Leci Brandão é indicada ao Prêmio da Música Brasileira

19 julho 2018 |



A cantora Leci Brandão é uma das indicadas ao Prêmio da Música Brasileira e comentou o fato. "O fato de estar na indicação do Prêmio, entre duas grandes artistas, já me faz muito feliz. Eu gosto de falar isso porque as duas, Ana Costa e Sandra Portella, são grandes cantoras. Então a felicidade já me pegou só pela indicação. Afinal, foi um trabalho independente por iniciativa dos músicos da minha banda. Eles argumentaram que eu já estava há algum tempo sem gravar e estar mais afastada da grande mídia. Foi tudo feito de forma independente, com sacrifício... e a gente conseguiu gravar esse CD. Por isso que o nome dele é “Simples Assim”. Tudo foi feito com muita simplicidade e a gente tem que agradecer a Deus por esse resultado", disse a artista.

Foto: Divulgação

Contando pedras

18 julho 2018 |



Pedras dali, vem outra daqui... Nem sei de onde mais. Apenas sei que me atingem, ferem, deixam marcas. Por vezes, cicatrizes ficam e, a cada vez que olho, lembro-me dos embates, dos sofrimentos, das humilhações.

Dizem que, se eu juntar todas essas pedras, poderei construir um castelo. Mas, será que esse tal castelo me causaria que impressão se eu sei que cada um de seus componentes veio com ódio e repulsa?

Se eu montasse o castelo com tais pedras seria apenas para olhar para ele e me orgulhar de que, enquanto me atiravam e me afrontavam, eu estava ocupado construindo, trabalhando, movimentando... Pouco parava e perdia tempo com opositores... Minha ocupação era maior... Meu foco era outro.

Morar naquele castelo não. Mas, deixá-lo como troféu... Conquista de grandes enfrentamentos.

Mereço um castelo de ouro, bronze, pedras preciosas... Mereço riquezas, embora não me importe tanto com isso.

Seja num castelo, seja numa casinha simples... Só prezo por algo crucial... Ser e estar feliz.

'Festa, a Comédia' reestreia dia 1º de agosto no Teatro Folha

17 julho 2018 |




O espetáculo solo “Festa, a Comédia” reúne seis hilários personagens interpretados pelo ator Mauricio Machado. Com direção de Eduardo Figueiredo, a peça será apresentada em curta temporada, às quartas e quintas-feiras, somente em agosto no Teatro Folha.

O público, já na sua chegada, é convidado especial de uma típica festa infantil, recepcionados pelo primeiro personagem da peça: um palhaço. Situações inusitadas, bizarras e divertidas acontecem nesta festa do aniversariante mirim, que guarda um grande segredo. A montagem reúne cinco esquetes, cada uma delas escrita por um autor diferente, mas com personagens interligados na mesma festa.

A comédia se comunica com todo tipo de público por reunir um dream team de autores consagrados e escolhidos a dedo e pela tarimba do intérprete e criador da ideia central do espetáculo, o ator Maurício Machado.

Maurício conta: “todos os textos foram escritos especialmente para mim, por cada um desses talentosíssimos e queridos autores, que permearam em algum momento meus 30 anos de carreira. E com alguns, em muitas oportunidades. É uma honra e uma responsabilidade. Mas o teatro só me fascina se for desafiador, surpreendente.”
A peça tem personagens femininos e masculinos, todos repletos de humor, com o primeiro deles logo na chegada, apresentado em performance de improviso.

Um show à parte são as frenéticas trocas de figurino e composição. Este visual foi criado pelo premiado visagista Anderson Bueno com figurinos de Marcio Vinicius.

Com este seu novo solo, Maurício celebra seus 30 anos de profissão em que o teatro sempre foi seu grande alicerce e de onde nunca se ausentou, apesar de também atuar na TV e cinema.

O diretor Eduardo Figueiredo, com mais de 10 comédias de sucesso de público e crítica no currículo, apresenta uma encenação focada na intepretação e no humor destes personagens surpreendentes. Seus últimos trabalhos no gênero são “Mulheres Alteradas”, “Superadas”, ambas adaptações da obra da cartunista Maitena, “100 dicas para arranjar namorado” de Daniele Valente e atualmente “Gatão de Meia Idade, a peça” de Miguel Paiva, com Oscar Magrini e Leona Cavalli. Todas as montagens são de enorme sucesso em São Paulo e Rio de Janeiro.

