Espetáculo "Nove em Ponto", com Bianca Rinaldi e Leonardo Vieira no elenco, reestreia no Teatro Folha

07 dezembro 2016 |


Mistério, suspense e muito humor é o que promete ao público a peça “Nove em Ponto”, que reestreia no Teatro Folha dia 11 de janeiro e permanece em cartaz até 09 de março com sessões às quartas e quintas-feiras. Com elenco encabeçado por Bianca Rinaldi e Leonardo Vieira, o espetáculo reúne quatro personagens que vivem um encontro de potencial explosivo. A direção da montagem é de Isser Korik e o elenco conta ainda com Alex Gruli e Carol Bezerra.

Na trama, dois casais têm um encontro marcado para as nove da noite na casa de um deles. A história é contada a partir de três versões diferentes: o casal convidado chegando 15 minutos antes, o casal chegando no horário marcado, o casal chegando 15 minutos atrasado. A trama se desenrola a partir de um acontecimento misterioso do passado que gera discórdia e tensão entre as personagens, resultando em um espetáculo com muito humor e suspense.O público é levado a observar os personagens sob as diferentes possibilidades, conforme a variação de horários em que os personagens se encontram.

O texto foi feito a partir de uma ideia original do autor de novelas Rui Vilhena, escrito por ele com a colaboração de Joana Jorge e Vinícius Marquez.

Heloísa, personagem de Bianca Rinaldi, é a diretora de uma revista feminina e alvo de constante desconfiança de seu marido, o piloto de aviões Diogo, interpretado por Leonardo Vieira. Alex Gruli faz Henrique Bonaparte, amigo de Heloísa e ator em ascensão que se prepara para trabalhar numa novela. Carol Bezerra interpreta a misteriosa Alice, professora e esposa de Henrique.

O diretor Isser Korik explica que a engenhosidade do texto remete à Teoria do Caos e ao Efeito Borboleta. “O texto nos mostra o quanto a vida de todos nós acaba sendo regida por uma sucessão de acasos e como tudo poderia ter saído diferente graças a aspectos meramente circunstanciais”, comenta. “O desafio da direção é deixar claro ao público qual foi o fato, o acontecimento que deflagra consequências diferentes em cada versão”.
O autor Rui Vilhena conta que a inspiração para a peça partiu de uma experiência pessoal, quando ao dirigir um carro surgiu de repente uma moto na contramão. “A moto bateu no meu carro. Na realidade o motociclista estava fugindo da polícia, olhou pra trás e o acidente aconteceu. Fiquei imaginando que se eu estivesse passado por ali cinco segundos antes ou depois nada disso teria acontecido”, conta.

Na peça, a personagem Diogo é maníaca por pontualidade e isto influencia seu humor em relação às outras personagens, de acordo com o horário de chegada dos convidados para o jantar. “Quando os convidados chegam quinze minutos antes nada está pronto para o jantar e isto, para a anfitriã, é uma situação caótica porque ela ainda não está preparada para recebê-los. Quando Henrique e Alice chegam na hora isto causa surpresa em Diogo. Quando chegam quinze minutos atrasados, Diogo já está com um humor insuportável e o suflê que ele preparou passou do ponto”. Todos estes detalhes, de acordo com o momento em que os convidados chegam, influenciam a relação entre as personagens e determinam o que acontecerá.

Sobre o autor Rui Vilhena

Após ter estudado na Califórnia e no Brasil, Rui Vilhena trabalhou durante muitos anos em Portugal, onde escreveu novelas que fizeram enorme sucesso, como “Ninguém Como Tu” (2005), que contribuiu para firmar o gênero de novela de suspense.
Em 2011 retornou ao Brasil  a convite do autor brasileiro Aguinaldo Silva, passando a integrar a equipe de colaboradores da telenovela Fina Estampa, exibida pela Rede Globo. Em 2014, assinou sua primeira novela brasileira, Boogie Oogie , também na Rede Globo.

Sobre o diretor Isser Korik

Diretor, ator, produtor, tradutor e dramaturgo, Isser Korik coleciona trabalhos marcantes como comediante em quase 30 anos de carreira, como  “Vacalhau & Binho”, de Zé Fidélis, que permaneceu oito anos em cartaz; “O Dia que Raptaram o Papa”, de João Bethencourt; e, recentemente, “E  o Vento não Levou”, de Ron Hutchinson, e “Toda Donzela Tem um Pai que é uma Fera”, de Gláucio Gill. Como diretor se destaca na comédia. Concebeu “Nunca se Sábado...”, apresentado por quatro temporadas sob sua direção-geral, que marcou a cena paulistana. Dirigiu o sucesso “A Minha Primeira Vez”, de Ken Davenport; a trilogia cômica de Alan Ayckbourn “Enquanto Isso...”; “O Mala”, de Larry Shue; o projeto “Te Amo, São Paulo”, que reuniu grandes nomes da dramaturgia paulista, “Dez Encontros” de David Hare, “Pra Inglês Ver”, de Maria Clotilde e mais recentemente o sucesso “Jogo Aberto”, de Jeff Gould; além dos infantis “A Pequena Sereia”, de Fábio Brandi Torres; “Grandes Pequeninos”, de Jair Oliveira; “Cinderela”, “O Grande Inimigo” e “Ele é Fogo!”, de sua autoria, tendo recebido por esse último o Prêmio APCA. É diretor artístico da produtora Conteúdo Teatral e do Teatro Folha.

Sobre o elenco

Bianca Rinaldi – estreou no programa "Xou da Xuxa", aos 15 anos de idade, como a Paquita Xiquita Bibi, na TV Globo. Depois iniciou carreira de atriz. Em 1997 atuou na terceira temporada de "Malhação", na TV Globo. Fez novelas no SBT e na TV Record, onde trabalhou em "A Escrava Isaura", "Prova do Amor", "Caminhos do Coração", "Os Mutantes", "Ribeirão do Tempo", "O Madeireiro" e "José do Egito". Em 2013 voltou para a TV Globo na novela "Em Família", de Manoel Carlos. No teatro fez as peças “As Meninas”, “Aluga-se Um Namorado”, “Tudo de Mim”, “A Falecida”, “A Toca do Coelho”, entre outras peças adultas e infantis.
Leonardo Vieira –  é bacharel em Artes Cênicas pela Casa das Artes de Laranjeiras. No teatro fez “O Avarento”, de Molière, direção de Amir Haddad; “O Arlequin”, direção de Luiz Artur Nunes; “Dona Rosita Solteira”, de Frederico Garcia Lorca, com direção de Cristina Pereira e Antônio Grassi, entre outras. No cinema, fez com Paulo Thiago os filmes “O Vestido” e “O Poeta de Sete Faces”. Com Sergio Bianchi fez o aclamado “Cronicamente Inviável”, além de outros filmes. Na TV Globo fez as novelas “Renascer”, “Senhora do Destino” e “Sonho Meu”. Também atuou na minissérie “Os Maias”, adaptação de Maria Adelaide Amaral e João Emanuel Carneiro com direção de Luiz Fernando Carvalho. Na TV Record também fez novelas e minisséries, como, “Prova de Amor”, “Os Dez Mandamentos” e “José do Egito”.

Carol Bezerra – formada em Educação Artística com habilitação em Cênicas e Música pelo Instituto de Artes da Unesp-SP e em Canto Popular pela antiga Universidade Livre de Música (atual EMESP). Integrou o elenco do espetáculo "Garricha" do diretor americano Bob Wilson. Também atuou em "Beatles num Céu de Diamantes", "Todos os Musicais de Chico Buarque em 90 minutos", direções de Moeller e Botelho, "Divina Elizeth", "Tom e Vinícius" e "Grandes Pequeninos",  peça infantil com direção de Isser Korik, que lhe rendeu indicação ao prêmio FEMSA de melhor atriz coadjuvante. No cinema fez o longa-metragem "Noel: Poeta da Vila", vivendo o papel de Aracy de Almeida.

Alex Gruli - formado em Artes Cênicas pela Unicamp, estreou profissionalmente na Cia. Razões Inversas, dirigido por Marcio Aurelio, com quem montou “Édipo Rei” e “Fausto Zero”. Depois passou pelo Grupo XPTO, onde montou o espetáculo “Utopia - Terra de Dragões”. Alex é um dos atores fundadores da companhia “Os Fofos Encenam”, participando de seus quatro primeiros espetáculos: “Deus sabia de tudo e não fez nada”, “A Mulher do Trem”, “Assombrações do Recife Velho” e “Ferro em Brasa”.Também atuou nas peças “O Nome”, sob direção de Denise Weinberg; “B – Encontros com Caio Fernando Abreu”, com direção de Francisco Medeiros; “Uma Pilha de Pratos na Cozinha”, com texto e direção de Mário Bortolotto; entre outras produções.
  
Ficha Técnica – “Nove em Ponto”
Dramaturgia: ideia original de Rui Vilhena
Texto: Joana Jorge, Vinícius Marques e Rui Vilhena
Elenco: Bianca Rinaldi, Leonardo Vieira, Carol Bezerra e Alex Gruli
Cenografia: Paula de Paoli
Figurinos: Marichilene  Artisevskis
Expressão corporal: Juliana Sanches                                            
Trilha sonora composta: Rodrigo Zalcberg
Video: Lucas Mendes
Criação gráfica: Winnie Affonso
Fotografia: Gilberto Haider
Equipe técnica: Jardim Cabine
Administração: Isabel Gomez e Iná Schneider
Coordenação de produção: Isabel Gomez
Assistentes de direção: Ian Soffredini e Mariana São João                    
Direção e iluminação: Isser Korik            
Realização: RDP Marketing Cultural Ltda / Conteúdo Teatral

Local: Teatro Folha
Reestreia: 11 de janeiro de 2017
Temporada até: 09 de março de 2017
Apresentações:  quartas e quintas-feiras, 21h
Ingresso: R$40,00 (setor único)
Duração: 80 minutos
Classificação: 14 anos


TEATRO FOLHA 

Shopping Pátio Higienópolis - Av. Higienópolis, 618 / Terraço / tel.: (11) 3823-2323 - Televendas: (11) / 3823 2423 / 3823 2737 / 3823 2323 Site: www.teatrofolha.com.br 
Vendas por telefone e internet/ Capacidade: 305 lugares / Não aceita cheques / Aceita os cartões de crédito: todos da Mastercard, Redecard, Visa, Visa Electron e Amex / Estudantes e pessoas com 60 anos ou mais têm os descontos legais / Clube Folha 50% desconto / 50% de desconto para funcionários e clientes do Cartão Renner. Horário de funcionamento da bilheteria: de terça a quinta, das 15h às 21h; sexta, das 15h às 00h; sábado, das 12h às 00h; e domingo, das 12h às 19h / Acesso para cadeirantes / Ar-condicionado / Estacionamento do Shopping: R$ 14,00 (primeiras duas horas) / Venda de espetáculos para grupos e escolas: (11) 3113-3215 / 97628-4993 / Patrocínio do Teatro Folha: Folha de S.Paulo, CSN, LG, Privalia, Nova Chevrolet, Wickbold, Owens, Teleperformance e  Grupo Pro Security. 

