Segundo Busker Fest será dia 3 de setembro no Bourbon Street

31 agosto 2017 |


Bourbon Street e Artistas na Rua apresentam, dia 03 de Setembro, o festival criado para incentivar o artista de rua – busker.

Uma prática muito comum no mundo inteiro e que já vem de muito tempo são as apresentações de rua com artistas, músicos, malabaristas que fazem suas performances em locais públicos para divulgar seu trabalho.

Na língua inglesa, deram para este artista o nome de “busker”, que em português significa artista de rua.

Durante sua história, o Bourbon Street sempre teve uma simpatia por estes músicos que se apresentam nas ruas e procurou incentivar e dar espaço para eles. Tanto que o Festival de Paraty, que acontece há 9 anos na histórica cidade do litoral carioca, destina uma parte significativa de sua programação a estes artistas.

E foi pensando em abrir mais um espaço para os “músicos de rua”, o Bourbon Street, em conjunto com o projeto Artistas na Rua, que há anos trabalha com artistas de rua, resolveu promover seu primeiro “Busker Fest”.

Na noite de 03 de Setembro, se apresentarão 4 deles consagrados por suas performances nas ruas, praças e parques de São Paulo. São eles: Sax in the Beats, Banda Cuca Monga, Maraia Takai e Mustache e os Apaches.


Pareço um menino

|


Apenas você tem o dom
De mudar meu destino,
É so me tocar com seus olhos
Pareço um menino

Deitado em seu colo
O mundo não
Me surpreende,
Sou homem maduro,
Mas na sua frente
Não sou mais
Que um menino

Você tem a luz
Que ilumina
O nosso caminho,
Depois de você, descobri
Que não sou mais sozinho

Você é o amor
Que a vida me deu
De presente,
Sou homem maduro,
Mas na sua frente
Pareço um menino

Você me abraça
E a tristeza vai embora,
A dor que existe
Fica da porta prá fora.
A gente briga
Mas é coisa que acontece,
Logo o coração esquece
Porque a gente se adora

*Artista: Fábio Jr

*Foto: Internet

'Circo dos Sonhos' estreia em São Paulo

|


No próximo dia 07 estreia o espetáculo Alakazan - A Fábrica Mágica, que traz à cena música, teatro, dança e circo. O espetáculo acontece na lona montada no Extra Morumbi até o dia 15 de outubro, com sessões de terça a domingo.

Dirigido por Rosana Jardim, o espetáculo conta com performances de grande impacto e números circenses de báscula, contorção, rola, malabares, monociclo, equilíbrio no arame, tecido aéreo, faixa e muita palhaçada. Alakazan - A Fábrica Mágica traz à cena o duelo entre os personagens Alan e Kazani, que disputam a atenção da pequena Ly, a já conhecida menininha do Circo dos Sonhos. Ly é uma criança curiosa, que toca e fotografa tudo ao seu redor. Em uma visita à Biblioteca, ela é surpreendida por Alan, que surge como num passe de mágica e lhe entrega um livro especial, retirando o tablet de suas mãos. Encantada pelo livro, ela pede que ele leia a história, mas quando ele inicia, é interrompido por um som de sinos. Quando os dois procuram de onde vem tal som, surge Kazani, que transporta todos para a Fábrica Mágica, um universo fantástico onde tudo é possível.

A cada badalar do sino e movimento das engrenagens, Ly é transportada para outro universo com novas atrações, sempre acompanhada pelo seu amigo Alan. Kazani não gosta da interação entre Alan e Ly e compete por sua atenção. Essa disputa irá seguir e se fortalecer até o ultimo ato, onde ocorre o confronto final, quando Ly conseguirá transmitir aos dois o poder da amizade e união, mostrando que é possível compartilharem suas habilidades, assim como os livros e os tablets, que compartilham seus conhecimentos com seus leitores.

Sobre o Circo dos Sonhos

Circo dos Sonhos pertence à família Jardim, que tem mais de 30 anos de tradição circense. Foi fundado em 2004, e já apresentou seus espetáculos para mais de 4 milhões de pessoas. Suas estruturas já visitaram diversos estados brasileiros, encantando com os elogiados espetáculos “Circo dos Sonhos - O sonho vai começar", “Circo dos Sonhos no mundo da Fantasia” e “Quyrey, uma aventura na selva”. Tendo como embaixador o artista Marcos Frota, o Circo dos Sonhos possui atualmente duas lonas que circulam pelo país, e conta com uma equipe de 100 profissionais, aproximadamente.

Além de produzir e levar entretenimento pelo país afora, a Família Jardim possui grande expertise na realização de oficinas e treinamentos, pois atua também em eventos corporativos, palestras, assessoria circense, locação de tendas e tensionados.
FICHA TÉCNICA
Elenco: Trupe Circo dos Sonhos

Direção Geral: Rosana Jardim
Direção Artística: Wander Rabelo
Produção Executiva: Luiz Jardim e Rody Jardim

Gerente de Produção: Andreza Nalini e Asdrubal Savioli
Produção Musical: Ricardo Fabio
Coreografias: Marcello Ramos

Maquiagem: Dark
Figurinos: Andreza Nalini e Rosana Jardim 
Cenografia: Wander Rabelo e Wilson Melo

Ilustrações: Ment Ativa
Fotos: Renan Senra
Assessoria de Imprensa: Moretti Cultura e Comunicação

Onde: Extra Morumbi - Avenida das Nações Unidas, 16741 - Santo Amaro - São Paulo
Quando: Estreia programada para 07 de setembro, com sessões às 16h, 18h e 20h
Temporada: Apresentações de Terça a Sexta - 20h // Sábado, Domingos e Feriados - 16h, 18h e 20h
Ingressos:
Terça a sexta: (exceto feriado)
Central Inteira: R$50,00
Central Meia: R$25,00
Lateral Inteira: R$30,00

Lateral Meia: R$15,00

- Sábados, Domingos e Feriados
Central Inteira: R$60,00
Central Meia: R$30,00
Lateral Inteira: R$40,00
Lateral Meia: R$20,00

* Meia-entrada: Crianças de 02 a 12 anos, estudantes e pessoas com mais de 60 anos.

* Vendas: No local a partir de 06/09 e antecipadas www.tudus.com.br

* Preços promocionais no site tudus.com.br de terça, quarta e quinta (exceto feriado)


Duração: 01h30 - Indicação: Livre
Informações: www.circodossonhos.com ou (11) 2076-0087 / (11) 99777-7177


Foto: Divulgação

Feira de adoção de cães e gatos acontece neste final de semana

|


A Feira de Adoção de Cães e Gatos acontece neste final de semana (2 e 3 de setembro), das 10h às 17h, em Macaé (RJ). O palco é o Parque da Cidade, onde está localizado o Passeador Público e o Centro de Referência dos Animais que está sendo estruturado. O objetivo é sempre disponibilizar para adoção cães e gatos adultos castrados e vacinados, além de filhotes. Muitos que se encontravam em situação de vulnerabilidade nas ruas da cidade foram acolhidos e tratados por protetores ou grupos organizados.

Durante os dois dias da feira a Coordenação de Promoção da Saúde dos Animais e Controle de Zoonoses, da Secretaria de Saúde, vai disponibilizar vacinação antirrábica para os animais que ainda não foram imunizados que se encontrarem no local e para os que residam em Macaé. Além disso, os agentes do CCZ vão esclarecer sobre os cuidados que se deve ter com cães e gatos e tirar as principais dúvidas da população. A proposta do poder público é integrar, cada vez mais, os protetores de animais do município e estabelecer um elo de iniciativas e estratégias para o bem dos animais.

- O calendário de feiras de adoção de animais oportuniza aos protetores e grupos organizados doarem animais resgatados e cuidados por eles. Nossa meta é somar com quem faz um trabalho digno e militante e ameniza o sofrimento de muitos animais. Precisamos avançar na proposta de Abraçar a Causa Animal com ações como adoções, pois unidos podemos mais", diz o coordenador Rafael Amorim.

Posse responsável

Para adotar, é preciso ter mais de 18 anos, apresentar identidade, comprovante de residência e assinar um termo de adoção. É fundamental que ao adotarem os animais de estimação as pessoas façam logo a prevenção, imunizando-os contra as pragas urbanas, o vírus da raiva e tenham o cuidado básico que se deve ter no trato dos animais.

Ao decidir ter um animal de estimação a pessoa deve levar em conta que o animal doméstico tem um tempo médio de 10 a 15 anos de vida, que ficam doentes e precisam de cuidados constantes, como alimentação adequada e vacinação periódica para que não desenvolvam a babesiose, a erliquiose (próprias do carrapato), a doença de Lyme e a febre maculosa ou outras causadas por parasitas como a leishmaniose, dirophilariose ou a leptospirose.

