Coral Ebenézer completa 50 anos

25 junho 2017 |


O Coral Ebenézer da Igreja Presbiteriana de Rio Bonito (RJ) comemorou 50 anos ontem, dia 24 de junho, às 19h, no templo, que fica no Centro de Rio Bonito. Para brindar a data se uniram ao coral aniversariante os corais da Primeira Igreja Batista de Rio Bonito, da Segunda Igreja Batista de Rio Bonito e da Igreja Batista Betânia de Rio Bonito.


O Reverendo Alex de Souza recebeu diversos convidados para a festa e o convidado da noite a pregar a Palavra de Deus foi o Reverendo Cláudio Aragão da Igreja Presbiteriana na Ilha do Governador, no Rio de Janeiro.


Foi uma noite repleta de louvores especialmente selecionados e de muita reflexão.


O CULTURA VIVA parabeniza ao Coral Ebenézer pelo Jubileu de Ouro!


Fotos: Divulgação

'The Voice Emes' motiva alunos em Rio Bonito

|


Mais uma iniciativa traz orgulho para o município de Rio Bonito (RJ). E tinha que vir de uma escola! O Espaço Municipal de Ensino Supletivo (Emes) realizou ontem, dia 24 de junho, no Teatro da CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas) o evento musical intitulado “The Voice Emes”, às 15h, em grande estilo. A diretora Mauricéa Alves de Souza, acompanhada de Rogério Magalhães, apresentou o evento que, na verdade, se transformou num show, um espetáculo musical onde alguns alunos da unidade escolar foram os artistas. E muitos se revelaram em canções da MPB e gospel, ao vivo e com play-backs.


Além dos “artistas locais”, o evento teve a participação especial da cantora Sheila Sá, que mais uma vez, esbanjou talento e simpatia, e incentivou aos participantes com sua presença.


Cerca de dez alunos abrilhantaram o evento e um grande público compareceu: parentes, amigos, professores, funcionários públicos municipais e profissionais atuantes no Emes preencheram a tarde com muita alegria e descontração, com música de qualidade. Sem falar no corpo de jurados, que se expressou muito bem, ao avaliar o evento.

Que Rio Bonito tenha mais tardes inesquecíveis assim! 
Confira um pouco do evento:








Fotos: Divulgação

Camila Silva marca presença em inauguração da Clínica Cozumel, em SP

23 junho 2017 |


Bem elegante, Camila Silva marcou  presença na inauguração da Clínica Cozumel, em São Paulo, ontem, dia 22 de junho. A atriz e rainha de bateria das escolas Mocidade, no Rio de Janeiro,  e da Vai Vai, em São Paulo, foi presenteada, no evento, e ganhou uma belíssima joia da De Marie.


Foto: Lucas Alves / CMMídia


O compositor de sucessos como “Tá delícia, tá gostoso”, “Me ama mô” e mais uma dezena de sambas de enredo para a Imperatriz Leopoldinense é o grande homenageado da 13ª edição do Prêmio Plumas & Paetês Cultural. O evento, que leva os holofotes aos profissionais que atuam nos bastidores da produção do Carnaval Carioca, é pioneiro neste segmento, contemplando, anualmente, 33 categorias profissionais, que, em sua maioria, ainda atuam no anonimato e na informalidade. Uma grande celebração em torno da Economia Criativa do Carnaval Carioca. A musa da Mocidade Independente de Padre Miguel:  Giovana Angélica, que fotografou com exclusividade para a Revista Plumas & Paetês no estúdio do mago da fotografia,  Marcos Mello,  estará nas páginas da edição em um ensaio belíssimo com produção de seu esporte favorito Muay Thai. 


O Plumas & Paetês Cultural, desde a sua criação, já premiou 778 trabalhadores, e, em maio de 2015, foi condecorado com o Diploma Heloneida Studart - pela Comissão de Cultura da ALERJ, que congratula os destaques em Produção Cultural do Estado. O projeto tem como marco norteador o campo da valorização e do reconhecimento aos trabalhadores que constroem com muitos esforços e dedicação o maior espetáculo popular do mundo.


O evento acontecerá no dia 1º de julho no Teatro Carlos Gomes, na Praça Tiradentes no centro do RJ. Com início às 19 horas, com o show musical tributo a Zé Katimba. 