SOBRE A CONTEÚDO TEATRAL

O grupo empresarial paulista Conteúdo Teatral atua há mais de quinze anos em duas vertentes: gestão de salas de espaços e produção de espetáculos. Como gestora é responsável pela operação do Teatro Folha, no Shopping Pátio Higienópolis, com direção artística de Isser Korik e direção comercial de Léo Steinbruch, programando espetáculos para temporada em regime de coprodução. No período de atuação a empresa soma mais de 2 milhões de espectadores.

Como produtora de espetáculos, viabilizou dezenas de peças, como “Gata Borralheira”, “O Grande Inimigo”, “Os Saltimbancos”, A Pequena Sereia”, Grandes Pequeninos”,  “Branca de Neve e os Sete Anões”, “A Cigarra e a Formiga”, “Cinderela” e “Chapeuzinho Vermelho” para as crianças. Para os adultos foram realizadas, entre outras montagens, “A Minha Primeira Vez”, “Os Sete Gatinhos”, “O Estrangeiro”, Senhoras e Senhores”, “O Dia que Raptaram o Papa”, “E o Vento Não Levou”, “Equus” a trilogia “Enquanto Isso...”, além de projetos de humor – como “Nunca Se Sábado...” e “IMPROVISORAMA” – Festival Nacional de Improvisação Teatral. Em parceria com Moeller e Botelho produziu os Musicais “Um Violinista no Telhado”, “Todos os Musicais de Chico Buarque em 90 Minutos”, “Nine – Um Musical Felliniano” e “Beatles num Céu de Diamantes”.


Foto: Gilberto Haider

Faculdade SENAI Rio promove palestra gratuita sobre mercado de trabalho

|


A Faculdade SENAI Rio promove, nesta sexta-feira (9/12), palestra gratuita sobre tecnologia e mercado de trabalho. O encontro será realizado no SENAI Niterói, às 18h, na Rua General Castrioto, 460, no Barreto.

A palestra vai abordar sobre “O mercado de trabalho da automação industrial”. Um mercado amplo e diversificado, principalmente quando se percebe a necessidade das empresas de automatizar processos, aumentar a produtividade, reduzir custos, melhorar a qualidade dos produtos e serviços, além de rever suas tecnologias para não perder espaço para a concorrência.

Também serão apresentados aspectos das áreas em que o profissional de Automação pode atuar, além de informações sobre formas de entrada no mercado de trabalho, funções e perspectivas da profissão.

As inscrições podem ser feitas pelo www.cursosenairio.com.br/orientacaoprofissional. As vagas são limitadas. Mais informações também podem ser obtidas pelo 0800 0231 231. 

Foto: Divulgação





Diogo Nogueira e Bateria da Mangueira fecham o projeto ‘Boteco da Marrrom'

06 dezembro 2016 |




No "BOTECO DA MARROM" da próxima segunda, dia 12 de DEZEMBRO, a partir das 20 horas, ALCIONE  receberá, no CLUBE GINÁSTICO PORTUGUÊS,  o cantor e compositor DIOGO NOGUEIRA.  Um dos artistas mais queridos do público mas, também, um dos xodós da cantora que o trata como a um filho. Alcione, inclusive, praticamente apresentou o rapaz ao grande público quando o convidou para um dueto durante um dos seus shows no Canecão. DIOGO  apresentará alguns  hits de carreira, assim como a anfitriã que o antecederá no palco. Mas o sarau começa com as apresentações de jovens talentos: Janaína Reis e Sylvia Nazareth, acompanhadas de bandas.

Depois de Diogo, no dia 19/12,  encerrando as atividades do BOTECO/2016,  a principal atração da noite (fora a Marrom, é claro) será a BATERIA DA ESTAÇÃO PRIMEIRA DE MANGUEIRA. Sem dúvida, um fecho de ouro para um projeto que já nasceu vitorioso.

Ingressos a R$100,00 e R$50,00 (inteira/meia_ . Os ingressos estarão à venda pelo site ALOINGRESSOS.COM e também, na hora, na bilheteria do CLUBE GINÁSTICO PORTUGUÊS (Av. Prefeito Dulcídio Cardoso, 200 - Condomínio Marapendi - entre os prédios do BARRA BALI, no RECREIO).

Data: Todas as segundas
DIA 12/12 - DIOGO NOGUEIRA
Local: Clube Ginástico Português
(Endereço dentro do Condomínio Village Marapendi - Av. Prefeito Dulcídio Cardoso, 200 | RECREIO - entre os prédios do Barra Bali)
Atrações: Janaína Reis, Sylvia Nazareth (e Banda)  + Alcione e Convidados
Horário:  20h
Capacidade da casa: 500 lugares -
Classificação etária- 18 anos
INGRESSOS - R$100,00 e R$50,00 (INTEIRA/MEIA)
À venda no site ALOINGRESSOS.COM (E NA HORA, NA BILHETERIA DO CLUBE)

ÚLTIMA ATRAÇÃO: 19/12 - BATERIA DA MANGUEIRA

Foto: Internet



Vida do ator contada com muito humor, além de apresentar o quadro “Música por Encomenda”

O humorista Marcelo Marrom reestreia o espetáculo “Juro que é Verdade” para contar um pouco - e rir - da sua história pessoal, dividida em quatro décadas, transformando em piada sua trajetória desde a infância até hoje. Apelidos de infância, traumas, alegrias, relacionamentos, conquistas, sucessos e fracassos são alguns dos temas abordados. A nova temporada acontece no Teatro Folha a partir do dia 13 de janeiro de 2017, com sessões às sextas-feiras, meia-noite.
Marcelo Marrom aborda no espetáculo diversos temas sempre com a marca registrada de seu humor inteligente que por vezes provoca a reflexão do público.
Ele ainda se rende ao pedido do público e apresenta o quadro “Música Por Encomenda”, que ficou conhecido em apresentações no programa global Altas Horas.