“Maurício me propôs sua ideia de fazer um espetáculo com autores diferentes que se passa em uma festa de aniversário de criança, aceitei sem pensar. É genial esse universo. Repleto de personagens que propiciam identificação imediata para o público”, conta o diretor Eduardo Figueiredo.

Sinopse

A história se passa no aniversário do menino Miguel.  Ele guarda um segredo que será revelado nesta festa. Já sua mãe é uma nova rica, que ganhou na noite da virada, na mega sena. Socialite, que gosta de ostentar em festas, viaja para os lugares mais it do momento, sempre em muitas prestações no cartão, fez milhares de plásticas e viciada em remédios tarja preta fortíssimos. Ela contrata um surpreendente artista para um show especial indicado pelo palhaço da festa, que ganha a vida, como recreador em festas infantis, mas comete alguns deslizes e, vez ou outra, bebe um golinho escondido. Emprego esse conseguido por indicação da tia do aniversariante, que o conheceu em um velório, e esta por sua vez dá em cima da atendente da carrocinha de cachorro quente do bufê contratado, que é amante do pai do aniversariante. A hilariante confusão está feita nesta festa.

SOBRE O ATOR MAURICIO MACHADO

Com sólida formação, Maurício é hoje um ator de respeito e relevância no cenário artístico brasileiro. Em seus 30 anos de carreira completados em novembro de 2017, graças à sua ininterrupta trajetória na TV, no cinema e principalmente no teatro, pelo qual acumula diversas indicações aos principais prêmios nacionais, e tendo sido dirigido por pelos principais nomes do país nas artes cênicas em mais de 30 montagens teatrais, onde na grande maioria protagonizou textos de importantes autores brasileiros e estrangeiros. Participou de vários curtas metragens e na Televisão integrou o elenco de 6 novelas, com personagens de destaque em: ‘Alma Gêmea’, ‘Cama de Gato’, ‘Cordel Encantado’ e ‘A Lei do Amor’, todas na Rede Globo de Televisão. ‘Cidadão Brasileiro’ na Rede Record e Chiquititas’ no SBT. E a convite de Ingrid Guimarães, fez dupla com a atriz em quadro do ‘Fantástico’. Participou da série ‘O Outro Escritor’ para o Canal Futura. Participou dos longas ‘Magal, e os Formigas’ e ‘Mulheres Alteradas’, ambas coproduções da Globo Filmes. Apresenta e intermedia um importante evento intitulado ‘Ciclo Damas do Teatro’, onde sozinho no palco, conversa, entrevista e desvenda fatos importantes e históricos da Carreira de Grandes Damas das Artes no Brasil, como: Laura Cardoso, Beatriz Segall, Eva Wilma entre outras. Atuou ainda em centenas de vídeos institucionais e como Performer em inúmeros eventos corporativos e Mestre de Cerimônias. E também hoje por seu prestigio e respeito no cenário artístico do país, é Sócio-Diretor e também Curador Artístico do Teatro J. Safra em SP. Em 2014, recebeu o Prêmio Top of Business Nacional, pelo Mérito da Carreira e Contribuição à Cultura Brasileira, e em 2015 o Prêmio Mãos e Mentes que Brilham / 2015 – Pelo Mérito da Carreira e Contribuição à Cultura Brasileira e é eleito Homem do Ano, no Prêmio Homem de Sucesso / 2015 – Pelo Mérito da Carreira e Contribuição à Cultura Brasileira, pela Câmara dos Vereadores de SP

SOBRE OS AUTORES

Walcyr Carrasco - É hoje um dos mais incensado, premiado e respeitado autores do país. Começou no SBT, onde logo foi autor titular e escreveu 2 tramas, se consolidou na inesquecível ‘Xica da Silva’ da extinta Rede Manchete. Já na Globo, participou de muitos sucessos, até ganhar o Prêmio Emmy Internacional por ’Verdades Secretas’, como por exemplo: ‘O Cravo e a Rosa’, ‘A Padroeira’, ‘Chocolate com Pimenta’, ‘Alma Gêmea, ‘Sete Pecados’, ‘Caras & Bocas’, ‘Morde & Assopra’, ‘Gabriela’, ‘Amor à Vida’, ‘Êta Mundo Bom’ e a mais recente do horário nobre da TV Brasileira: ‘O Outro lado do Paraíso’. Tem incontáveis prêmios por suas obras na TV (De APCA ao Troféu Imprensa). Iniciou sua trajetória profissional como Jornalista, e há anos é cronista da Revista Época (por anos foi da Veja SP). Tem quase 50 livros escritos para adultos e crianças, o que lhe conferiu a respeitada posição como membro da Academia Paulista de Letras desde 2008. Como dramaturgo, escreveu peças de grande sucesso, entre elas, ‘Êxtase’, com a qual ganhou o Prêmio Shell de melhor autor.

Alessandro Marson - Formado em Jornalismo pela PUC-Campinas, tem especialização em dramaturgia pelo Inst. de Pesquisa da Telenovela da Escola de Artes Dramáticas da USP. Iniciou sua carreira na TV Cultura, como autor dos infantis “Cocoricó” e “X Tudo”. Trabalhou em programas de diversas emissoras e produtoras. Em 1997 é selecionado a participar da Oficina do Autor Roteirista e em 2000 da Oficina de Humor da Rede Globo. Desde 2001 é contratado da Rede Globo de Televisão, onde integrou a equipe de autores de programas para crianças e jovens como: ‘Sítio do Picapau Amarelo’ e ‘Malhação’. Programas Humorísticos como: ‘Brava Gente’, ‘Sob Nova Direção’, ‘Zorra Total’, ‘Casos e Acasos’. Desde 2006, atua como colaborador de telenovelas e esteve na equipe das seguintes produções: ‘O Profeta’; ‘Desejo Proibido’, ‘Cama de Gato’, ‘Araguaia’ (indicada ao Emmy Internacional na categoria “Telenovela”), ‘Cordel Encantado’, ‘Avenida Brasil’ (indicada ao Emmy Internacional na categoria “Telenovela”), ‘Flor do Caribe’, ‘Joia Rara’ (vencedora do Emmy Internacional na categoria “Telenovela”) e ‘A Regra do Jogo’. Em 2017, entra para o seleto grupo de autores titulares da Globo, e assina sua primeira novela em parceria com Thereza Falcão: ‘Novo Mundo’, folhetim elogiadíssimo e que bateu todos os recordes. No Teatro tem vários espetáculos encenados como ‘Carro de Paulista’ (que esteve em cartaz por quase 10 anos), ‘A Invenção do Amor’ o musical ‘Garota de Ipanema’, entre outros. No cinema, é roteirista do longa metragens ‘Sexo com Amor?’ e ‘Apaixonados’. Marson, que trabalhou com Maurício Machado nas novelas: ‘Cama de Gato’ e ‘Cordel Encantado’.

Heloísa Périssé - Conhecida como grande atriz e comediante de sua geração, dispensa qualquer apresentação quer seja por seus incontáveis trabalhos como intérprete protagonizados na TV, Cinema e Teatro, desde seus 19 anos, quando iniciou sua carreira profissional. Mas, inquieta como qualquer grande e criativo artista, Lolô, como é carinhosamente chamada por amigos e colegas de profissão é também dramaturga e roteirista. Na literatura marcou presença também e é autora dos seguintes livros: ‘O Diário de Tati’ (que se transformou em longa-metragem e série da Rede Globo, ambos roteirizados por Périssé) e ‘Mãe, Você Não Tá Entendendo...’. Escreveu peças teatrais de muito sucesso como: ‘A Viagem Encantada’, ‘A Chave do Tesouro Mágico’, ‘TV Sátira, ‘Sua Televisão Privada’, ‘Saudações a Liberdade’, ‘Dê Uma Chance ao Amor’, ‘A Saga da Senhora Café’, ‘Cócegas’, ‘Cosquinhas’, ‘E Foram Quase Felizes Para Sempre’, entre outras. Participou da oficina de roteiros da TV Globo, e foi na TV que seu talento pôde ser reconhecido, nos textos para os programas ‘O Belo e as Feras’, ‘Escolinha do Professor Raimundo’, ‘Sai de Baixo’ e ‘Zorra Total’. Além de ‘Sob Nova Direção’, ‘Papo Irado’, ‘Segunda Dama’ e ‘Toc’s de Dalila’, essas 4 últimas além de ter criado e roteirizado, também as protagonizou. Lolô, que conhece tão bem o desafio, a solidão do camarim e o prazer de atuar em um Solo, estará ao seu lado todas as noites em um dos esquetes mais hilários de ‘Festa, A Comédia’, presenteando assim, Maurício que foi seu parceiro na primeira novela da atriz (‘Cama de Gato’), onde se tornaram amigos, e vieram a atuar depois em outras 2 novelas juntos.