Texto: Equipe Secom
Foto: Arquivo Secom/Guga Malheiros


Aula especial de zumba lota Ginásio Alfredo Barreto, em Cabo Frio

|


                 Evento teve a participação de especialista da dança nos EUA


A quarta-feira (30) foi bastante animada no Ginásio Poliesportivo Alfredo Barreto para os alunos de Zumba do Vida Ativa, projeto da Secretaria de Municipal de Esporte e Lazer para maiores de 18 anos. Mais de 300 alunos estiveram presentes e dançaram por cerca de três horas.

Sob o comando da professora Veridiana Oliveira, o Master Class de Zumba é diferente do tradicional, já que conta com instrutores e especialistas convidados. E desta vez foi com a presença da Zes Karla Mead, brasileira que se tornou conceituada especialista na dança em Miami, nos Estados Unidos.

“O retorno do projeto Vida Ativa é mais uma conquista para o esporte de Cabo Frio, parabéns a professora Veridiana e a toda equipe da Secretaria de Esportes”, comentou o Secretário de Esportes, Eliseu Pombo.

                                                               Inscrições

Os interessados em participar devem comparecer ao Ginásio Poliesportivo Alfredo Barreto, no Portinho ou na Praça do Jardim Esperança, munidos dos seguintes documentos: atestado médico, 1 foto 3x4, comprovante de residência e cópia do RG.

No Ginásio as aulas são as segundas e quartas-feiras, das 15h às 16h, e terças e quintas de manhã, das 8h30 às 9h30. Já no Jardim Esperança toda terça e quinta, das 7h às 8h.

Foto: Léo Borges






'Comédia em Dose Dupla' com Vida Vlatt e Pedro Fabrini em SP

30 agosto 2017 |


“Comédia em Dose Dupla”, garantia de bom humor para toda a família.
Com 5 esquetes cômicas, os atores se desdobram em 10 personagem em diversas e inusitadas situações engraçadas e polemicas.
Branca de Neve, uma adolescente rebelde capaz de enlouquecer sua Madrasta, Adão e Eva provando que os problemas de relacionamento surgiram desde a criação da humanidade, a desencarnada e o anjo, mostrando ao público que entrar no céu talvez nãos seja tão fácil quanto parece, Romeu e Julieta o casal exemplo para tantos apaixonados, lavam  a roupa suja no palco depois de mais de 20 anos casados  e a religiosa e sua assistente tradutora de libras levam o público a gargalhadas entre uma pregação e outra enquanto exploram a fé alheia para se dar bem!
Humor leve e inteligente são a marca central dessa peça que fica em curtíssima temporada no excelente Teatro augusta.
Elenco: Vida Vlatt e  Pedro Fabrini 
De 6 a 28 de setembro - Quartas e Quintas-feiras.
Horario: 21 horas.
Para maiores de 12 anos
Ingressos: R$50,00 ou Meia R$ 25,00
Endereço:. Rua Augusta, 943 - SP.

Foto: Celina Germer 

'E se meus retalhos fossem de cetim?' - Uma homenagem a Benito di Paula, com Marcello Furtado

29 agosto 2017 |


Admirador de Benito di Paula, o cantor e compositor Marcello Furtado irá prestar uma homenagem ao  grande compositor  no dia 15 de setembro, às 19h30, no Centro da Música Carioca Artur da Távola, Sala Paulo de Moura, com um espetáculo  exclusivamente costurado por algumas de suas canções  mais emblemáticas. Músicas que falam de amor, do universo feminino,  de vida, arte, e  com hits que marcaram a carreira deste artista brilhante e atemporal. Baseado no título de um  dos seus maiores sucessos, "E se  os meus retalhos  fossem de cetim?"  relembrará momentos de uma c arreira construída com melodias, letras e harmonias apropriadas para uma época em que tais ingredientes eram fundamentais na conquista de um público  acostumado à músicas de qualidade e com o melhor da MPB. Com uma voz  aveludada, afinadíssimo,  e  uma trajetória que  inclui  passagens por bandas, incursões em formato solo e até musicais famosos, Marcello Furtado têm todos os requisitos necessários para interpretar  a bela obra de  Benito,  sem macular o repertório deste ícone de nossa músicas. Tudo, naturalmente, com personalidade e releituras absolutamente pessoais.

O espetáculo a ser apresentado em uma das casas de espetáculo mais conhecidas da Tijuca, no Rio, tem direção geral da cantora, compositora e amiga Telma Tavares, e contará com a participação especial do compositor e poeta Paulo César FeitalFeital,autor de inúmeras pérolas da música brasileira como, por exemplo, "Saigon" (é um dos  autores da  canção imortalizada por Emílio Santiago), ganhou, recentemente, o "Estandarte de Ouro", de O Globo, pelo samba da Unidos do Viradouro "Alabê de Jerusalém".PC Feital também foi um dos autores do samba que a Mocidade Independente de Padre Miguel levou para a Avenida neste último carn aval.

No repertório de "E se os meus retalhos fossem de cetim?", onde Marcello Furtado será acompanhado por um trio formado de baixo, piano e bateria,  músicas como : "Retalhos de Cetim", "Ah, como eu amei", "Bandeira do Samba", "Mulher Brasileira", "Charlie Brown", "Maria, baiana, Mariá", "Do jeito que a vida quer", "Osso duro de roer", "Tudo está no seu lugar" dentre inúmeras outras. O Centro da Música Carioca Artur da Távola fica no endereço: Rua Conde de Bonfim, 824 - Tijuca,- telefone(21) 3238-3831 Os ingressos custarão apenas R$20,00 e R$10,00.
 
Marcello Furtado, dados biográficos
Cantor e compositor que já está na estrada há alguns anos, Marcello Furtado tem personalidade, carisma e um compromisso com a qualidade musical. Foi integrante do Fina Stampa, conjunto que foi indicado ao Prêmio Sharp, em 96, na categoria "Grupo de Samba". Marcello também emprestou sua voz para homenagear Noel Rosa no projeto "Coisas Nossas". O artista também é um dos responsáveis pelo sucesso do Lapa 40ºGraus, de Carlinhos de Jesus, onde atuou, por mais de oito anos, com a Banda Sygnus  (com a qual se apresenta, esporádicamente, até hoje). Por falar em Banda Sygnus, em junho de 2007, a gravadora LGK/EMI convidou Marcello Furtado para ser o diretor musical do projeto “O Baile - Dança de Salão”, ao lado da Signus. O show, gravado no Canecão - RJ, teve participações de Beth Carvalho, Luiz Melodia, Tânia Alves, Trio Virgulino, Léo Maia e Karla Sabah, e o  projeto foi lançado em CD e DVD.

Marcello Furtado, paralelamente e além  dos projetos pessoais, também sempre foi  muito solicitado para participar de vocais e gravações com grandes artistas, como Alceu Valença, Alcione, AraKetu, Jorge Aragão, Joanna, Dudu Nobre, BocaloKa, Leandro Sapucahy, Marcelo D2, Beth Carvalho, além de participar, há mais de 15 anos, do coro que figura no CD do Grupo Especial das Escolas de Samba do Rio de Janeiro

Desde menino, os dotes musicais de Marcello afloraram. Aos doze anos já era integrante da Ala de Compositores do Bloco Xodó da Piedade. Mais tarde, foi convidado para pertencer à Ala de Compositores do G.R.E.S. Unidos de Vila Isabel. Suas participações em festivais de música lrenderam  diversos prêmios, como intérprete e compositor. Um dos mais importantes foi o Festival da Universidade Gama Filho,  do qual foi vencedor com o samba "Crioula Dengosa".

No inicio dos anos 90, Marcello foi convidado para cantar no Café Nice, uma das casas mais badaladas da noite do Rio de Janeiro, do então famoso circuito Chico Recarey. Logo em seguida, Oswaldo Sargentelli o convidou para participar, como cantor, do seu famoso  “Show de Mulatas”.


"E se os meus Retalhos fossem de Cetim?" - com Marcello Furtado 

(Participação especial: Paulo César Feital (compositor, poeta, ganhador "Estandarte de Ouro")
Centro da Música Carioca Artur da Távola - Sala Paulo Moura
Dia 15 de setembro, 19h15m

Rua Conde de Bonfim, 824 - fone -  3238 3831 - Tijuca
Ingressos - R$20,00 (inteira) e R$10,00 (meia)
Direção geral - Telma Tavares
Classificação - 12 anos (com responsável) 

Foto: Internet


Musical com repertório dos Paralamas do Sucesso estreia no Teatro Folha

28 agosto 2017 |


O musical “Paralamas em Cena” estreia dia 06 de setembro no Teatro Folha e tem como fonte de inspiração o repertório da banda Paralamas do Sucesso, mesclando música e teatro, com referência nos anos 80 num estilo “rock de garagem”. As sessões serão as quartas e quintas-feiras às 21h até 26 de outubro.

As músicas da banda ganham novos arranjos para o espetáculo que tem direção geral de Isser Korik. As letras são utilizadas como texto de teatro e formam o fio condutor da montagem. O musical exalta a riqueza de letras como “Meu Erro”, “Óculos” e “Lanterna dos Afogados”, entre outros hits. Esta é a segunda montagem do projeto MPB em cena, que promete continuar revisitando e valorizando a música brasileira.

Os arranjos apresentam variedade de referências musicais passando pelo hardcore, rock balada, ritmos brasileiros, jazz e, claro, rock dos anos 80. Com direção musical e arranjos vocais do maestro  Paulo Nogueira, o espetáculo conta com renomados músicos que formam o time de arranjadores. Zeca Baleiro fez arranjo de um medley com as músicas “Saber Amar”, “Um Amor Um Lugar”, “Cuide Bem  do Seu Amor” e “Aonde Quer que eu Vá”; André Abujamra trabalhou com as músicas “O Calibre”, “Selvagem” e “O Beco”; Miguel Briamonte criou arranjo para “Lanterna dos Afogados”; Jair Oliveira assina arranjo para o medley com as músicas “A Lua que Eu te Dei”, “Só Pra te Mostrar”, “O Amor Não Sabe Esperar”. O musical tem também arranjos feitos por Ricardo Severo, Drika Lima, Marcelo Castro, Crika Amorim, Peter Mesquista, Rodolfo Schwenger, Kalau, Ivan Parente, Osmar Barutti e Paulo Nogueira.

A montagem conta ainda com a coreógrafa e preparadora corporal Vanessa Guillen, que além de coordenar a movimentação dos atores, realizou um trabalho de criação de coreografia com movimentos baseados na linguagem do teatro musical.

O elenco é formado por quatro atores convidados e mais sete escolhidos de uma oficina de teatro musical realizado pela produtora Conteúdo Teatral durante os meses de junho, julho e agosto de 2017. Os atores convidados Ruy Brissac - que interpretou o personagem Dinho no musical “Mamonas Assassinas”-, Carol Bezerra, Juliana Romano e Diego Rodda vão se juntar aos sete atores selecionados da oficina de teatro musical que passaram por um intenso processo de preparação ao longo de três meses. São eles: Ana Catharina Oliveira, Anna Paula Alonso, Carol Eloá, Érica Correia, Éric Terra, Gui Giannetto e Nalin Junior.

Sobre o projeto MPB em Cena

A montagem é a segunda realização do projeto MPB em Cena, que nasceu em 2014 com o espetáculo “Ivan Lins em Cena”. O projeto faz homenagem a grandes criadores da música brasileira, apresentando o melhor de seu repertório para público de todas as gerações. Além disso, investe numa renovação da linguagem de teatro musical brasileiro.

Sobre o diretor geral Isser Korik

Diretor, ator, produtor, tradutor e dramaturgo. É diretor artístico da produtora  Conteúdo Teatral e do Teatro Folha. Coleciona trabalhos marcantes como comediante em quase 30 anos de carreira, como, “Vacalhau & Binho”, de Zé Fidélis, que permaneceu oito anos em cartaz; “O Dia que Raptaram o Papa”, de João Bethencourt; “E  o Vento não Levou”, de Ron Hutchinson, Concebeu “Nunca se Sábado...”, apresentado em quatro temporadas sob sua direção-geral, marcando a cena paulistana. Dirigiu a trilogia cômica de Alan Ayckbourn “Enquanto Isso...”; “O Mala”, de Larry Shue; o projeto “Te Amo, São Paulo”, que reuniu grandes nomes da dramaturgia paulista; além dos infantis “A Pequena Sereia”, de Fábio Brandi Torres; “Grandes Pequeninos”, de Jair Oliveira; “Cinderela”, “O Grande Inimigo” e “Ele é Fogo!”, de sua autoria, tendo recebido por esse último o Prêmio APCA.

Seus trabalhos de direção mais recentes são as comédias “A Minha Primeira Vez”, de Ken Davenport; “Jogo Aberto”, de Jeff Gould; e “O Empréstimo”, de Jordi Galceran, atualmente em cartaz no Teatro Folha.