Em “Música por Encomenda” Marrom improvisa sobre temas sugeridos pela plateia e tudo pode acontecer. Ele faz estas performances tocando violão e ukulele. 

Sobre Marcelo Marrom

Um dos principais nomes da comédia brasileira com seu humor leve e despretensioso. Sua carreira começou há pouco mais de nove anos quando passou a integrar a Cia de Humor Deznecessários, mas ficou conhecido do grande público quando entrou para o elenco do programa Altas Horas, na Rede Globo, fazendo o quadro "Música Por Encomenda”.

Depois de três anos na TV Globo, Marrom partiu para uma empreitada maior ainda, dessa vez no Multishow apresentando o programa “Queimando a Roda”, uma sátira bem humorada do programa “Roda Viva”. Atualmente está no Multishow como jurado do "Prêmio Multishow de Humor" e acaba de fazer a primeira temporada do programa "Tá Rindo do Quê?", ao lado de Rafinha Bastos.  

Sucesso também no teatro, Marcelo Marrom atuou recentemente nos espetáculos “Comédia em Preto & Branco”, “0300 Pra Salvar Seu Casamento”, “Preto Combina Com Tudo” e “Confissões de Um Quarentão”, todos com textos de sua autoria.

FICHA TÉCNICA

Ator, autor e diretor – Marcelo Marrom
Produção - Marcelo Serdeira
Empresários - Alexandre Paiva e Fabiana Rebizzi

”Juro que é Verdade”
Local: Teatro Folha
Reestreia: 13 de janeiro de 2017
Temporada: até 24 de fevereiro de 2017
Apresentações: sexta-feira, meia-noite
Ingresso: R$40,00 (setor 2) e R$50,00 (setor 1)
Duração: 55 minutos
Classificação indicativa: 16 anos 
*Valores referentes a ingressos inteiros. Meia-entrada disponível em todas as sessões e setores de acordo com a legislação.

TEATRO FOLHA 

Shopping Pátio Higienópolis - Av. Higienópolis, 618 / Terraço / tel.: (11) 3823-2323 - Televendas: (11) / 3823 2423 / 3823 2737 / 3823 2323 Site: www.teatrofolha.com.br 
Vendas por telefone e internet/ Capacidade: 305 lugares / Não aceita cheques / Aceita os cartões de crédito: todos da Mastercard, Redecard, Visa, Visa Electron e Amex / Estudantes e pessoas com 60 anos ou mais têm os descontos legais / Clube Folha 50% desconto / 50% de desconto para funcionários e clientes do Cartão Renner. Horário de funcionamento da bilheteria: de terça a quinta, das 15h às 21h; sexta, das 15h às 00h; sábado, das 12h às 00h; e domingo, das 12h às 19h / Acesso para cadeirantes / Ar-condicionado / Estacionamento do Shopping: R$ 14,00 (primeiras duas horas) / Venda de espetáculos para grupos e escolas: (11) 3113-3215 / 97628-4993 / Patrocínio do Teatro Folha: Folha de S.Paulo, CSN, LG, Privalia, Nova Chevrolet, Wickbold, Owens, Teleperformance e Grupo Pro Security. 

SOBRE A CONTEÚDO TEATRAL

O grupo empresarial paulista Conteúdo Teatral atua há mais de quinze anos em duas vertentes: gestão de salas de espaços e produção de espetáculos. Como gestora é responsável pela operação do Teatro Folha, no Shopping Pátio Higienópolis, com direção artística de Isser Korik e direção comercial de Léo Steinbruch, programando espetáculos para temporada em regime de coprodução. No período de atuação a empresa soma mais de 2 milhões de espectadores.

Como produtora de espetáculos, viabilizou dezenas de peças, como “Gata Borralheira”, “O Grande Inimigo”, “Os Saltimbancos”, A Pequena Sereia”, Grandes Pequeninos”,  “Branca de Neve e os Sete Anões”, “A Cigarra e a Formiga”, “Cinderela” e “Chapeuzinho Vermelho” para as crianças. Para os adultos foram realizadas, entre outras montagens, “A Minha Primeira Vez”, “Os Sete Gatinhos”, “O Estrangeiro”, Senhoras e Senhores”, “O Dia que Raptaram o Papa”, “E o Vento Não Levou”, “Equus” a trilogia “Enquanto Isso...”, além de projetos de humor – como “Nunca Se Sábado...” e “IMPROVISORAMA” – Festival Nacional de Improvisação Teatral. Em parceria com Moeller e Botelho produziu os Musicais “Um Violinista no Telhado”, “Todos os Musicais de Chico Buarque em 90 Minutos”, “Nine – Um Musical Felliniano” e “Beatles num Céu de Diamantes”.


Foto: Divulgação

Lu Vitti lança álbum dia 9 de dezembro no Sesc Pompeia

|


A voz de Lu Vitti, velha conhecida dos espaços undergrounds da cidade, vai invadir seu set list com o lançamento do primeiro álbum gravado em estúdio, que trata do amor com uma pegada cheia de rock´n´roll.

Lu Vitti apresenta, no teatro do Sesc Pompeia, seu show de estreia da turnê de lançamento do álbum Lu Vitti. Um time de feras faz parceria com a cantora: Rubem Farias (arranjos e baixo), Carlos Tomati (guitarra), Marco da Costa (bateria), Fernando Hashimoto (vibrafone) e Christian Galante (percussão). Angela Ro Ro dá o ar de sua graça cantando  três baladas, duas de seu repertório – Gota de Sangue e Escândalo –  e Mulher, música inédita do CD.

Dona de uma voz única, Lu Vitti imprime seu DNA em músicas inéditas, autorais e clássicos revisitados com roupagem roqueira. Ela interpreta diferentes tipos de mulheres ao abordar um tema muito conhecido, mas que nunca sai de moda – o amor em todas suas nuances.Nesse universo há paixões de arrasar quarteirão, o momento em que o playboy folgado não tem vez (Perdeu, Playboy), a vingança é lenta e (quase) indolor (Vingança) e até as boas-vindas do avô para sua netinha (Luciane). Esta música, que fecha o CD, foi composta pelo avô de Lu Vitti, que cantava na época de ouro do rádio.

O show ainda conta com a direção cênica e iluminação de Marcos Loureiro, cenogafia das artistas visuais Gigi Manfrinato e Sandra Lee e textos da escritora Luana Vignon.

Sobre Lu Vitti

Lu Vitti nasceu em Ribeirão Preto em uma família de músicos, e sua maior influência foi seu avô, Dércio Ferezin. Logo, suas primeiras referências como intérprete vieram de cantores como Orlando Silva, Lupicínio Rodrigues e Dolores Duran. Mudou-se para São Paulo em 2001, onde trabalhou como atriz para importantes diretores e companhias e deu continuidade ao seu trabalho como cantora em bares e casas noturnas com um repertório de clássicos do rock, blues e MPB. Realizou vários shows com grandes nomes da música instrumental, entre eles Bocato, Rubem Farias, Filó Machado, Marco da Costa e José Neto, entre outros. Também já se apresentou em festivais na Europa com Rubem Farias, que também é produtor de seu primeiro álbum.

CD disponível
A partir de 5 de dezembro o CD estará disponível nas plataformas digitais:
GooglePlay: https://goo.gl/CGqmiM
No dia 9 de dezembro o CD será vendido no Sesc Pompéia a R$ 20,00.

Assista

Lu Vitti
Dia 9 de dezembro, sexta-feira, às 21h
Teatro
*O Teatro do Sesc Pompeia possui duas plateias (lados par e ímpar) e galerias superiores não numeradas. Por motivo de segurança, não é permitida a permanência nas galerias, de menores de 12 anos, mesmo acompanhados dos pais ou responsáveis.

 Ingressos: R$6 (credencial plena/trabalhador no comércio e serviços matriculado no Sesc e dependentes), R$10 (credenciado*/usuário inscrito no Sesc e dependentes, +60 anos, estudantes e professores da rede pública de ensino) e R$20 (inteira).


Venda online a partir de 29 de novembro, terça-feira, às 17h30.

Venda presencial nas unidades do Sesc SP a partir de 30 de novembro, quarta-feira, às 17h30.
Classificação indicativa: Não recomendado para menores de 12 anos.


SESC Pompeia – Rua Clélia, 93.
Não temos estacionamento. Para informações sobre outras programações, acesse o portal sescsp.org.br/pompeia


***A Foto em destaque é a Capa do CD

Espaço Parlapatões recebe Daniel Lotoy com 'Bolero Freek'

|

Já imaginou ouvir “Billie Jean”, do icônico Michael Jackson, com arranjo de forró? E a mistura de “Knockin’ on Heaven’s Door” (Bob Dylan) com axé?  E como combinar o ‘Show das Poderosas’ com isso tudo? Pois Daniel Lotoy mergulhou nesse desafio em seu novo projeto, o ‘Bolero Freek’, que estreia dia 09 de dezembro, no Espaço Parlapatões, em São Paulo, às 19h. 

O show une, em um repertório dançante, sucessos da MPB, música brega e POP dos anos 80 e 90, com clima de nostalgia, mas arranjos originais, inovadores, inesperados e muito brasileiros. “O nome é uma mistura das palavras louco e livre, em inglês. Queremos tocar o que gostamos da maneira mais livre possível, abrindo espaço para o chamado ‘diferente’”,  comenta Daniel Lotoy.

Com figurino alegre e bastante colorido, Daniel Lotoy (voz e teclado) terá a companhia de Renato Leite (baixo), Evandro Ferreira (violão e guitarra) e Abner Paul (bateria e percussão).

A primeira exibição do ‘Bolero Freek’ acontece nesta sexta-feira, dia 09, no Espaço Parlapatões, que fica na Praça Franklin Roosevelt, 158, no centro de São Paulo/SP. Um novo show no mesmo local já está marcado para o dia 18 de dezembro, no mesmo horário.
  
Sobre Daniel Lotoy

Nascido em Campinas, Daniel Lotoy começou a cantar aos 12 anos, mesmo período em que ingressou nas aulas de canto. Três anos depois, já fazia shows pelo interior. Mudou-se para São Paulo aos 17 anos e o deslumbramento com a cidade deu vida às suas composições – a maioria autobiográfica. Graduado em música pela FASM, é habilitado em Canto Popular e, recentemente, lançou seu primeiro trabalho autoral, o EP ‘Entreatos’.

Suas influências vão de Freddie Mercury a Milton Nascimento, passeando por ritmos como rock progressivo e jazz. Além de cantor e compositor, Lotoy também dá aulas particulares e no ‘Atelier de La Musique’, uma das mais importantes escolas de música de São Paulo. Nas redes sociais, mantém um canal no Youtube onde, além de exibir seus clipes e músicas, publica vídeos didáticos e explicativos com dicas de canto aos iniciantes na área.

Estreia do projeto ‘Bolero Freek’, com Daniel Lotoy e banda
Data e Hora: 09 de dezembro, sexta, às 19h | Dia 18 de dezembro, às 19h.
Local: Espaço Parlapatões – Praça Franklin Roosevelt, 158, Centro, São Paulo/SP (http://www.espacoparlapatoes.com.br/)
Entrada Franca
Acompanhe Daniel Lotoy: Facebook | Youtube




Festival reúne peças infantis para todas as faixas etárias e traz duas                                     peças direcionadas para o público jovem

A 26ª edição do tradicional Festival de Férias do Teatro Folha começa dia 02 de janeiro de 2017. O festival traz ao público apresentações de espetáculos infantis todos os dias da semana, até 29 de janeiro, garantindo diversão para a criançada durante o recesso escolar.
Nove espetáculos foram escolhidos para integrar o festival, considerando a qualidade e diversidade de estilos e linguagens.

A novidade desta edição do Festival de Férias é que, pela primeira vez, a programação inclui duas peças direcionadas para o público jovem: “O Alvo Parte 1 - Ser ou Não ser o Centro das Atenções” e “O Alvo Parte 2 – Hateclub”. As duas montagens serão apresentadas a partir do dia 09 de janeiro.

Para o público a partir de 3 anos de idade, o Festival de Férias traz as peças “Os Saltimbancos”, a saga de quatro bichos que formam um grupo musical; “Pluft, o Fantasminha”, um clássico do teatro infantil  brasileiro escrito por Maria Clara Machado; “João e Maria”, encenação da Cia. Le Plat du Jour; e “Branca de Neve”, com trilha sonora reunindo músicas dos Beatles. Também para esta faixa etária haverá a montagem “Os Três Porquinhos”, com direção de Pitty Webo, que fará a estreia no festival e continuará em cartaz até o final de março.

O Festival de Férias também terá duas montagens para crianças na faixa etária a partir de 6 anos de idade: “Watchatchá, Um Viagem Pela Ciência”, produção da Mad Science; e “O Imprevisível Circo da Lua”, um freak show da Cia Paraladosanjos que faz uma homenagem aos primeiros circos da Terra.

Confira a programação completa e a indicação de idade de cada uma das peças:


SÁBADOS E DOMINGOS ÀS 16h

07 A 29 DE JANEIRO

OS SALTIMBANCOS


A peça conta a famosa história dos quatro bichos – um jumento, uma galinha, um cachorro e uma gata – que formam um grupo musical e partem para a cidade para tentar a carreira musical. Durante a jornada muitas coisas acontecem e os animais percebem que a cidade com que tanto sonham não é o melhor lugar para viver.
FICHA TÉCNICA
Texto: Sergio Bardotti e Luiz Enrique Bacalov
Tradução e adaptação: Chico Buarque
Direção Geral: Fezu Duarte
Elenco: Juliana Romano, Marcelo Diaz, Rosy Aragão, William Franklin,  Gabriel Neumann, Giovana Possenti Boffa, Marita Prado, Thiago Guimarães. Elenco stand in: Barbara Magalhães e Mayara Justino.
Coreografia e assistência de direção: Juliana Sanches
Direção Musical – Ivan Parente
Produção musical e arranjos: Joel “Doc” Pereira
Criação de figurinos e adereços: As Mariposas
Criação de cenários e iluminação: Kleber Montanheiro
Coordenação de produção: Isabel Gomez
Fotografia: Ike Levy e Everson Borges
Realização: Doidim Produções Artísticas
Duração: 50 minutos
Classificação indicativa: a partir de 3 anos


SÁBADOS E DOMINGOS ÀS 17h40

07 A 29 DE JANEIRO

OS TRÊS PORQUINHOS 

Os porquinhos Puffy, Poffy e Piffy vivem numa floresta. Puffy é estudioso, Poffy é guloso e preguiçoso, Piffy é medrosa. Mesmo com tantas diferenças, os porquinhos precisam se unir porque o inverno está chegando e com ele a ameaça de um faminto lobo, que logo se mostra divertido e atrapalhado.

A criançada se encanta e se diverte com essa aventura, que também aborda temas importantes como solidariedade, medo e determinação. 
FICHA TÉCNICA
Texto e direção: Pitty Webo
Elenco: Claudio Marinho, Gígio Badaró, Kelita Carvalho e Victor Di Lourenço
Figurinos: Elisangela Kopke
Adereços: Rose Bandeira
Cenário: Fabio Alexandre Cenografias
Iluminação: Kadu Moratori
Ilustrações: Marilena Saito
Preparação corporal: Mega Dança – Jorge Amaro
Produção: Marya Cecília Ribeiro, Andreia Pacheco e Paulo Previatto
Assistente de direção e de produção: Carlos Braga
Coordenação de produção: Pitty Webo
Administração: Silvano Alves

Duração: 50 minutos
Classificação indicativa: a partir de 3 anos

SEGUNDAS-FEIRAS ÀS 16h

02 A 23 DE JANEIRO

PLUFT, O FANTASMINHA 

Pluft é um fantasminha que tem medo das pessoas. Um dia ele conhece Maribel, menina que foi sequestrada pelo pirata Perna de Pau, que a  escondeu na casa onde moram Pluft e sua família. Logo o fantasminha faz amizade com Maribel e, para salvá-la, se envolve em muitas aventuras.
FICHA TÉCNICA
Texto: Maria Clara Machado
Direção: Ivo Ueter
Elenco: Allan Salinas, Cristiano Belarmino, Filipe Bertini, Icaro Gimenez, Tamires Rhayane, Thiago Mantovani, Vivian Nóbrega e Ivo Ueter
Operação de luz: Kauã Silva
Operação de som: Kauê Santos
Duração: 60 minutos
Classificação indicativa: a partir de 3 anos

SEGUNDAS-FEIRAS ÀS 17h30

09 A 23 DE JANEIRO

O ALVO PARTE 1 – SER OU NÃO SER O CENTRO DAS ATENÇÕES 

Espetáculo aborda o bullying entre estudantes adolescentes. Cinco amigas populares do colégio estão na sala de espera da diretoria. A amizade dessas garotas está ameaçada por causa de um estranho encontro delas com a “menina mais zoada do colégio”, que tomou proporções graves, quando a menina rolou as escadas e acabou em um hospital, bastante machucada. Em meio a divertidas situações e discussões acaloradas, a trama faz com que elas revelem fatos e opiniões surpreendentes umas às outras, e mudem as suas vidas para sempre. A montagem ganhou os prêmios FEMSA Coca Cola e SP de Teatro na categoria Melhor Texto em 2015.
FICHA TÉCNICA
Texto e direção: Pedro Garrafa
Elenco: Andressa Andreatto, Julia Freire, Luiza Porto, Kuka Annunciato, Pauline Mingroni. Stand in: Maira Sarmento.
Iluminação: Matheus Heck
Produção: Elemento Cultural

Duração: 70 minutos
Classificação indicativa: a partir de 10 anos


SEGUNDAS-FEIRAS ÀS 19h

09 A 23 DE JANEIRO

O ALVO PARTE 2 – HATECLUB 

Depois da “menina mais zoada do colégio” rolar as escadas e se machucar por conta de uma provocação, as cinco meninas mais populares se transformam no novo alvo de bullying do colégio. Na segunda parte da história as amigas Amanda, Maria Anna, Nina, Amélia e Rebecca recebem a ajuda de uma nova e misteriosa personagem para descobrir quem anda difamando a imagem delas pela internet. A trama, dividida entre o mundo real e virtual, aborda tanto o tema do cyberbulling, quanto o do crescente discurso de ódio destilado pela internet.
FICHA TÉCNICA
Texto e direção: Pedro Garrafa      
Elenco: Andressa Andreatto, Julia Freire, Luiza Porto, Kuka Annunciato, Pauline Mingroni. Stand in: Maira Sarmento.
Iluminação: Matheus Heck
Produção: Elemento Cultural

Duração: 80 minutos
Classificação indicativa: a partir de 10 anos



TERÇAS-FEIRAS ÀS 16h

03 A 24 DE JANEIRO

WATCHATCHÁ, UMA VIAGEM PELA CIÊNCIA 

Produção da Mad Science, franquia de uma empresa canadense que explora o lado divertido da ciência, a peça ensina conceitos importantes de forma divertida, aguçando a curiosidade do público. Dois cientistas malucos e seus três assistentes criam efeitos aparentemente mágicos – todos explicados durante a peça – para demonstrar algumas leis científicas. Experimentos fantásticos, como uma bola que sobrevoa a plateia, bolhas de sabão cheias de fumaça, uma máquina de aprisionar sombras, entre outros, mostram às crianças e adultos como a ciência está presente no nosso dia-a-dia.
FICHA TÉCNICA
Autoria: Mad Science São Paulo
Direção: Marcelo Klabin
Elenco: Fabiana Ferrari, Marcus Máximo, Tiago Prates e Gustavo Zanetti
Cenografia: Edson Expedito
Iluminação: Rossana Boccia
Sonoplastia: Gilson
Contrarregra: Vinicius Feliciano e Eduardo Oliveira
Produção: Dany Artel
Duração: 55 minutos
Classificação indicativa: a partir de 6 anos


QUARTAS-FEIRAS ÀS 16h

04 A 25 DE JANEIRO

JOÃO E MARIA 

Esta divertida adaptação da Cia. Le Plat du Jour para o clássico dos Irmãos Grimm conta a história de João Maria e Maria João, que perdidos no bosque acabam entrando na casa de doces da Bruxa. A narrativa ganhou um cunho ecológico e a graça de duas simpáticas pássaras, Bicudinha e Bicudona, que estão em apuros por causa do desmatamento. São elas que começam a história e dão a deixa para a entrada dos personagens clássicos.
FICHA TÉCNICA
Autoria e direção: Alexandra Golik e Carla Candiotto 
Elenco: Beatriz Diaféria e Flávia Strongolli
Técnico de som: Valdilho Cruz
Técnico de Luz: Pedro Alexandre
Duração: 55 minutos
Classificação indicativa: a partir de 03 anos


QUINTAS-FEIRAS ÀS 16h

05 A 26 DE JANEIRO

BRANCA DE NEVE

A conhecida história de Branca de Neve e os Sete Anões é contada de forma divertida e bem humorada, com uma boa dose de aventura e suspense. Seis atores dão vida aos personagens e manipulam bonecos que representam os sete anões. A peça tem trilha sonora  com músicas dos Beatles.
FICHA TÉCNICA
Autoria: Irmãos Grimm. 
Adaptação: Leandro Mariz      
Direção: Leandro Mariz e Sabrina Korgut
Elenco: Kauê Gibran, Enrico Verta, Adriano Ferreira, Leandro Grance, Mariana Faloppa, Thamires Kovalski, Priscila Cammarosano e Bianca Almeida.
Cenografia e  iluminação: Leandro Mariz
Figurinos: Reinaldo Patrício
Visagismo: Thiago Wanderley
Coordenação artística e trilha sonora: Tiago Higa
Coordenação de Produção: Marcia Ximenes
Direção de produção: Fernando Ramos
Camareira: Valeria de Souza
Realização: Goldfinch Entretenimento e Kommitment Produções

Duração: 60 minutos
Classificação indicativa: a partir de 03 anos

                                        SEXTAS-FEIRAS ÀS 16h
                                                                     06 A 27 DE JANEIRO
O IMPREVISÍVEL CIRCO DA LUA

O espetáculo é uma homenagem aos primeiros circos da Terra. Livremente inspirado no universo fantástico do pai do cinema, o francês George Melies
(1902), a montagem traz acrobacias aéreas, teatro de sombras, muita projeção e ilusionismo.

Com dramaturgia altamente visual e trilha sonora original, a história promete desvendar os mistérios e segredos guardados sob uma lona estelar, com a aparição de personagens fantásticos como as irmãs siamesas, o homem sem cabeça, a mulher mais gorda do mundo, o lobisomem, entre outros bizarros personagens.

FICHA TÉCNICA
Concepção: Marcos Becker e Marilia Ennes
Direção: Marion e Alex Brede
Elenco: Daniel Salvi, Marcos Becker e Marilia Ennes
Cenário, adereços e efeitos Especiais: Abel Saavedra
Figurinos: Marilia Ennes, Raquel Saldivia.
Indumentária: Luci Martinelli
Light design: Marcos Becker
Trilha sonora: Pedro Assad e Vinicius Sampaio
Ilustrações e maquete: Anybool Cris
Design Gráfico: Arthur Amaral
Fotos: Débora Branco
Captação e edição de vídeo: Flavio Carnielli
Confecção de aparelhos circenses: Felix Caro
Produção: Naiane Beck e Paraladosanjos

Duração: 50 minutos
Classificação indicativa: a partir de 06 anos


FESTIVAL DE FÉRIAS

Teatro Folha
Estreia: 02 de janeiro de 2017
Até: 29 de janeiro de 2017
Apresentações: segunda-feira, às 16h (a partir do dia 09 de janeiro, sessões também às 17h30 e 19h); de terça a sexta-feira, às 16h; sábado e domingo, às 16h e 17h40.
Ingressos: R$ 40,00
*Valores referentes a ingressos inteiros. Meia-entrada disponível em todas as sessões e setores de acordo com a legislação.

TEATRO FOLHA

Shopping Pátio Higienópolis - Av. Higienópolis, 618 / Terraço / tel.: (11) 3823-2323 - Televendas: (11) / 3823 2423 / 3823 2737 / 3823 2323 Site: www.teatrofolha.com.br
Vendas por telefone e internet/ Capacidade: 305 lugares / Não aceita cheques / Aceita os cartões de crédito: todos da Mastercard, Redecard, Visa, Visa Electron e Amex / Estudantes e pessoas com 60 anos ou mais têm os descontos legais / Clube Folha 50% desconto / 50% de desconto para funcionários e clientes do Cartão Renner. Horário de funcionamento da bilheteria: de terça a quinta, das 15h às 21h; sexta, das 15h às 00h; sábado, das 12h às 00h; e domingo, das 12h às 19h / Acesso para cadeirantes / Ar-condicionado / Estacionamento do Shopping: R$ 14,00 (primeiras duas horas) / Venda de espetáculos para grupos e escolas: (11) 3113-3215 / 97628-4993 / Patrocínio do Teatro Folha: Folha de S.Paulo, CSN, LG, Privalia, Nova Chevrolet, Wickbold, Owens, Teleperformance e Grupo Pro Security.

SOBRE A CONTEÚDO TEATRAL

O grupo empresarial paulista Conteúdo Teatral atua há mais de quinze anos em duas vertentes: gestão de salas de espaços e produção de espetáculos. Como gestora é responsável pela operação do Teatro Folha, no Shopping Pátio Higienópolis, com direção artística de Isser Korik e direção comercial de Léo Steinbruch, programando espetáculos para temporada em regime de coprodução. No período de atuação a empresa soma mais de 2 milhões de espectadores.

Como produtora de espetáculos, viabilizou dezenas de peças, como “Gata Borralheira”, “O Grande Inimigo”, “Os Saltimbancos”, “A Pequena Sereia”, “Grandes Pequeninos”,  “Branca de Neve e os Sete Anões”, “A Cigarra e a Formiga”, “Cinderela” e “Chapeuzinho Vermelho” para as crianças. Para os adultos foram realizadas, entre outras montagens, “A Minha Primeira Vez”, “Os Sete Gatinhos”, “O Estrangeiro”, “Senhoras e Senhores”, “O Dia que Raptaram o Papa”, “E o Vento Não Levou”, “Equus” a trilogia “Enquanto Isso...”, além de projetos de humor – como “Nunca Se Sábado...” e “IMPROVISORAMA” – Festival Nacional de Improvisação Teatral. Em parceria com Moeller e Botelho produziu os Musicais “Um Violinista no Telhado”, “Todos os Musicais de Chico Buarque em 90 Minutos”, “Nine – Um Musical Felliniano” e “Beatles num Céu de Diamantes”.


Foto: Everson Borges