Vincent Villari - Considerado como o Garoto prodígio da Rede Globo de Televisão, começou na televisão quando tinha apenas 16 anos de idade, ao se inscrever em um concurso para selecionar novos roteiristas da Oficina de Roteiristas da Rede Globo, da qual o desafio era escrever uma adaptação do poema Quadrilha, de Carlos Drummond de Andrade. Foi contratado imediatamente pela emissora em 1997, e desde então não saiu mais, onde iniciou sua carreira sendo colaborador de Maria Adelaide Amaral em ‘Anjo Mau’, e repetiu a parceria com a mesma em ‘A Muralha’, ‘Os Maias’, ‘A Casa das Sete Mulheres’. Logo depois iniciou sua parceria com João Emanuel Carneiro, com o qual colaborou em ‘Da Cor do Pecado’, ‘Cobras & Lagartos’ e ‘A Favorita’. Em 2010 volta a colaborar com Maria Adelaide Amaral em ‘Ti Ti Ti’ e em 2013, assina sua primeira novela como autor principal e entra para o almejado hall de novelistas,como o mais jovem do time de autores da emissora carioca. E isso se dá com a novela: ‘Sangue Bom’ e logo na sequência por ‘A Lei do Amor’, no horário nobre. Ambas em parceria com Maria Adelaide Amaral. Além disso, já publicou os livros: ‘A Lua e o Aço’, ‘Teletema’, ‘A Que Ponto Chegamos’ e ‘O Livro Mais Chato do Mundo’. Com várias peças escritas, e aguardando serem encenadas, Vicent faz sua estreia no Teatro, com ‘Festa, A Comédia’, repetindo a parceria com Maurício Machado que conheceu através do teste que lhe garantiu presença em sua novela.

Daniele Valente - Daniele Valente é conhecida por sua veia cômica e participou de diversas produções da Rede Globo, como “Perdidos de Amor”, “Malhação”, “Escolinha do Professor Raimundo”, “Sítio do Pica-pau Amarelo”, “Pé na Jaca”, “Os Normais”, “Zorra Total”, “Cinquentinha”, entre outros.
Em 2015, estreia o programa “Tomara que Caia”, programa que mistura game e humor. O formato foi criado pela Rede Globo e conta também com a participação dos atores Heloísa Périssé, Fabiana Karla, Marcelo Serrado, Eri Johnson, Ricardo Tozzi, Priscila Fantin e Nando Cunha.
No cinema, Dani participou dos filmes “Os Porralokinhas”, “Xuxa em O Mistério de Feiurinha”, “Colegas”, “Odeio o Dia dos Namorados”, “Confissões de Adolescente – o Filme” e “Homens São de Marte... E é pra Lá que Eu Vou”.
No teatro, esteve em dois grandes sucessos de público e crítica “100 Dicas para Arranjar Namorado” e “Mulheres Alteradas” produções da manhas & manias projetos culturais, com direção de Eduardo Figueiredo.

SOBRE O DIRETOR EDUARDO FIGUEIREDO

Sócio e diretor de criação da produtora manhas & manias projetos culturais, e mestre em Teatro na USP/2000 (Universidade de São Paulo/USP), área de Arte e Cultura na América Latina. Eduardo Figueiredo, é mestre em Teatro pela USP, encenador de diversos espetáculos e um dos principais produtores do atual teatro brasileiro. Entre as peças que dirigiu estão: “O Mistério do Fantasma Apavorado”, de Walcyr Carrasco, adaptação da obra de Oscar Wilde; O Fantasma de Canterville com Bia Seidl, Petrônio Gontijo e grande elenco, sucesso enorme de público e crítica em São Paulo e Rio de Janeiro. Em 2008 dirigiu “A Soma de Nós”, de David Stevens, com Luiz Carlos de Moraes, Mara Manzan entre outros. Assinou, em 2010, como autor e diretor de “Só os Doentes do Coração Deveriam ser Atores”, com Antonio Petrin e em 2012, repetiu sua parceria em outro solo com o ator em “Ser Ator”, é idealizador e diretor de um dos maiores fenômenos do teatro brasileiro: “Mulheres Alteradas” adaptação do Best seller de Maitena, quatro anos em cartaz pelo Brasil com elenco de estrelas composto por: Luiza Tomé, Mel Lisboa, Adriane Galisteu, Samara Felippo entre outros. E em 2012, dirige outro enorme sucesso, a comédia, “100 dicas para arranjar namorado” com Daniele Valente e Christiano Cochrane. Responsável pela direção de “Superadas”, também da cartunista argentina Maitena, Em 2015 o sucesso “Frida Y Diego”, sobre a grande artista Frida Kahlo com dramaturgia de Maria Adelaide Amaral com Leona Cavalli e José Rubens Chachá e em 2016 o espetáculo infantil “Aprendiz de Feiticeiro”, de Goethe, adaptado especialmente por Antonio Calmon. Em 2017 cartaz ‘Gatão de Meia, A Peça’, adaptada por seu criador, Miguel Paiva,com Oscar Magrini, Leona Cavalli e no elenco e dirigiu Eva Wilma em show musical “Crise, que Crise”. E estão previstos outros espetáculos inéditos em 2018: “Um beijo em Franz Kafka”, com dramaturgia do premiado Sergio Roveri, as comédias “Procuro o homem de minha vida, marido já tive” da autora argentina Daniela Di Segni com elenco estelar e “Festa, a comédia” solo de Maurício Machado com time de 05 grandes autores.

FICHA TÉCNICA
Textos: Walcyr Carrasco, Alessandro Marson, Daniele Valente, Vincent Villari e da dupla Heloísa Périssé e Sill Esteves.
Atuação: Maurício Machado
Direção: Eduardo Figueiredo
Assistente de Direção: Victor Garbossa
Figurinos e Cenário: Márcio Vinicius
Assistente de Figurino: Júlia Munhoz Metairon
Assistente de Cenário: Carol Buceck
Visagismo: Anderson Bueno
Direção Musical  Original e Trilha: Guga Stroeter e Matias Capovilla
Lightdesigner: Paulo Denizot
Direção de Movimentos: Janaína Marlene
Fotos de Divulgação: Laercio Luz
Programação Visual: Fernanda Resende
Assessoria de Imprensa: Flávia Fusco
Produção Executiva: Maria Pia Calixto
Assistente de Produção: Gerardo Matos
Leis de incentivo: Renata Vieira
Financeiro: Thaiss Vasconcelos
Realização e Produção: manhas & manias – projetos culturais

FESTA, A COMÉDIA
Reestreia: 01 de agosto de 2018
Temporada: 30 de agosto de 2018
Apresentações: quartas e quintas-feiras, 21h
Ingresso:  R$40,00 (setor 1) e R$30,00 (setor 2)

*Valores referentes aos ingressos inteiros na plateia e mezanino. Meia-entrada disponível em todas as sessões de acordo com a legislação.

Duração: 80 minutos
Classificação etária: 12 anos

TEATRO FOLHA

Shopping Pátio Higienópolis - Av. Higienópolis, 618 / Terraço / tel.: (11) 3823-2323 - Televendas: (11) / 3823 2423 / 3823 2737 / 3823 2323 Site: www.teatrofolha.com.br
Vendas por telefone e internet/ Capacidade: 305 lugares / Não aceita cheques / Aceita os cartões de crédito: todos da Mastercard, Redecard, Visa, Visa Electron e Amex / Estudantes e pessoas com 60 anos ou mais têm os descontos legais / Clube Folha 50% desconto / 50% de desconto para funcionários e clientes do Cartão Renner. Horário de funcionamento da bilheteria: quarta e quinta, das 15h às 21h; sexta, das 15h às 21h30; sábado, das 12h às 23h59; e domingo, das 12h às 20h / Acesso para cadeirantes / Ar-condicionado / Estacionamento do Shopping: R$ 14,00 (primeiras duas horas) / Venda de espetáculos para grupos e escolas: (11) (11) 3661-5896, (11) 97628-4993 / Patrocínio do Teatro Folha: Folha de S.Paulo, CSN,  Owens-Illinois,  EMS, Bain & Company, Grupo Pro Security, Previsul, Brasforma, NR Acampamentos, Nova Chevrolet e Andritz.

SOBRE A CONTEÚDO TEATRAL

O grupo empresarial paulista Conteúdo Teatral atua há mais de quinze anos em duas vertentes: gestão de salas de espaços e produção de espetáculos. Como gestora é responsável pela operação do Teatro Folha, no Shopping Pátio Higienópolis, com direção artística de Isser Korik e direção comercial de Léo Steinbruch, programando espetáculos para temporada em regime de coprodução. No período de atuação a empresa soma mais de 2 milhões de espectadores.
Como produtora de espetáculos, viabilizou dezenas de peças, como “Gata Borralheira”, “O Grande Inimigo”, “Os Saltimbancos”, A Pequena Sereia”, Grandes Pequeninos”,  “Branca de Neve e os Sete Anões”, “A Cigarra e a Formiga”, “Cinderela” e “Chapeuzinho Vermelho” para as crianças. Para os adultos foram realizadas, entre outras montagens, “A Minha Primeira Vez”, “Os Sete Gatinhos”, “O Estrangeiro”, Senhoras e Senhores”, “O Dia que Raptaram o Papa”, “E o Vento Não Levou”, “Equus” a trilogia “Enquanto Isso...”, além de projetos de humor – como “Nunca Se Sábado...” e “IMPROVISORAMA” – Festival Nacional de Improvisação Teatral. Em parceria com Moeller e Botelho produziu os Musicais “Um Violinista no Telhado”, “Todos os Musicais de Chico Buarque em 90 Minutos”, “Nine – Um Musical Felliniano” e “Beatles num Céu de Diamantes”.

Foto: Jeronimo Gomes

Espetáculo de improviso 'Haroldo' abre a programação da Mostra Espontânea no Teatro dos Arcos

16 julho 2018 |


A Mostra Espontânea acontecerá no Teatro dos Arcos, realizando a temporada de três espetáculos de improviso no período de agosto a dezembro deste ano, com entrada grátis. O objetivo do projeto é estimular a pesquisa deste gênero teatral no Brasil. O espetáculo “Haroldo”, com direção de Ian Soffredini e Gui Neves, marca o início do projeto e estreia no dia 02 de agosto. A temporada acontecerá até 20 de setembro, com sessões às quintas-feiras.

O título “Haroldo” faz referência a Harold, uma estrutura do teatro de improviso de longa duração desenvolvido pelo ator, improvisador e professor americano Del Close. Os diretores Ian Soffredini e Gui Neves realizam o trabalho nos mesmos moldes, com improvisação sem interrupções chamadalong form.

Ian Soffredini e Gui Neves trabalham com um grupo de experientes improvisadores, que farão as apresentações num esquema de rodízio, sempre com acompanhamento musical ao vivo. Haverá também a participação de youtubers convidados. A cada noite o grupo apresentará dois espetáculos com inspiração em palavras sugeridas pelo público. “O tema é surpresa. Mas já sabemos que faremos espetáculos cômicos e com bastante vivacidade”, adianta o diretor Ian Soffredini.

Oficinas de improvisação gratuitas – A Mostra Espontânea também realizará seis oficinas de improvisação gratuitas para atores e público em geral, interessados na arte da improvisação cênica. As oficinas acontecerão no Teatro dos Arcos aos sábados, das 15h às 18h, nos dias 25 de agosto; 15 e 29 de setembro; 13 e 27 de outubro; e 10 de novembro. As inscrições já podem ser feitas através do e-mail contato@teatrodosarcos.com.br.

A oficina intitulada “Aceitação e Espontaneidade”, ministrada por Ian Soffredini, tem o objetivo de apresentar os princípios fundamentais da improvisação teatral: a capacidade de aceitação dos estímulos em cena, disponibilidade em cena e uma atitude positiva frente às propostas e oportunidades apresentadas no jogo teatral. O estado de prontidão demanda espontaneidade para lidar com o imprevisto.

“A improvisação é uma ferramenta muito importante para qualquer tipo de trabalho em equipe, em especial o teatro, pois condiciona a pessoa a estar atenta à proposta dos companheiros de cena ou trabalho, sem esperar deles um comportamento específico ou considerado ‘adequado’. Pelo contrário, cria um estado de prontidão para a construção coletiva a partir do que é proposto”, explica Ian.
SOBRE A MOSTRA ESPONTÂNEA

O projeto é realizado para contribuir com a pesquisa de Improvisação Brasileira e para estimular novas criações. Improvisadores experientes se reúnem para aprofundar os estudos dos mais relevantes métodos de improvisação do cenário mundial na atualidade.

Além do espetáculo “Haroldo”, a programação incluirá os espetáculos “Script”, inspirado na estética de cinema, e “Sigo de Volta”, que pretende interagir com usuários do Instagram.

Todas as apresentações serão gravadas e o conteúdo disponibilizado no Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCr03KYrsIaQaoQa2dvtDtPg
Usando os recursos tecnológicos, como, aplicativos de rede social e exibição de conteúdo on line, o projeto aproxima o público jovem da tradição da improvisação cênica. “A Improvisação foi crucial para os grandes avanços históricos do teatro e continua sendo ferramenta para novas criações”, diz Ian Soffredini. Durante a realização do projeto, o público poderá acompanhar as novidades através dos perfis nas redes sociais:

FICHA TÉCNICA

Direção: Ian Soffredini e Gui Neves

Elenco: Aline Ewald, Daniel Obregon, Fefa Codesso, Francesco Minelli, Gabriel Caropreso, Geraldo Rodrigues, Gui Neves , Ian Soffredini, Laura Rodrigo, Maria Eugenia Portolano,  Manuela Origuella, Michelle Gallindo, Pedro Truszko, Robert Gomez e Wesley Amorim

Direção Musical e Trilha Sonora Original: Adriano Castanheira

Cenografia: Quase Todos

Figurino: Quase Todos

Design Gráfico e Ilustrações: Quase Todos

Desenho e Operação de Luz: Ed Siqueira

Fotografia: Gui Neves e Sassá Tamashiro

Produção: Sassá Tamashiro

Realização do projeto Mostra Espontânea - Jornaleiro Participações e Serviços Teatrais Ltda.

Patrocínios: Owens, Nova Chevrolet, Top Supply, Atlas, Greif, Elesys, Brasforma, PLP, Selco, Intral, Saturno, Geral Parts, Celta e Oxan.


“HAROLDO” 
Local: Teatro dos Arcos
Estreia: 02 de agosto
Temporada até: 20 de setembro.
Apresentações: quintas-feiras, 21h.
Ingresso: Grátis (entrega de convites no local uma hora antes da sessão)
Duração: 60 minutos
Classificação etária: 12 anos

TEATRO DOS ARCOS
Teatro dos Arcos (Rua Jandaia, 218. Bela Vista. Tel.: 11 3101-8589).

Capacidade: 70 lugares

Horário de funcionamento da bilheteria: somente nos dias de apresentação, uma hora antes.

Acesso para cadeirantes
Ar-condicionado
Estacionamento conveniado: Avenida Brigadeiro Luiz Antônio, 311. Valor: R$ 10,00.

Fotos: Sassá Tamashiro
Fotomontagem: Gui Neves