No teatro musical, foi coprodutor de espetáculos muito bem recebidos pelo público e crítica: “Um Violinista no Teatro”, “Todos os Musicais de Chico Buarque em 90 minutos” ,“Nine – Um Musical Felliniano” e “Beatles Num Céu de Diamantes”, todos dirigidos por Charles Möeller e Claudio Botelho, além de ter dirigido “Ivan Lins em Cena”.

Sobre o diretor musical Paulo Nogueira

Cursou bacharelado  em Direito e Música, iniciando sua carreira como pianista e, posteriormente, professor, maestro e diretor musical. Aperfeiçoou-se com grandes profissionais brasileiros e estrangeiros. Vencedor de vários prêmios, atuou no campo operístico como regente e diretor musical em montagens do Theatro Municipal de São Paulo. Regente-Coral desde 1989, desenvolveu junto à terceira idade um importante trabalho de cunho sociocultural reconhecido pela sociedade artística através de honrarias e CD's. Assumiu as funções de regente e assistente de direção na Orquestra Sinfônica Municipal, Orquestra Experimental de Repertório e nos musicais O Fantasma da Ópera, Miss Saigon, A Bela e a Fera e Cats. Conduziu orquestras Brasileiras em concertos, récitas de óperas, apresentações com solistas renomados e o Balé da Cidade de São Paulo. Foi diretor musical para o casting de Zorro e A Família Addams, regeu a trilha sonora do filme Salve Geral. Como professor, dirigiu os cursos de montagem dos musicais Ópera do Malandro, Priscilla, A Rainha do Deserto, Rock of Ages, O Fantasma da Opera, Fame, Chorus Line, Footloose, The Book Of Mormon, Rent, Cats e Jekyll&Hyde. Exerceu funções de Diretor Musical, Maestro e Primeiro Pianista nos musicais Pernas pro Ar com Cláudia Raia, O Médico e o Monstro (Jekyll&Hyde), Mamma Mia, FAME e Nas Alturas (In The Heights). Diretor Musical, arranjador e orquestrador em Como Vencer na Vida Sem Fazer Força (indicado como melhor direção musical pelo Prêmio Censgranrio e APTR) e O Menino Maluquinho, o musical. Seus próximos projetos incluem, Ghost, o musical, Dias de Luta , Dias de Glória e The Young Frankenstein.

Sobre a coreógrafa Vanessa Guillen

Bailarina, coreógrafa e diretora teatral. Tem sólida formação em ballet clássico e dança contemporânea, através dos melhores profissionais do Brasil e de Cuba. Possui cursos de formação em teatro, direção, expressão corporal e aperfeiçoamento em técnicas corporais. Foi bailarina das companhias: Balé da Cidade de SP, Ballet Stagium, Cia de Danças de Diadema, Siameses e Cia Druw. Participou de tournées pela Alemanha, França, Áustria, Luxemburgo, Espanha, Uruguai e China, e por quase todos os estados brasileiros. Foi assistente de direção, diretora residente e dance captain ao lado de José Possi Neto nos musicais: Crazy For You, Cabaret, New York New York, Emoções Baratas e Bark! Um Latido Musical. Assistente de direção de Rodolfo Garcia Vasquez na peça Roberto Zucco, prêmio APCA de melhor direção 2010 e de José Possi Neto na peça Vidas Privadas. Dirigiu e coreografou O Homem n´Água, com Paulo Goulart Filho. Ministra aulas e coreografa grupos há 20 anos.

Sobre a orientadora de interpretação Fezu Duarte

Foi diretora artística do Teatro Brasileiro de Comédia de 1998 a 2003. No TBC, criou a Cia. de Repertório e atuou como atriz em “Ópera do Malandro”, com direção de Gabriel Villela. Fundou também a Cia. de Teatro Rock, em que dirigiu os espetáculos “QAP”, “A Borboleta sem Asas” e “Na Cama com Tarantino”. Em 2004, dirigiu “Revolução Urbana”, primeiro espetáculo sobre o Legião Urbana. Assinou a direção dos musicais “A Sessão da Tarde ou Você Não Soube Me Amar”, “Lado B – Mudaram as Estações” e “Os Saltimbancos”, que permaneceu por quatro anos entre os dez melhores espetáculos infantis na Veja São Paulo.
Sua direção mais recente é o musical “Na Laje”, escrito por Marcos Ferraz, um espetáculo bem brasileiro, com pagodes dos anos 90.

Sobre o elenco convidado

Carol Bezerra - formada em Educação Artística com habilitação em Cênicas e Música pelo Instituto de Artes da Unesp-SP e em Canto Popular pela antiga Universidade Livre de Música (atual EMESP). Integrou o elenco do espetáculo "Garricha" do diretor americano Bob Wilson. Também atuou em "Beatles num Céu de Diamantes", "Todos os Musicais de Chico Buarque em 90 minutos", direções de Moeller e Botelho, "Divina Elizeth", "Tom e Vinícius" e "Grandes Pequeninos",  peça infantil com direção de Isser Korik, que lhe rendeu indicação ao prêmio FEMSA de melhor atriz coadjuvante. No cinema fez o longa-metragem "Noel: Poeta da Vila", vivendo o papel de Aracy de Almeida.

Diego Rodda - ator, músico e produtor musical. Atuou em “A Lenda do Quebra-Nozes”, direção de Telma Dias, do Grupo Permanente de Pesquisa;  “Pinocchio - The Broadway Musical" e "O Mágico e Oz", direção de BillyBond; "Os Saltimbancos" e “Na Laje”, com direção de Fezu Duarte. Pela Cia. de Teatro Rock, atua em "A Sessão da Tarde", "Lado B – Mudaram As Estações” e "Se Essa Rua Fosse Minha" com direção de Fezu Duarte, Marcos Okura e Fábio Ock. Integra a Cia. Viradalata, atuando em "Medinho Medão”, "Viralatas - O Musical” e “Vilcabamba", com direção de Alexandra Golik.

Juliana Romano - cantora, atriz e dubladora. Começou cantando em casas noturnas, interpretando vários estilos musicais. Já atuou em diversos musicais “O Pinocchio”, “O Mágico de Oz”, entre outros.

Ruy Brissac - ator, cantor e compositor. Começou sua carreira no mundo da música muito cedo, aos 8 anos de idade, cantando no coral da igreja e na escola que estudava. Aos 15 anos montou sua primeira banda de Rock com seus amigos, a "Kronos". Entre vários trabalhos, atuou em "Palavra Cantada", "Mamonas Assassinas", que lhe rendeu prêmio de ator revelação no Prêmio Bibi Ferreira.

FICHA TÉCNICA
Direção de atores - Fezu Duarte e Isser Korik
Direção musical  e preparação vocal - Paulo Nogueira
Coreografia e preparação corporal - Vanessa Guillen
Assistentes de coreografia e preparação corporal - Helen Ferla e Anna Paula Alonso
Elenco - Ana Catharina Oliveira, Anna Paula Alonso, Carol Bezerra, Carol Eloá, Diego Rodda, Érica Correia, Éric Terra, Gui Giannetto, Juliana Romano, Nalin Junior e Ruy Brissac.
Arranjadores convidados - André Abujamra, Crika Amorim, Drika Lima, Ivan Parente, Jair Oliveira, Kalau, Marcelo Castro, Miguel Briamonte, Osmar Barutti, Paulo Nogueira, Peter Mesquita, Ricardo Severo, Rodolfo  Schwenger e Zeca Baleiro.
Cenário  e figurinos - Isabel Gomez
Assistentes de cenário  e figurinos - Pedro Pó e Leticia Faria
Vídeos - Lucas Mendes
Iluminação - Isser Korik
Assistente de iluminação - Rafael Pereira
Equipe técnica - Jardim Cabine
Criação Gráfica - LAB 212
Fotografia  - Flavio Russo      
Coordenação de produção  - Isabel Gomez
Assistente de produção e administração - Pedro Pó
Direção Geral - Isser Korik
Realização - Jornaleiro Participações 
“Paralamas em Cena”
Local: Teatro Folha
Estreia: 06 de setembro 
Temporada até: 26 de outubro
Apresentações: quartas e quintas-feiras, 21h
Ingresso: R$40,00 (setor único)
Duração: 60 minutos
Classificação: 10 anos

Sobre a Conteúdo Teatral

O grupo empresarial paulista Conteúdo Teatral atua há mais de quinze anos em duas vertentes: gestão de salas de espaços e produção de espetáculos. Como gestora é responsável pela operação do Teatro Folha, no Shopping Pátio Higienópolis, com direção artística de Isser Korik e direção comercial de Léo Steinbruch, programando espetáculos para temporada em regime de coprodução. No período de atuação a empresa soma mais de 2 milhões de espectadores.

Como produtora de espetáculos, viabilizou dezenas de peças, como “Gata Borralheira”, “O Grande Inimigo”, “Os Saltimbancos”, A Pequena Sereia”,“Grandes Pequeninos”,  “Branca de Neve e os Sete Anões”, “A Cigarra e a Formiga”, “Cinderela” e “Chapeuzinho Vermelho” para as crianças. Para os adultos foram realizadas, entre outras montagens, “A Minha Primeira Vez”, “Os Sete Gatinhos”, “O Estrangeiro”, Senhoras e Senhores”, “O Dia que Raptaram o Papa”, “E o Vento Não Levou”, “Equus” a trilogia “Enquanto Isso...”, além de projetos de humor – como “Nunca Se Sábado...” e “IMPROVISORAMA” – Festival Nacional de Improvisação Teatral. Em parceria com Moeller e Botelho produziu os Musicais “Um Violinista no Telhado”, “Todos os Musicais de Chico Buarque em 90 Minutos”, “Nine – Um Musical Felliniano” e “Beatles num Céu de Diamantes”.


Foto: Flavio Russo

Biblioteca Municipal recebe escritor cubano no Ciclo de Mini Palestras

|


Olhos atentos e mente aberta para novos conhecimentos. Assim estavam os participantes da 4ª edição do Ciclo de Mini Palestras que aconteceu na sexta-feira (25) na Biblioteca Pública Municipal Professor Walter Nogueira. O evento foi para celebrar o Dia do Soldado e contou com a presença do escritor cubano, ex-combatente do exército de Fidel Castro e chef de cozinha, Fernando Calderón Bóris. Ele discorreu sobre o tema “Operação Cartola: sonho e decepção, impactos socioculturais”. 

Segundo o diretor da biblioteca, Anderson Macleyves, a palestra versou sobre o mal uso da cultura por parte dos regimes totalitários, chamados de socialista e comunista, e a frustração que isso gerou para toda uma geração de cubanos. 

 "Debatemos sobre a vida em Cuba após os períodos de guerra e de relações estreitas com a União Soviética", o limite da liberdade,  as privações e como a cultura caminhou durante décadas. Um modelo de turismo preparado para driblar todas as mazelas que o governo cubano sempre quis esconder". 

Ainda de acordo com o diretor da biblioteca, o público ficou entusiasmado e encerrou a palestra com perguntas. Vídeos e fotografias foram exibidos pelo palestrante Fernando Calderón, retratando a trajetória de Fidel Castro.


A Biblioteca Municipal tem promovido uma série de atividades que incentivam a utilização do espaço e provocam a disseminação do conhecimento e da cultura para a população. Está localizada na Avenida América Central, em São Cristóvão, nº 200, sala 01. O funcionamento é de segunda a sexta-feira de 8h às 18h.


Fotos: Divulgação

Marcia Peltier entrevista Alberto Peribanez Gonzalez na Rádio JB FM

|


O Programa Marcia Peltier Entrevista na rádio JB FM  traz  na semana  de  28 de agosto a três de setembro, a  conversa com o médico,professor e escritor Alberto Peribanez Gonzalez. Ele é autor do best-seller ‘’Lugar de Médico é na Cozinha’’ e agora está lançando seu novo livro “Cirurgia Verde:Conquiste a Saúde Pela Alimentação à Base de Plantas’’.

Alberto é médico cirurgião formado pela Universidade de Brasília, com mestrado e doutorado na Universidade Ludwig Maximilian de Munique,na  Alemanha.

É coordenador dos cursos de extensão ‘’Bases Fisiológicas’’ e ‘’Bases Conscientes da Terapêutica Natural ‘’e do programa de saúde “Modelo Biogênico” em Ribeirão Grande- SP.
Também é docente do Curso de Pós Graduação em Bases da Medicina Integrativa no Instituto de Ensino e Pesquisa Albert Einstein na capital paulista..

 Durante a conversa com Marcia Peltier, ele explica a ideia do livro,fala sobre o conceito da ‘’cirurgia verde’’,comenta se existe uma ‘’gastronomia’’ vegetariana,aborda a questão das dietas sem glútem e dá dicas de nutrição para uma vida melhor.


 Você não pode perder  Alberto Peribanez Gonzalez   no Marcia Peltier Entrevista na
rádio JB FM  (99.9),em duas edições :de segunda à sexta,pela manhã  às 7h50
e  à noite,às 18h15,dentro do Painel JB.E aos sábados e domingos às 10h e 18h
.

E a partir de 04/09 você vai poder ouvir a entrevista também no site da JB FM (www.jb.fm).

Fotos: Divulgação