Foto1: Equipe de produção com Giovana Angélica e o fotógrafo Marcos Mello 
Foto2: Giovana Angélica 
Foto:3: Capa da edição que será lançada 1º de julho no Teatro Carlos Gomes
Foto capa e da modelo Giovana Angélica: Marcos Mello

O 'Mundo Mágico da Nati'

|


A atriz e Digital Influencer mirim Natalia Bidoia posou para um editorial de moda em Apucarana, no Paraná, para a Boutique CataVento. Apaixonada por moda e por redes sociais, Nati como  é carinhosamente chamada, agora também está no You Tube com seu canal chamado "Mundo Magico da Nati".


Foto: Grace Keli - GM Fotografias

Búzios ganha Feira Nordestina

22 junho 2017 |


O fim de semana será de festa na Rasa, em Búzios. No sábado, a prefeitura inaugura a Feira Nordestina, em frente ao Centro Vocacional Tecnológico (CVT), a partir das 18h deste sábado, dia 24 de junho. Durante os dois dias, a feira terá espaço gastronômico com comidas típicas, artesanatos e apresentação de grupos musicais.

Players do mercado fecham negócios com fornecedores regionais na 'Brasil Offshore'

21 junho 2017 |


Empresas participaram do primeiro dia da rodada de negócios da feira, que acontece até sexta-feira, em Macaé
Empresas do Brasil, Alemanha, Colômbia, Estados Unidos, Israel, Mônaco e Reino Unido estão participando da nona edição da Brasil Offshore, feira de Óleo e Gás que acontece até sexta-feira, 23, em Macaé. Durante o segundo dia do evento, players do mercado internacional participaram da 9ª Rodada de Negócios, que continua na quinta-feira, e é realizada pela Organização Nacional da Indústria do Petróleo (ONIP), o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas no Estado do Rio de Janeiro (SEBRAE/RJ) e da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (FIRJAN) com o apoio da Reed Exhibition, organizadora da feira.
O encontro entre empresas-âncoras com pequenos e médios fornecedores regionais conta com a presença da Air Liquide, Alphatec, Baker Hughes, BW Offshore, Estaleiro Mauá, Forship, Huisman, NUCLEP, Petrobras UO-BC, Porto do Açu, Queiroz Galvão, Shell, Sotreq, Subsea7, TechnipFMC, Transpetro e Tridimensional. Em 2015, as 20 empresas âncoras e as 113 empresas fornecedoras propiciaram 445 encontros, resultando em R$ 222,5 milhões em expectativas de negócios durante os doze meses seguintes.
Durante o segundo dia da feira, também aconteceram palestras com expositores e entidades parceiras no Espaço do Conhecimento Offshore. O público-alvo são profissionais de toda a cadeia produtiva do setor setor petrolífero, com destaque para exploração de petróleo, serviços de engenharia, construção, logística e armazenamento de máquinas industriais e comerciais. Um dos encontros foi com Glauco Nader, diretor da Dinamus Consultoria, que falou sobre “Cenários e oportunidades  no setor de Petróleo e Gás”.
“Quando a produção de petróleo voltar a crescer, o mercado ficará aquecido novamente. Nós passamos muitos anos só explorando os campos, sem descobrir novos poços. Os leilões de 2017 e 2018 devem atrair investimentos na ordem de R$200 bilhões nos próximos dez anos. Teremos 287 blocos disponíveis, quanto mais forem adquiridos, mais rápida será a retomada do mercado”, analisa Nader.
Grandes empresas investem em oportunidades no segmento
Durante a Brasil Offshore 2017, o gerente-geral da Petrobras Marcelo Batalha defendeu a importância estratégica da Bacia de Campos para a empresa e comentou sobre alguns planos para a continuidade do desenvolvimento da produção na região. "Vamos iniciar, nos próximos meses, a produção nos campos de Tartaruga Verde e Tartaruga Mestiça e também implantaremos ações para conclusão das atividades do plano de análise de descoberta do reservatório de Forno, localizado no pré-sal da concessão de Albacora", destacou.
Batalha também mencionou a obtenção recente, junto à ANP, da autorização de extensão do contrato de concessão dos campos de Marlim e Voador até 2052. "Isto abre para a Petrobras oportunidade de novos investimentos nessa importante área de produção offshore. Continuaremos a contar com a parceria de fornecedores, força de trabalho e poder público, o que foi fundamental para chegarmos até aqui”, ressaltou.
