Desafios

10 julho 2018 |



A cada dia que acordo recebo um novo desafio. O mais interessante é que cada um aparece envolto num embrulho diferente. Também, são de várias espécies, origens, naturezas e, consequentemente, seu envio foi preparado por alguém. Quem seria? Quais suas intenções? Por que me permitira um desafio tão espinhoso ou, por vezes, tão proveitoso? Não imagino as respostas se nem ao menos posso imaginar seu rosto, seu olhar, seu comportamento para, então, analisar itens que favoreceriam algumas respostas.

Quanta indagação! Oh, inquietude! Quando penso que vou descansar... um novo levante. Quanto teste! Tem situações que, sinceramente, não sei como agir nem consigo traçar quais precisam ser meus passos. E vou tateando pelas paredes do sofrimento buscando guarida em algo insustentável.

Mas, algo esqueço em meio a tudo isso: desafios vêm, desafios vão... Permaneço de pé. Tenho força, tenho fé... Eu vou chegar lá! O que acontece é que, constantemente, as lutas querem me sufocar, ofuscando a visão capaz de revelar, em mim mesmo, o quanto posso resistir algo que só vem na medida.

Desafios chegam, mas eu permaneço de pé.

0 comentários: