas exposições: “A vida renasce, sempre” de Sonia Gomes e “Brinquedo de furar moletom” de Jaime Lauriano.

A partir das 15h os artistas estarão no Museu para receber e conversar com os convidados.






Exposições: “A vida renasce, sempre”, de Sonia Gomes, e “Brinquedo de furar moletom”, de Jaime Lauriano
Curadoria: Pablo Leon de La Barra e Raphael Fonseca
Abertura: dia 11 de agosto de 2018, sábado, das 10h às 16h (os artistas receberão os convidados no museu a partir das 15h)
Local: MAC Niterói (Mirante da Boa Viagem, s/nº)
Em cartaz: até 25 de novembro de 2018
Visitação: de terça a domingo, das 10h às 18h
Informações: (21) 2620-2400 | mac@macniteroi.com.br | 
facebook.com/macniteroi.oficial

DIVISÕES

06 agosto 2018 |



Entre duas situações, eis a divisão. Não se sabe qual direção seguir. Se vai para o norte teme os ventos contrários; se opta pelo sul, lamenta os imprevistos. Que decisão tomar? Seguir adiante é preciso, porém a dúvida paira como uma nuvem turbulenta, nefasta.

Caso peça opiniões com elas virão as confusões. Palavras ao vento que pouco se aproveitam. Daí, as visualizações, póstumas assombrações. Não se quer.

Cabe uma pausa. Respirar o ar que vem de cima e tenta alcançar o pobre viajante cansativo, exausto; desgastado pela chuva de poeira na estrada. Quem poderá socorrê-lo se, ao seu redor, tudo é lamentável. Não há verde, não há gente. Um deserto árido e tenebroso tenta ofuscar sua visão, que poderá ser o primeiro passo de sobrevivência por meio da fuga.

“Olhe o foco!”, surge uma voz imponente. De onde vem? Quem se importaria com um infeliz andarilho? Contudo, a voz como som das águas trouxe à memória os caminhos que se tem adiante. Já pareciam tão esquecidos frente ao redor tumultuado.

Hora da decisão. Opção cruel. Lamentável escolha ou feliz decisão? Como as consequências virão em qualquer alternativa, segue-se o primeiro passo para um derradeiro desfecho.

Decisão tomada. Reação erguida. O que virá por aí? Ao dar um passo de cada vez será possível enfrentar e confrontar as respostas de um futuro incerto.


ESSE SEU OLHAR...

01 agosto 2018 |



Esse seu olhar, criança, revela tanta coisa... Descortina um mundo inimaginado, em pleno Século XXI. Traz à tona uma infância feliz, repleta de aventuras e atitudes sem enxergar os riscos, porém, convivendo com os mais possíveis.

Ah, criança, se eu pudesse penetrar esse olhar e passar um tempinho em seu interior de repente voltaria com uma mentalidade diferente, mais corajosa e esperançosa... Sem a mancha da maldade, as cicatrizes que a vida me pregou e suas lembranças ainda me ferem... Constantemente.

Ei, menina, me passe um pouco dessa alegria! Desse prisma que a torna tão leve, despreocupada, desarmada, feliz, enfim. Ando com uma bagagem tão pesada de injúrias e preconceitos que serviram, apenas, para me transformar num ser desconfiado, duvidoso, desprovido de mim mesmo. Aliás, quem sou se o lado cruel do mundo me transformou? Tudo poderia ser tão diferente...

Ô garoto, quem são seus pais? Gostaria de conhecê-los e cumprimentá-los. De onde vem tanta ousadia? Como seu pai te mostrou os caminhos do equilíbrio na vida? Me ensina? E essa doçura que você traz no olhar, apesar da bravura de um descobridor? De onde sua mãe tirou isso?

Olha, criança... Não consigo definir suas respostas, apesar de seu silêncio conduzir o rumor dos mares. Porém, mesmo que eu tivesse uma explicação clara de sua parte jamais conseguiria invadir o seu mundo, a sua maneira de degustar o cotidiano sem desperdiça tudo num dia só... Amanhã tem mais!

Me cabe uma conclusão: se eu for capaz de obedecer a singeleza do olhar de uma criança serei capaz de encontrar saídas inteligentes para as minhas questões adultas. Ah se o mundo compreendesse que as maiores respostas que precisamos para mudanças tão pífias estão escondidas no mero olhar de uma criança!

Shopping Metrô Itaquera prorroga a temporada do Circo dos Sonhos

|



As apresentações acontecem na lona do Circo dos Sonhos até 26 de agosto, com apresentações de terça a domingo.

Senhoras e senhores, preparem-se para uma grande viagem ao divertido universo de magia e fantasia do Circo dos Sonhos. No dia 29 de junho iniciou a temporada do espetáculo Alakazan - A Fábrica Mágica no Shopping Metrô Itaquera, e devido ao grande sucesso, a temporada foi prorrogada até 26 de agosto..

Dirigido por Rosana Jardim, o espetáculo conta com performances de grande impacto e números circenses de báscula, contorção, rola, malabares, monociclo, equilíbrio no arame, tecido aéreo, faixa e muita palhaçada. Alakazan - A Fábrica Mágica traz à cena o duelo entre os personagens Alan e Kazani, que disputam a atenção da pequena Ly, a já conhecida menininha do Circo dos Sonhos. Ly é uma criança curiosa, que toca e fotografa tudo ao seu redor. Em uma visita à Biblioteca, ela é surpreendida por Alan, que surge como num passe de mágica e lhe entrega um livro especial, retirando o tablet de suas mãos. Encantada pelo livro, ela pede que ele leia a história, mas quando ele inicia, é interrompido por um som de sinos. Quando os dois procuram de onde vem tal som, surge Kazani, que transporta todos para a Fábrica Mágica, um universo fantástico onde tudo é possível.

A cada badalar do sino e movimento das engrenagens, Ly é transportada para outro universo com novas atrações, sempre acompanhada pelo seu amigo Alan. Kazani não gosta da interação entre Alan e Ly e compete por sua atenção. Essa disputa irá seguir e se fortalecer até o último ato, onde ocorre o confronto final, quando Ly conseguirá transmitir aos dois o poder da amizade e união, mostrando que é possível compartilharem suas habilidades, assim como os livros e os tablets, que compartilham seus conhecimentos com seus leitores.

Sobre o Circo dos Sonhos

Circo dos Sonhos pertence à família Jardim, que tem mais de 30 anos de tradição circense. Foi fundado em 2004, e já apresentou seus espetáculos para mais de 4 milhões de pessoas. Suas estruturas já visitaram diversos estados brasileiros, encantando com os elogiados espetáculos “Circo dos Sonhos - O sonho vai começar", “Circo dos Sonhos no mundo da Fantasia” e “Quyrey, uma aventura na selva”. Tendo como embaixador o artista Marcos Frota, o Circo dos Sonhos possui atualmente duas lonas que circulam pelo país, e conta com uma equipe de mais de 150 profissionais, entre eles costureiras, designers, artistas plásticos, produtores, diretores, marceneiros, serralheiros, figurinistas, cenógrafos, bailarinos, coreógrafos, acrobatas, malabaristas, palhaços, trapezistas, contorcionistas e produtores.

Além de produzir e levar entretenimento pelo país, a Família Jardim possui grande expertise na realização de oficinas e treinamentos, pois atua também em eventos corporativos, palestras, assessoria circense, locação de tendas e tensionados.

Sobre o ator Marcos Frota

Marcos Frota é ator exclusivo da Rede Globo de Televisão desde 1983, com mais de 30 papéis e destaque para as novelas “Cambalacho”, “América”, “O Clone”, “A Próxima Vítima“ e “Mulheres de Areia. Além de atuar, Frota é Presidente Voluntário da Universidade Livre do Circo, projeto social instalado na Quinta da Boa Vista com atendimento psicossocial e aulas de circo para 350 jovens de comunidades.


FICHA TÉCNICA
Elenco: Trupe Circo dos Sonhos
Direção Geral: Rosana Jardim
Direção Artística: Wander Rabelo
Produção Executiva: Luiz Jardim, Rody Jardim e Asdrubal Savioli
Gerente de Produção: Andreza Nalini
Produção Musical: Ricardo Fabio
Coreografias: Marcello Ramos
Maquiagem: Dark
Figurinos: Andreza Nalini e Rosana Jardim
Cenografia: Wander Rabelo e Wilson Melo
Ilustrações: Ment Ativa
Fotos: Renan Senra 

O QUÊ: Alakazan - A Fábrica Magica
QUANDO: Estreou dia 29 de junho às 20h // Temporada Prorrogada até 26 de agosto
HORÁRIOS: Terças a sextas, às 20h // Sábados, domingos e feriados às 16h, 18h e 20h
ONDE: Av. José Pinheiro Borges, s/n - Itaquera – São Paulo (próximo ao Metrô Itaquera)
QUANTO: Setor Lateral - R$ 30,00 (inteira) e R$ 15,00 (meia entrada)*
                                    Setor Frontal - R$ 40,00 (inteira) e R$ 20,00 (meia entrada)*

*Valor da meia entrada para crianças de 02 a 12 anos, estudantes e pessoas com mais de 60 anos.

VENDAS: Bilheteria do Circo - de terça a sexta, das 13h às 20h // No site www.tudus.com.br
CLASSIFICAÇÃO: Livre
DURAÇÃO DO ESPETÁCULO: 01h30
MAIORES INFORMAÇÕES: (11) 2076 0087 - www.circodossonhos.com

Foto: Marcelo Guedes



No sábado, o surfista encara um torneio no Rio de Janeiro para entrar no ritmo 
Após grandes resultados no continente Africano, Theo Fresia, surfista de Búzios, na Região dos Lagos do Rio de Janeiro, termina sua preparação para mais um grande desafio: a perna europeia do circuito mundial, World Quality Services (WQS), e Marrocos. Neste fim de semana, do dia 3 ao dia 5, no Rio de Janeiro, Theo compete no Estadual de Surf Pro RJ, para manter-se no ritmo dos torneios e na próxima quarta-feira (8), Fresia embarca para a França onde segue mais um período de treino até a primeira etapa no velho continente, em Lacanau Pró, do dia 14 até 19 de agosto. Ao todo serão 4 torneios em 3 países; França, Espanha e Marrocos. 
Após o Lacanau Pro, o jovem atleta continua em terras francesas para a disputa do Anglet Pro, do dia 21 até o dia 26 de agosto. Em seguida, na Espanha, do dia 29 até o dia 2 de setembro, a etapa será o Pantin Galicia. E fechando essa série de etapas, Theo encara o Afanplace Pro Casablanca, do dia 8 ao dia 12 de setembro, no Marrocos.

Lembrando que o atleta compete com recursos próprios, trabalha muito e tem a ajuda de familiares e amigos para realizar o objetivo: chegar ao WT. Theo Fresia, de 19 anos, vem fazendo bonito nas etapas do World Quality Services (WQS), a divisão de acesso ao World Tour (WT). Theo conseguiu expressivos resultados nesse ano de 2018, o seu primeiro ano no WQS. Há algumas semanas, na África do Sul, o buziano conseguiu um expressivo 9° lugar e um 3° lugar em duas etapas. Com isso subiu mais de 100 posições no ranking da organização mundial.

Theo começou a surfar com 8 anos de idade. O irmão dele, Yuri, resolveu aprender a surfar em uma escolinha pública, e Theo, que é o caçula, resolveu ir junto. Theo sempre foi muito competitivo, que por ser caçula, sempre quis ganhar dos irmãos. Então isso ajudou a entrar nas competições do surf, já que gostava de surfar, e gostava de competir. 
Depois que competiu pela primeira vez, o surfista começou a pesquisar os calendários dos próximos campeonatos, foi ali que viu que era um vício. Sua família sempre apoiou e apoia. O primeiro torneio foi uma etapa do Campeonato Brasileiro Sub-21, em 2016. Estavam os melhores do Brasil, mais de 100 surfistas, e fez a final contra dois paulistas e um pernambucano. Theo ficou em 3º, finalizando o ano como 3º melhor sub-21 do Brasil naquele ano. 
O surf do Theo é um surf mais de linha, de borda, é o que mais sabe fazer! Ele é muito fã do Kelly Slater, de todos os fatores: surf, como pessoa, como comportamento fora e dentro d’água, para o Theo, ele é o cara. Além disso, gosta de assistir o sulafricano Jordy Smith.

Theo gosta da linha clássica, dos carvings alongados, isso mesclado com uma linha agressiva. O interessante é a variação na onda. O cara conseguir fazer os dois tipos de surf na onda.  Ser um dos maiores competidores do mundo é o objetivo do jovem atleta. Existem algumas variações de aéreos que são bem difíceis, alguns grabs que poucos conseguem.
Fotos: Divulgação


Mauro Marcondes em 'Bossa, blues e especiarias', no Grand Prix Novo Mundo

30 julho 2018 |



O "cantautor" Mauro Marcondes estará no dia 11 de agosto, às 21 horas, no palco do Grand Prix  Piano-Bar Novo Mundo, apresentando o novo espetáculo "Bossa, Blues e Especiarias", com um mix de inéditas e clássicos da MPB. O show, que contará com a presença do instrumentista Lucas Gralato (violão), irá condensar músicas autorais dos   álbuns de Mauro Marcondes"Perfil de Sal" , "Mar Azul" e " Cantoria de Bazar" - este último, lançado recentemente no Blue Note Rio, e que trouxe homenagens à Guimarães Rosa, a Cazuza e ao poeta mexicanoOctavio Paz  . "Bárbara" (Ruy Guerra/ Chico Buarque), "Corcovado" e "Fotografia" (Tom Jobim), "Estácio, holly Estácio" (Luiz Melodia), "Preciso aprender a ser só" (Marcos Valle/Paulo Sérgio Valle) e "Correnteza" (Tom Jobim e  Luiz Bonfá) são alguns  dos clássicos e, dentre as inéditas, canções em parceria com  Zéjorge ("Rosa Repente", "Cantoria de Bazar", "Sophia", "O poeta falou", "Josafá" e "Deus criou o samba"), compostas com Caito ("Mar aberto" e "Palavras Perdidas") e  escritas  com os poetas Paulo César Feital e Solange Boeke ("Ave Canora") e Guto Marques e  Myriam Gama ("Tudo por você".  O espetáculo de Mauro Marcondes terá ingressos a R$ 30,00, pagos em espécie e na entrada, e o endereço do Grand Prix Piano-Bar do Hotel Novo Mundo - que tem manobrista no local,  é Praia do Flamengo, nº 20 - fone  reservas - 2105.7041 / 2105 7000. O local, com uma programação variada e qualitativa, vem se transformando em uma ótima opção para os amantesda MPB.

DOS  GABINETES AOS PALCOS


Executivo muito bem-sucedido, nos últimos anos, Mauro Marcondes  trabalhou no exterior no Banco Interamericano de Desenvolvimento – BID. Antes, foi presidente da agência do governo brasileiro que financia a inovação, a ciência e a tecnologia nacionais - FINEP. Também trabalhou no Ministério da Saúde e no Ministério do Planejamento como Secretário de Planejamento, e foi vice- presidente do Jockey Club do Rio de Janeiro. Mas, claro, um dia o amor pela música falaria  ainda mais alto. Em 2014,  quando voltou ao Brasil e depois de um reencontro com Zéjorge  (parceiro de Ruy Mauriti em megassucessos, com o "Serafim e seus filhos" e "Nem ouro, nem prata"), resolveu gravar seu terceiro álbum, "Cantoria de Bazar". Com músicas da parceria com o poeta  ZéJorge, o CD foi lançado, no finalzinho do ano, no Blue Note Rio - com casa lotada e para espanto dos inúmeros amigos que não o conheciam como artista e sempre o viram como um grande executivo.  Este novo show ganhou o título de  "Bossa, Blues e Especiarias" porque o artista resolveu  relembrar canções gravadas em seus outros álbuns (músicas que são muito solicitadas pelos apreciadores do seu trabalho), e, também, sucessos da MPB que adora e  fazem parte do nosso pantheon musical.  


DE VOLTA AO COMEÇO

Mauro Marcondes, além dos álbuns gravados,  shows  realizados, e participações em festivais pelo país, também já emplacou músicas nas vozes de  algumas cantoras, como Fhernandes Fernandes ("Palavras Perdidas"), a baiana Jace ("Como se fosse",que concorreu em um Festival da Rede Globo) e  Sandra de Sá  que gravou "Receio de Errar". 
Com este "período sabático" para dedicar-se à música, sua paixão maior, Mauro Marcondes retoma o caminho inicial.  Agora de álbum novo, espetáculo inédito, e para matar a imensa  saudade que sentia dos palcos. Em outras épocas, só encarava microfones para a realização de conferências e anúncios de projetos tecnológicos e científicos.

Foto: Divulgação