A multinacional finlandesa Wärtsilä, líder em avançadas tecnologias para mercados marítimos e de geração de energia, está lançando na feira seu novo software de serviços: o engenheiro virtual. A tecnologia é um serviço de suporte técnico remoto para manutenção, reparo e inspeção de seus equipamentos instalados em navios ou usinas de energia. Para Diego Colicchia, gerente geral de operações da Wärtsilä Brasil, o tempo de operação é o fator mais importante.
“O conceito de engenharia virtual da Wärtsilä torna possível fornecer suporte em tempo real à equipe de serviço em campo e conhecimento remoto dos nossos especialistas na base - em caso de solução de problemas e reparos complexos -, sem ter que interromper as operações do navio ou da usina de energia. Além da redução de custos, isso maximiza o tempo de funcionamento e eficiência das operações do cliente. A utilização desse tipo de tecnologia traz benefícios diferenciados de alto valor agregado".
Reed Exhibitions Alcantara Machado
A Reed Exhibitions Alcantara Machado atua no Brasil através dos seus escritórios em São Paulo e Ribeirão Preto. Com um portfólio de cerca de 40 marcas em todo o território nacional, o grupo traz para o Brasil as melhores práticas em exposição de eventos, com a experiência de quem é líder mundial neste mercado.
Participar de um evento organizado e promovido pela Reed Exhibitions Alcantara Machado é estar em uma vitrine de relacionamento que recebe, anualmente, somente no Brasil, cerca de 1 milhão de compradores.
Além do Brasil, a Reed Exhibitions atua em 42 países. São mais de 500 eventos distribuídos pelas Américas, Europa, Oriente Médio e Ásia.
Society of Petroleum Engineers
A SPE é uma associação profissional sem fins lucrativos cujos membros estão envolvidos no desenvolvimento de recursos energéticos e de produção. Atualmente, atende mais de 143 mil membros em 137 países em todo o mundo, se firmando como um recurso fundamental para o conhecimento técnico relacionado à exploração e produção da indústria de petróleo e gás. A associação ainda presta serviços através de suas publicações, eventos, cursos de treinamento e recursos online em www.spe.org.
Instituto Brasileiro de Petróleo, Gás e Biocombustíveis
Fundado em 1957, o IBP é uma organização privada, sem fins lucrativos, focada em promover o desenvolvimento da indústria de petróleo, gás e biocombustíveis brasileira em um ambiente competitivo, sustentável, ética e socialmente responsável. Hoje, o IBP reúne mais de 200 empresas e profissionais associados e é reconhecida como um representante da indústria importante para o seu conhecimento técnico e para fomentar o debate das grandes questões do setor. Organizador dos principais eventos da indústria no Brasil, o IBP também desenvolve cursos e capacitação de profissionais do setor, normas, certificações e publicações técnicas. Saiba mais no site do IBP (www.ibp.org.br).
Brasil Offshore 
Data: 20 a 23 de junho de 2017
Horário: das 14 às 21h
Local: Centro de Convenções Roberto Marinho - Macaé Centro 
Endereço: Rodovia Amaral Peixoto, Km 170 - Barreto | Macaé/RJ  | CEP: 27965-250 
http://www.brasiloffshore.com/
Foto: Divulgação

Mario Canna e sua trajetória no ‘mundo das bikes’

20 junho 2017 |


Olhar para São Paulo e observar a agitação cotidiana da metrópole é quase impossível imaginar que alguém possa transitar de bicicleta pela cidade, em horário comercial. Contudo, o programa “Vamos pedalar” da TV Cultura, no ar aos domingos, às 17h, veio provar que isso é possível sim. Com a orientação de profissionais do “mundo das bikes”, ganha a afeição do público. Inclusive, um desses mestres no ramo, o jovem Mario Canna, concedeu entrevista exclusiva ao CULTURA VIVA hoje e, em princípio, relatou como foi seu início atuando com o meio de transporte. “Comecei restaurando bicicletas antigas como hobby e estes serviços se estenderam para bicicletas de amigos. Com o tempo, estabeleci uma pequena oficina na Zona Leste de São Paulo fazendo modificações e manutenção, especialmente em bicicletas de roda fixa, como as usadas em velódromos”, explicou.

Acompanhe o bate papo!

CULTURA VIVA: É possível sobreviver apenas atuando no ramo?

MARIO CANNA: Obviamente. É um mercado em franca expansão e que, cada vez, procura melhores serviços e componentes de melhor qualidade. Quem trabalha corretamente e com afinco, com certeza, se estabelece no mercado de bicicletas.

C.V.: Dá para circular todos os dias de bicicleta em São Paulo? Os riscos não são mais evidentes frente ao trânsito intenso da cidade?

M.C.: Não considero pedalar em São Paulo perigoso, mas só o fato de viver em grandes cidades já envolve riscos e pedalar na cidade também. Ter cautela, pedalar seguindo as normas de trânsito e equipado garante tranquilidade e permite que qualquer um usufrua de seu espaço na cidade.

C.V.: Com o passar do tempo, as pessoas buscam uma vida mais saudável e, encontraram na bicicleta, uma forma de manter o peso e reunir, com apenas um exercício, benefícios para o corpo todo. Você já percebia esse valor na bike?

M.C.: Para mim, os benefícios para o corpo foram apenas uma consequência agradável, pois sempre considerei que pedalar, em primeiro lugar, faz bem à mente.  Nossa perspectiva em relação à cidade e às pessoas muda, o dia fica mais leve e, de quebra, nos exercitamos sem nos sentir presos "na gaiola" como em uma academia.

C.V.: Para que o ciclista seja respeitado de fato nas ruas de São Paulo, tanto pelas políticas públicas quanto pelos outros meios de transportes, o que você acha que falta?

M.C.: Não adianta investimentos milionários em infraestrutura se não houver educação e respeito mútuo no trânsito. Para isso, deve haver a coibição aos maus motoristas e também aos maus ciclistas, que também cometem infrações e causam acidentes. Um programa de educação e conscientização aplicado em paralelo com policiamento e punição efetivas iriam, em poucos anos, deixar o trânsito muito mais seguro.

C.V.: O programa "Vamos Pedalar", onde você, toda semana, dá altas dicas sobre a mecânica das bicicletas, é uma excelente novidade na TV. Qual a sua opinião particular sobre a atração?

M.C.: O convite para participar do programa foi uma agradável surpresa e o retorno está sendo incrível! É o primeiro programa do gênero em rede nacional e nos esforçamos para mostrar o melhor deste universo cativante.

C.V.: Como tem sido a receptividade do público?

M.C.: Por ser em rede nacional, recebemos contatos de pessoas do Brasil todo que nos prestigiam e sugerem pautas para os próximos episódios, inclusive enviando suas próprias dicas e macetes. Tenho aprendido muitas "gambiarras" novas com estes telespectadores.

C.V.: Como surgiu sua participação no programa?

M.C.: Havia conversado com os idealizadores do programa informalmente relatando a procura cada vez maior de meus amigos e clientes de conhecer mais sobre como fazer a manutenção das bikes em casa, seja para economizar dinheiro ou para não ser enganado em bicicletarias inescrupulosas. Algum tempo depois, a TV Cultura nos convidou para este projeto.


C.V.: Você também faz parte do Ciclo Urbano Bicicletas, em São Paulo. Como funciona esse trabalho? Ele pode ser estendido para outros Estados do país?

M.C.: Buscamos oferecer serviços e atendimento que gostaríamos de encontrar nas lojas como clientes e, felizmente, temos conseguido muito sucesso e muitos novos amigos! Expandimos, recentemente, com a abertura de uma filial no bairro de Pinheiros e, apesar de ainda ser um sonho distante, não descartamos a possibilidade de nos aventurarmos em outros estados.

C.V.: Que dica você deixa para que se mantenha a bicicleta por longos anos?

M.C.: A dica é escolher uma bicicleta de qualidade e considerar que manutenção não é um gasto, mas, sim, um investimento a curto e a médio prazo. Quem cuida, periodicamente, de sua bicicleta tem confiabilidade na magrela e economiza com trocas de peças por manutenção negligente.

Fotos: Renan Bossi

Marcelo Marrom prorroga temporada até 26 de agosto no Teatro Folha

|


Vida do ator Marcelo Marrom contada com muito humor, além de apresentar o quadro “Música por Encomenda”

O humorista Marcelo Marrom prorroga temporada do espetáculo “Juro que é Verdade” no Teatro Folha até 26 de agosto. Sessões acontecem aos sábados, meia-noite.
Marcelo Marrom conta um pouco da sua história pessoal, dividida em quatro décadas, transformando em piada sua trajetória desde a infância até hoje. Apelidos de infância, traumas, alegrias, relacionamentos, conquistas, sucessos e fracassos são alguns dos temas abordados.
O espetáculo apresenta o quadro “Música Por Encomenda”, que ficou conhecido em apresentações no programa global Altas Horas. Neste quadro, Marrom improvisa sobre temas sugeridos pela plateia e tudo pode acontecer. Ele faz estas performances tocando violão e ukulele.

Sobre Marcelo Marrom

Um dos principais nomes da comédia brasileira com seu humor leve e despretensioso. Sua carreira começou há pouco mais de nove anos quando passou a integrar a Cia de Humor Deznecessários, mas ficou conhecido do grande público quando entrou para o elenco do programa Altas Horas, na Rede Globo, fazendo o quadro "Música Por Encomenda”.

Depois de três anos na TV Globo, Marrom partiu para uma empreitada ainda maior, dessa vez no Multishow apresentando o programa “Queimando a Roda”, uma sátira bem humorada do programa “Roda Viva”. Na sequência, ao lado de Rafinha Bastos, fez o programa “Ta Rindo Do Quê?” e hoje é jurado fixo no “Prêmio Multishow de Humor”.

Sucesso também no teatro, Marcelo Marrom atuou recentemente nos espetáculos “Comédia em Preto & Branco”, “0300 Pra Salvar Seu Casamento”, “Preto Combina Com Tudo” e “Confissões de Um Quarentão”, todos com textos de sua autoria.

Marrom hoje, com seu próprio escritório – iNVERSA - para atender as solicitações e produções artísticas, é chamado para palestras motivacionais por todo o Brasil. “Esse segmento de palestras surgiu por consequência do meu show. Empresários e pessoas do ramo perceberam que a plateia sai do meu show motivada e feliz e começaram a me chamar para eventos corporativos com esse cunho. Fico muito feliz de oferecer às pessoas mais do que risadas momentâneas, deixar uma sementinha de que somos capazes de mudar o mundo sim!”

FICHA TÉCNICA

Ator, autor e diretor – Marcelo Marrom
Produção - Vitor de Albuquerque
Empresária - Renata de Moura

”Juro que é Verdade”
Local: Teatro Folha
Temporada: até 26 de agosto de 2017
Apresentações: sábado, meia-noite
Ingresso: R$50,00 (setor único)
Duração: 70 minutos
Classificação indicativa: 16 anos

*Valores referentes a ingressos inteiros. Meia-entrada disponível em todas as sessões e setores de acordo com a legislação.

TEATRO FOLHA 

Shopping Pátio Higienópolis - Av. Higienópolis, 618 / Terraço / tel.: (11) 3823-2323 - Televendas: (11) / 3823 2423 / 3823 2737 / 3823 2323 Site: www.teatrofolha.com.br 
Vendas por telefone e internet/ Capacidade: 305 lugares / Não aceita cheques / Aceita os cartões de crédito: todos da Mastercard, Redecard, Visa, Visa Electron e Amex / Estudantes e pessoas com 60 anos ou mais têm os descontos legais / Clube Folha 50% desconto / 50% de desconto para funcionários e clientes do Cartão Renner. Horário de funcionamento da bilheteria: de terça a quinta, das 15h às 21h; sexta, das 15h às 00h; sábado, das 12h às 00h; e domingo, das 12h às 19h / Acesso para cadeirantes / Ar-condicionado / Estacionamento do Shopping: R$ 14,00 (primeiras duas horas) / Venda de espetáculos para grupos e escolas: (11) 3113-3215 / 97628-4993 / Patrocínio do Teatro Folha: Folha de S.Paulo, CSN, LG, Privalia, Nova Chevrolet, Wickbold, Owens, Teleperformance e Grupo Pro Security. 

SOBRE A CONTEÚDO TEATRAL 

O grupo empresarial paulista Conteúdo Teatral atua há mais de quinze anos em duas vertentes: gestão de salas de espaços e produção de espetáculos. Como gestora é responsável pela operação do Teatro Folha, no Shopping Pátio Higienópolis, com direção artística de Isser Korik e direção comercial de Léo Steinbruch, programando espetáculos para temporada em regime de coprodução. No período de atuação a empresa soma mais de 2 milhões de espectadores. 

Como produtora de espetáculos, viabilizou dezenas de peças, como “Gata Borralheira”, “O Grande Inimigo”, “Os Saltimbancos”, A Pequena Sereia”, Grandes Pequeninos”,  “Branca de Neve e os Sete Anões”, “A Cigarra e a Formiga”, “Cinderela” e “Chapeuzinho Vermelho” para as crianças. Para os adultos foram realizadas, entre outras montagens, “A Minha Primeira Vez”, “Os Sete Gatinhos”, “O Estrangeiro”, Senhoras e Senhores”, “O Dia que Raptaram o Papa”, “E o Vento Não Levou”, “Equus” a trilogia “Enquanto Isso...”, além de projetos de humor – como “Nunca Se Sábado...” e “IMPROVISORAMA” – Festival Nacional de Improvisação Teatral. Em parceria com Moeller e Botelho produziu os Musicais “Um Violinista no Telhado”, “Todos os Musicais de Chico Buarque em 90 Minutos”, “Nine – Um Musical Felliniano” e “Beatles num Céu de Diamantes”.
Foto: Divulgação




Visitantes poderão se divertir com espetáculos teatrais e de projeções

"Rá-Tim-Bum, o Castelo", projeto idealizado pela Fundação Memorial da América Latina e pelo Governo do Estado de São Paulo, em parceria com a TV Cultura e a Caselúdico, acaba de ser prorrogado por mais três meses. O público terá até 30 de setembro para visitar o Castelo, abrangendo o período das férias escolares de julho.

Além de conhecer os 22 ambientes que reproduzem com o máximo de fidelidade o desenho original do seriado, os visitantes também poderão se divertir nessa segunda temporada do evento com espetáculos de teatro e projeções gratuitos na Praça da Sombra, onde o Castelo foi construído.
“O público pediu e nós não só prorrogamos a exposição como também preparamos diversas novidades para essa segunda temporada, todas gratuitas e abertas para os visitantes do Memorial. O passeio ficará ainda mais completo e divertido. Esperamos por todos!”, diz o presidente do Memorial, Irineu Ferraz.

Teatro

Espetáculo Rá-Tim-Bum, o Castelo” entra em cartaz, aos sábados e domingos, a partir de 1º de julho. Em um palco montado na marquise do Pavilhão da Criatividade, ao lado do Castelo, a Companhia dos Reis apresentará esquetes temáticas, que recriarão alguns episódios e contarão histórias sobre os personagens do seriado. O público poderá interagir com o elenco.
Serão 9 apresentações por dia:
10h30 - "Tchau não, até amanhã!" (15 min)
11h30 - "Quem é quem por aqui?" (15 min)
12h30 - "O dono do Castelo" (15 min)
13h30 - "Qual o seu planeta de origem e Zula, a menina azul" (20 min)
14h30 - "Tchau não, até amanhã!"
15h30 - "O dono do Castelo"
16h30 - "Qual o seu planeta de origem e Zula, a menina azul"
17h30 - "Quem é quem por aqui"
18h30 – “Morgana”
Video Mapping

Para encerrar o dia, às 19h30 e às 21h dos sábados e domingos (a partir de 1º de julho), um espetáculo de luz e magia toma conta da fachada do Castelo.

Com aproximadamente 7 minutos e inspirado em shows de luzes apresentados em grandes parques do mundo, o vídeo mapping de Rá-Tim-Bum, o Castelo contará com diversos efeitos especiais e exibirá trechos de alguns episódios do programa.  

Espetáculo Rá-Tim-Bum, o Castelo”, que conta com as esquetes teatrais e o vídeo mapping, é um projeto aprovado no Programa de Ação Cultural – ProAC, da Secretaria da Cultura do Governo do Estado de São Paulo, e conta com os patrocínios da Jundiá Sorvetes, Wickbold e Apsen Farmacêutica.

Exposição

Rá-Tim-Bum, o Castelo continua recebendo visitas de terça a sexta-feira, das 9h às 21h, e aos sábados, domingos e feriados, das 9h às 22h. Os ingressos estão à venda na bilheteria do Memorial, que fica em frente ao Castelo, e também pelo site www.ratimbumocastelo.com.br. O valor permanece R$ 20,00 (meia-entrada, R$ 10).

Rá-Tim-Bum, o Castelo
Data: Até 30 de setembro de 2017
Local: Memorial da América Latina – Av. Auro Soares de Moura Andrade, 664 – Barra Funda
Visitações: Terça a sexta-feira, das 9h às 21h; sábados, domingos e feriados, das 9h às 22h
Ingressos: Bilheteria do Memorial ou www.ratimbumocastelo.com.br
Funcionamento da bilheteria: Terça a sexta-feira, das 9h às 18h; sábados, domingos e feriados, das 10h às 20h
Classificação livre

Foto: Daniela Agostini

Festival Bourbon Folk e Blues Ilhabela

19 junho 2017 |



Festival ganha terceira edição nos dias 23, 24 e 25 de junho

Larry McCray e Steven McCray na primeira noite do festival
Ira! Folk, Maria Gadú, Cris Crochemore, Adriano Grineberg, Ana Cañas e Victor Biglione estão entre as atrações

O Bourbon Folk & Blues Ilhabela (www.folkbluesilhabela.com.br) ganha sua terceira edição, nos dias 23, 24 e 25 de junho (6ª a domingo), e se consolida como um dos mais charmosos festivais de música do país. A paradisíaca Ilhabela, cidade do litoral norte de São Paulo, é cenário, mais uma vez, de shows gratuitos de grandes artistas nacionais e internacionais, em palco montado na Praça da Bandeira.

Durante os três dias do festival, artistas locais abrem a programação de shows a partir das 17h30. Os fãs de folk e do blues também poderão assistir aos buskers (músicos de rua) espalhados pelas ruas e praias da ilha, todos os dias do festival, além de ouvir os sets do DJ Crizz, antes e após as apresentações. O Festival tem a realização da Prefeitura de Ilhabela, com curadoria do Bourbon Street Music Club e produção da Lucas Shows.

A primeira noite do Bourbon Folk & Blues Ilhabela recebe o eletrizante show dos irmãos Larry McCray (guitarra) e Steven McCray (bateria). Com voz poderosa, o guitarrista do Arkansas é considerado um dos maiores soulmen da sua geração. Reconhecido como um dos melhores músicos de blues contemporâneo do Brasil, o pianista Adriano Grineberg convida Ana Cañas, abrindo o festival, para apresentação repleta de referências internacionais. A cantora e compositoraClarice Falcão faz show com assinatura do jornalista Marcus Preto, na direção musical, onde apresenta repertório de seu segundo álbum, "Problema Meu”, algumas canções de “Monomania”, seu álbum de estreia, além de inéditas.

Os shows de sábado (24/06) do Bourbon Folk & Blues Ilhabela começam com a banda Folk It All, combinando as raízes do folk com a energia do rock, com a luxuosa participação do virtuosoLeo Mancini, guitarrista que já levou sua música para palcos ao redor do mundo. Para uma homenagem à Etta James, sobem ao palco do festival a cantora norte americana Alma Thomas e o violonista Victor Biglione.
Fechando a noite, um dos principais pianistas de blues do país, com influências dos grandes nomes da música de New Orleans, Luciano Leães, que se apresenta com a The Big Chiefs, divide o palco com o renomado guitarrista Fernando Noronha e sua Black Soul, que contabilizam mais de 15 turnês por EUA, Canadá e Europa, desde sua criação, em 1995.

Já com ‘gostinho-de-quero-mais’, os últimos shows do Bourbon Folk & Blues Ilhabela acontecem no domingo, dia 25/06, e reservam muitas surpresas, com as apresentações do cantor e guitarrista gaúcho Cris Crochemore & Blues Grooves e o show Maria Gadú in Blues, apresentação de uma das cantoras e compositoras mais criativas e inventivas da sua geração. Fica sob a responsabilidade do guitarrista Edgard Scandurra e do cantor Nasi uma apresentação mais que esperada do Ira! Folk, para fechar a programação do festival.

E assim o jovem Bourbon Folk & Blues Ilhabela completa mais uma ano de vida, de longa vida!

BOURBON FOLK & BLUES ILHABELA
Dias: 23, 24 e 25 de Junhode 2017
Local: Ilhabela • Palco Pier (Praça da Bandeira) • São Paulo

::: Buskers (Músicos de Rua)
Locais: Praia do Perequê | Praia do Sino | Praia do Curral



Métodos lúdicos contribuem para a alfabetização de alunos

|

'Soletrando' contribui com processo de leitura e escrita

A alfabetização é a base do processo de ensino. E para muitos alunos em Macaé (RJ), a experiência tem sido atrativa e proveitosa com ações pedagógicas junto às turmas do primeiro ao terceiro ano. A intenção é seguir a determinação do Pacto Nacional de Alfabetização na Idade Certa (PNAIC), que tem o objetivo de alfabetizar todas as crianças em Língua Portuguesa e em Matemática até o terceiro ano do Ensino Fundamental.

Nas salas de aula, diversas ferramentas são utilizadas para que a alfabetização seja ainda mais atrativa. Um das iniciativas é o "Soletrando", projeto desenvolvido junto à turma do terceiro ano da Escola Municipal Paulo Freire, no Lagomar. Inspirado no programa de tevê, o trabalho entusiasma alunos.

Caroline Vitória Almeida é uma das estudantes. A menina afirma que depois do "Soletrando", tudo melhorou. "Eu aprendi mais fácil. Minha escrita melhorou e hoje leio muito bem em casa e na escola. Faço meus exercícios sem preguiça e acerto muito. Antes eu tinha gagueira, mas depois que eu comecei a ler e soletrar leio e escrevo corretamente. Quando crescer quero ser professora", conta.

O "Soletrando" tem a proposta de contribuir com as habilidades de leitura e escrita, é interdisciplinar e favorece o ensino da Língua Portuguesa, das Ciências e da Matemática. Conduzidos pela professora Edinete da Silva Gomes, os alunos aprendem de forma lúdica conteúdos como substantivo, coletivo, plural e singular, acentuação e até mesmo decomposição de numerais.

A professora lembra que o projeto foi idealizado para conscientizar alunos quanto à importância da escrita correta, como meio para ampliar seu conhecimento, facilitar sua comunicação e formar a base para o próprio processo de aprendizagem, através de uma competição saudável. 

Além disso, a soletração também contribui para que alguns alunos superem a timidez. "Não conseguia falar na frente dos meus colegas. Hoje consigo soletrar sem ficar nervosa na frente dos meus amigos. Aprendi muito. Tinha dificuldade em ler e entender as frases. Agora amo livros de contos de fadas e brinco de soletrar em casa. Faço questão de estudar mais para fazer bonito na hora que sou chamada para a competição", comenta a aluna Yasmin Araújo da Silva, de oito anos.

As diretoras Izabel Magalhães (geral) e Gilmara Alves (adjunta) aprovam a iniciativa. "Devido ao sucesso junto aos alunos do 3º ano, professores de outras turmas também aderiram a atividade", explicam.  

Qualidade do ensino é trabalhada nas escolas

A rede municipal segue o Pacto Nacional de Alfabetização na Idade Certa (PNAIC) que, segundo, o secretário de Educação, Guto Garcia, pretende contribuir na formação de pessoas capazes de se inserir às diversas realidades e demandas do município junto aos alunos dos três primeiros anos de escolaridade. “O objetivo é trabalhar em prol do desenvolvimento nas áreas da leitura, escrita e matemática. O município está trabalhando com afinco para que o compromisso do PNAIC seja alcançado”, ressaltou.
  
Ele lembra que a Superintendência do Ensino Fundamental trabalha com metas, que se destacam por desenvolver estratégias voltadas para o Programa Nacional de Avaliação da Educação Básica como perspectiva de melhoria da qualidade do ensino e aprendizagem.

https://ssl.gstatic.com/ui/v1/icons/mail/images/cleardot.gif
Texto: Joice Trindade
Foto: Bruno Campos